Autoconhecimento

Por que as pessoas são contra relacionamentos homossexuais?

people, homosexuality, same-sex marriage and love concept - close up of happy married lesbian couple hugging
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Vivemos em um mundo cada vez mais globalizado e informado, mas ainda assim, muitas pessoas não aceitam aquilo que consideram diferente de sua realidade. Existem países que consideram o relacionamento homossexual um crime, junto a pena de morte.

Listamos 6 (de muitas) razões pelas quais as pessoas são contra os relacionamentos homossexuais:

Falta de informação

Os mais jovens possuem acesso à internet e às informações mais rápidas. Dessa forma, a possibilidade de respeitarem e entenderem diferentes cenários familiares é maior do que as pessoas mais velhas que, por exemplo, não possuem todo esse acesso.

Cultura religiosa

Fazemos parte de uma sociedade que considera as leis divinas em primeiro lugar e, com isso, desconsideram a possibilidade de casais homossexuais, associando-os até a algo profano, que desrespeita essas leis divinas. Nesse caso, o preconceito ocorre em justificativa de determinadas religiões.

Influência familiar

people, homosexuality, same-sex marriage and love concept - close up of happy male gay couple with red rose flower holding hands on wedding

Normalmente, quando dentro da família é ensinado de maneira errada que “é errado casais homossexuais terem os mesmos direitos dos casais heterossexuais” ou alguma mensagem ou atitude de repúdio e preconceito, a possibilidade dos familiares mais novos reproduzirem esse conceito é grande. Muitos dos valores que temos vieram do aprendizado com nossa família.

Medo

O termo ‘fobia’ significa ‘medo’. Muitas pessoas acreditam que, caso simplesmente conversem com alguém homossexual, poderá se tornar homossexual também. Esse medo é associado a alguma insegurança ou até mesmo dúvidas sobre sua sexualidade, bem como receio de ser rotulado homossexual sem ao menos ser.

Rótulo

Associações como “gays são promíscuos” são faladas por muitas pessoas e despertam ódio e até pavor, segundo estudo realizado pela Universidade da Califórnia.

Ódio

O próprio ódio em si pode existir, por não aceitar um cenário pessoal e social diferente daquilo que o indivíduo está habituado a conviver, levando-o a agressões verbais e físicas. Mesmo num mundo globalizado, ainda existem pessoas que distribuem o ódio gratuitamente, buscando mais e mais pessoas para compartilharem desse sentimento negativo.

Movimentos e militâncias LGBT lutam todos os dias pelos mesmos direitos sociais, pela eliminação da violência e mortes. Não somente essa classe, mas a sociedade como um todo necessita obter melhores informações e ações para que, assim, todos possam conviver em harmonia.


  • Escrito pro Bruno Lopes da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]