Comportamento

O Que Fazer Depois de Um Dia Ruim?

Mulher apoiada com seus cotovelos em uma bancada, olhos fechados e os dedos apoiados na testa.
Geise Machulek
Escrito por Geise Machulek

Todo mundo que conheço, por mais tranquilo e alegre que seja, acaba tendo um dia daqueles, daqueles em que se sente chateado, cansado, com raiva, sem ânimo ou até sem chão por um instante. Pode acontecer com todo mundo e pelos mais variados motivos: trabalho, estudos, relacionamentos, ou seja lá o que for… O que não vale é perder a cabeça, tomar atitudes precipitadas ou dizer coisas no “calor da emoção” que podem trazer arrependimento depois.

Senhor com camiseta polo branca dentro de ônibus em dia chuvoso. Ele está sentando e apoia suas mãos e sua cabeça no encosto do banco em sua frente.

Evite, ou melhor, fuja da tentação de tentar se acalmar consumindo álcool ou outras drogas, porque isso pode te levar num caminho sem fim ou ter efeito contrário ao esperado. Não estou aqui dizendo que o chopp do happy hour com os amigos vai te prejudicar, definitivamente não é isso. Relaxar com amigos depois do trabalho pode ser uma excelente pedida, mas recorrer ao álcool e a outras drogas toda vez que tiver um perrengue pode trazer mais problemas do que soluções.

Você também pode gostar

Já diziam os antigos:

“Nada como um dia após o outro e com uma noite bem dormida no meio”.

Aqui estão 5 técnicas simples, testadas e aprovadas (por mim, claro) que podem melhorar seu astral, ajudar a descansar e a se preparar para um novo dia.

1 – Respire lentamente

A respiração 4 x 7 x 8 é excelente para ajudar a relaxar e acalmar os pensamentos, porque enquanto você se concentra na respiração e na contagem dos números, deixa de pensar no que estava te aborrecendo naquele momento.

Aqui a respiração também se aplica à meditação. Quem já tem o hábito de meditar acaba respirando lentamente quase que no modo automático quando uma situação parece querer fugir ao controle.

Como fazer? Inspire contando 1… 2… 3… 4…, segure a respiração contando até 7 e expire contando até 8. Repita quantas vezes achar necessário.

Mulher com os olhos fechados e sentindo o vento em seu rosto.
2 – Ligue para um amigo:

Desabafe! Desabafar significa falar sobre algo pessoal para se aliviar, abrir-se, confidenciar, confessar-se, aliviar.

Ligue para um amigo ou para alguém da família com quem você se sinta confortável para conversar e expor seus problemas é muito bom. Colocar para fora o que estava ali “engasgado” pode trazer um alívio imediato.

3 – Tome uma xícara de chá de capim-limão:

Também conhecido como capim-santo, cidreira e melissa, tem propriedades calmantes e um sabor delicioso. O chá também pode ser de camomila ou de erva doce. Eu prefiro chá de ervas frescas ou secas, mas se não tiver pode ser de saquinho, sem problemas.

4 – Banho quente:

Se não tiver uma banheira em casa, sem problemas! Coloque um banquinho sob o chuveiro, sente-se e deixe a água cair por alguns minutos, feche os olhos e concentre-se na respiração 4 x 7 x 8.

Também vale colocar os pés em uma bacia de água quente e um punhado de sal de churrasco.

5 – Alimente-se:

Em anos de clínica nutricional, diversas vezes presenciei a fome ser confundida com raiva, e vice-versa. Não estamos aqui falando de compulsão alimentar, que traz o descontrole e faz a pessoa comer o que vier pela frente. Falo de gente que passou boa parte do dia com fome e sentiu-se profundamente irritado e sem paciência sem ao menos entender o motivo.

Alimente-se com algo leve. Não vou aqui, nesse post, dizer exatamente o que você deveria ou não comer nessa hora, mas por mais que a primeira vontade seja consumir frituras, gorduras e uma verdadeira “bomba de açúcar”, melhor deixar isso de lado nesse momento, porque elas até podem trazer saciedade rápida, mas depois podem te fazer sentir indigesto, estufado e enjoado.

Pés com pantufas repousando em cima de uma mesa, com uma xícara quente ao lado, um tablet e um celular. Ao fundo, uma lareira acesa.

Vale também um pedacinho de chocolate meio-amargo, velho amigo das mulheres nessas horas.

Antes de ir para a cama, tome mais uma xícara de chá e respire lentamente outra vez.

*Espero que algumas dessas dicas funcionem para você e que você tenha uma excelente noite de sono reparador. Que venha um novo e produtivo dia pela frente! Quer me contar sua experiência? Sinta-se à vontade. Grande abraço!

Sobre o autor

Geise Machulek

Geise Machulek

Uma aprendiz de cerâmica manual, fotografia e restauro de antiguidades, amante das coisas simples da vida. Terapeuta corporal, nutricionista, mestre em psicologia. Autora do livro “Autoimagem Corporal”, Editora NEA – Novas Edições Acadêmicas, e de várias antologias poéticas, Editora Beco dos Poetas e Câmara Brasileira de Jovens Escritores – CBJE.

Contatos:

Email: [email protected]
Site: panaceiaagridoce.blogspot.com/