Energia em Equilíbrio Yoga

Pratique o Yoga: posições para gratidão

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

 

A vida normalmente é corrida e rotineira, mas isso não deve se tornar motivo para não aproveitar alguns momentos para respirar fundo, relaxar um pouco e refletir sobre o quanto devemos ser gratos por tudo aquilo que temos e somos.

O yoga pode te ajudar a conseguir trazer esses momentos de relaxamento e gratidão à sua vida, com as chamadas posições de gratidão. O portal na web The Beach Body Blog postou um artigo que explica três formas de trazer a gratidão à sua vida com a prática do Yoga.

O Eu Sem Fronteiras traduziu o artigo na íntegra, uma vez que o original foi escrito em inglês. Leia-o abaixo e aproveite as dicas!

Três formas de trazer gratidão para a sua prática de yoga

Determinar sua intenção

Antes de começar a sua prática do yoga, determine uma intenção pessoal. Faça uma anotação mental das coisas que você mais ama em sua vida – tudo, desde sua família e amigos até sua casa e carreira profissional. Além disso, reconheça os desafios que você enfrenta e agradeça pelas lições. Definindo uma intenção básica de gratidão, você irá estabelecer um tom positivo para a sua prática pessoal, o que ajudará a nutrir sua vida e seus relacionamentos.

Meditar

Não tenha medo do mundo da meditação, porque essa prática é um simples ato de pausar, respirar e estar presente num momento específico. Na prática do yoga, nos sentamos em uma posição confortável, que será mantida do começo ao fim. Eu gosto de me dar de cinco a dez minutos extras no final para colocar as mãos sobre o meu coração, respirar fundo e mentalizar todas as coisas que me trazem alegria.

Exalar

Quando pensamentos negativos entranham em sua mente, respire fundo e depois exale esses pensamentos para fora. Utilize a sua respiração (o ato de inspirar e expirar ou inalar e exalar) como uma ferramenta para redefinir seu estado mental. Inspire, inale, respire pensamentos amorosos, gentis e compassivos; expire e exale os sentimentos que não trazem mais alegria à sua vida. Ter consciência a respeito da sua respiração (ou seja, ter respiração consciente) é a forma perfeita de redefinir a sua mente.

Três posições que evocam gratidão

Cada posição do yoga cultiva diferentes sentimentos no corpo e na mente. Aqui estão três posições do yoga que cultivam a gratidão:

Postura da Montanha

A posição da Montanha não apenas fortalece suas coxas, como também cria a sensação de estabilidade. Em um nível mais profundo, essa estabilidade se traduz em sentimento de segurança. Quando nos sentimos seguros, é fácil reconhecer tudo o que é maravilhoso e surpreendente. Quando a vida traz desafios, a postura da Montanha nos dá estabilidade emocional para lidar graciosamente com os problemas. Nessa posição, nos sentimos conectados com nós mesmos e, a partir disso, podemos assumir nossos desafios e nos sentir gratos por tudo o que a vida nos oferece.

Como realizá-la: fique de pé, com os calcanhares paralelos e os dedões do pé se tocando. Mantenha seu peso distribuído em seus dois pés, contraindo os músculos da coxa para afastá-los dos joelhos. Alinhe sua barriga com a sua coluna vertebral e ative o glúteo para que o cóccix tencione em direção ao chão.

Relaxe seus ombros, abra seu peito e permita que seus braços se pendurem ao seu lado. Mantenha seu queixo paralelo ao chão. Como um toque adicional, levante os braços e junte as palmas de suas mãos na direção do seu coração. Nessa posição, respire fundo cinco vezes.

Postura do Camelo

Uma das posições mais bonitas para abrir o coração é a do camelo. Ela fornece expansão física por meio do peito e dos ombros. O coração flutua em direção ao céu de uma forma que realmente oferece a mais pura forma de gratidão.

Como realizá-la: ajoelhe-se, com seus joelhos separados e paralelos, na largura do seu quadril; suas coxas devem estar perpendiculares ao chão. Gire suas coxas para dentro gentilmente e coloque suas mãos na parte inferior das suas costas, próximo à região pélvica, com os dedos apontados para seus glúteos. Inspire, pressionando sua pélvis para frente enquanto levanta sua caixa torácica e lentamente forme um arco com a parte superior do corpo para trás, até você estar olhando o teto.

Você pode, inclusive, manter suas mãos em sua lombar ou movê-las para os seus calcanhares, mas tente manter suas coxas o mais verticalmente possível (ou seja, perpendicular ao chão). Abaixe a cabeça em direção ao chão, caso você consiga fazê-lo sem desconforto. Mantenha a postura por cinco respirações. Repita a postura duas ou três vezes.

Lunge baixo/Lunge crescente

Esta postura fornece a perfeita expressão de gratidão. Conforme as pernas e o quadril se soltam ao chão, eles nos conectam à nossa base. Ter uma base forte e sólida proporciona estabilidade e conforto, além de nos liberar do medo. A elevação do coração é um gesto encantador de compaixão, compreensão e abertura. Isso ensina aceitação e amor.

Como realizá-la: comece na posição do cão, com a face voltada para baixo. O primeiro passo é manter um pé entre suas mãos, de modo que seu joelho da frente se dobre em 90 graus. Abaixe o joelho de trás para o chão, estendendo os dedos para trás, para que o peito do seu pé (ou seja, o topo) também repouse sobre o chão.

Agora, erga seu peito lentamente, levantando seus braços até que eles estejam estendidos sobre a cabeça. Você pode, inclusive, posicionar suas mãos juntas ou mantê-las separadas, mas de frente uma para a outra. Relaxe seus ombros e respire fundo. Mantenha essa posição pelo período de três a sete respirações, e então inverta o movimento para retornar à posição de cachorro voltado para baixo. Repita, mas desta vez avançando com o outro pé para frente.

Ao incorporar essas técnicas iniciais e as posições do yoga em sua prática diária, você pode criar o sentimento de gratidão em seu dia a dia!


Escrito por Giovanna Frugis da equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]