Linguagem do Corpo Saúde Integral

Por que acontecem as doenças e os acidentes?

Mulher doente deitada na cama com a mão sobre a cabeça enquanto toma remédios.
123RF/TORWAI Suebsri
Erica Ohno
Escrito por Erica Ohno

As doenças e os acidentes acontecem para nos mostrar um comportamento que já passou do limite e devemos mudar. Esse comportamento junto do sentimento produzem toxinas para nosso sistema e nos adoece. Essa é a maneira que nosso corpo tem de conversar conosco.

Por exemplo, a dor de cabeça acontece quando temos o sentimento de contrariedade ou falta de reconhecimento, a cabeça representa autoridade, pai. Quando nos sentimos contrariados é como se não quiséssemos aquela ordem daquela autoridade.

Esse sentimento de raiva irá produzir as toxinas necessárias para a cabeça doer e assim lemos que estamos sendo contrariados por autoridade. Essa autoridade pode ser um simples semáforo que fecha quando você esta indo ao trabalho e está atrasado, o semáforo é a autoridade, você se sente contrariado e fica com raiva, e a “fabriquinha” entra em ação produzindo as toxinas necessárias para sua cabeça doer, porque esse comportamento não faz bem nem para o seu corpo e nem para sua evolução no planeta.

Existe um motivo para o semáforo estar ali, ele precisa ser respeitado, é a hierarquia. Se tem esse comportamento com o exemplo do semáforo provavelmente tem com pessoas e autoridades, por isso, seu corpo sinaliza que o sentimento e o comportamento precisam ser mudados, pois existe a necessidade de compreender e respeitar essa hierarquia.

Mulher doente sentada no chão, assoando o nariz.
Foto de Andrea Piacquadio no Pexels

Cada doença e sua localidade no corpo vai representar algum comportamento específico.

As doenças que acontecem nas crianças de 0 a 7 anos e meio estão representando a mãe, pois nessa idade a criança está na frequência da mãe, captando suas energias como uma antena; e de 7 anos e meio aos 14 anos e meio as crianças estão captando a frequência do pai, quando acontece as doenças ou acidentes com elas. Nesses casos, quem deve ter a mudança de comportamento é a mãe ou o pai de acordo com a idade das crianças.

Você também pode gostar

Os animais também captam nossa energia e adoecem ou se acidentam. Geralmente um animal escolhe alguém da casa que ele gosta mais, e é dessa pessoa que o animal se torna guardião, captando suas energias e adoecendo, nesse caso é o dono escolhido pelo animal que deve adotar novos comportamentos para assim o animal se curar.

A linguagem do corpo ou metafísica da saúde é muito simples depois de compreendida. Nosso corpo é perfeito, e é capaz de se regenerar de todas as doenças, por isso algumas vezes vemos alguns casos de doenças terminais sendo curadas milagrosamente.

Mulher correndo ao ar livre, em um parque, com roupas de ginástica.
Foto de Tirachard Kumtanom no Pexels

Eu acredito sim no milagre, mas acredito que ele está acompanhado da mudança de comportamento e da vontade de continuar vivendo e contribuindo com o planeta e com o desenvolvimento de si e de todos que suas atitudes puderem influenciar.

Sobre o autor

Erica Ohno

Erica Ohno

Erica Ohno, terapeuta integrativa em linguagem do corpo com abordagem em psicanálise, formada na Escola Brasileira de Linguagem do Corpo e Psicanálise Cristina Cairo, e também PNL Practitioner com abordagem em constelação familiar, formada no instituto Rosemary Quionha, atualmente estudante de astrologia e constelação familiar.

Meu atendimento pode ser online, com ligação de vídeo ou presencial em São Paulo. Trago para o atendimento meus conhecimentos que adquiri com esses estudos citados acima, olhando sempre para a astrologia, que ajuda muito no processo, e assim trabalho com as questões que o cliente trouxer nas sessões da melhor forma possível e sempre com muito amor. Acredito que o processo terapêutico necessita de um olhar para as questões sem julgamento e de forma amorosa, e assim venho tendo resultados positivos e satisfatórios nos atendimentos.

Contatos: [email protected]
Instagram: @ericaohno
Facebook: @erica.ohno