Autoconhecimento Energia em Equilíbrio Life Coaching

Odeio minha sogra. O que fazer?

Família sorrindo e almoçando juntos na mesa
Wavebreakmedia / Getty Images / Canva
Karin Flores
Escrito por Karin Flores

Já ouviu aquele ditado: “Sogra boa é aquela que não mora tão longe para vir de mala nem tão perto para vir de chinelo”? Quantas vezes já escutamos piadas ou chistes sobre a figura da sogra?

A maledicência sempre correu solta de boca em boca, levando a insatisfação e sentimentos de ciúmes e competição entre noras/genros e sogras. Tão corriqueiro isso se tornou, que falar mal da sogra passou a ser visto como algo normal dentro da sociedade. Mas esse sentimento de aversão à sogra caracteriza exclusão de um membro dentro de um sistema familiar, e isso pode trazer muitos emaranhados à família e até mesmo aos descendentes.

Pela ótica da Terapia da Constelação Familiar Sistêmica, desenvolvida pelo psicoterapeuta Bert Helliger, toda exclusão traz emaranhados dentro do próprio sistema familiar, e essa exclusão vai buscar sua inclusão por meio de algum outro membro da família. Esse princípio da Constelação é conhecido como a Lei do Pertencimento, segundo a qual todos do sistema têm direito a pertencer.

Por esse motivo, vemos padrões serem repetidos de geração em geração, como, por exemplo, filhas, netas, bisnetas que também têm problemas com as sogras.

Esses emaranhados, na maioria das vezes, acontecem de maneira inconsciente, sem que os membros do sistema se deem conta de que estão agindo em lealdade com o sistema familiar, buscando a inclusão daquele que fora excluído no passado. E essa dinâmica, oculta aos olhos dos que atuam, pode perpetuar-se até que a inclusão seja efetivamente alcançada e o sistema restabeleça o seu equilíbrio.

Casal feliz junto da sogra
Pixelfit / Getty Images Signature / Canva

Àqueles que nutrem sentimentos de raiva, ciúme ou ódio da sogra, importante se faz ter a consciência de que todos são responsáveis pelo equilíbrio do seu sistema familiar e que qualquer exclusão acarretará emaranhados para todos os seus.

Uma das ferramentas indicadas para conseguir se libertar desses tipos de sentimentos e trazer harmonia para si mesmo e todos do sistema familiar é a prática do Ho’oponopono, a oração do perdão. Comece escutando essa oração por 21 dias. Deixe que seu coração fale mais alto no momento da conexão. E, se sentir necessidade, continue a escutar a oração por mais tempo, o quanto achar necessário.

Você também pode gostar

Uma outra técnica para tratar emaranhados com sogras é fazer uma Constelação Familiar, em que movimentos sistêmicos e frases de cura poderão ajudar.

E fique atento: a chave para a felicidade e harmonia do seu sistema familiar pode estar em suas mãos!

Sobre o autor

Karin Flores

Karin Flores

Atua como psicoterapeuta integrativa.

É graduada em direito, pós-graduada em psicologia transpessoal, consteladora familiar sistêmica, psicanalista clínica, terapeuta floral, terapeuta thetahealer, practioner em PNL, terapeuta reikiana, terapeuta holística integrada.

Autora dos livros “As Flores Mágicas de Edward” e “Mulheres Sábias e Corajosas”.

E-mail: [email protected]
Site: equilibrioterapiaintegrativa.com
Instagram: @equilibrioterapiaintegrativa