Nutrição Vegetarianismo

Quais são as vantagens de ser vegetariano?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Tudo na vida possui lado positivo e negativo. Nossas escolhas sempre irão gerar consequências positivas e negativas, por melhores que sejam as nossas intenções em tomar determinada decisão.

Ser vegetariano é um estilo de vida cheio de consequências, que imprimem vantagens e desvantagens dessa prática
Assim como o supradito é um fato, também é certeiro afirmar que certos assuntos, como o vegetarianismo, causam polêmicas sempre que estão em pauta.

Além disso, há muitos mitos e dúvidas a respeito dessa forma de alimentação e de ver o mundo. Por isso, neste artigo, você pode ler, abaixo, oito vantagens em ser um vegetariano. Vamos, de uma vez por toda, colocar alguns pingos nos i’s?

Vantagem #1: Consumo reduzido de gorduras saturadas

Há alguns tipos de gorduras presentes nos alimentos e que, consequentemente, estão presentes em nosso corpo. Dentre elas, existe a gordura saturada, que quando consumida em excesso, pode ocasionar diversos riscos à saúde. Dentre os tipos de gordura saturada existentes, uma das mais perigosas para o nosso organismo é a palmítico, encontrada na gordura da carne.

Pois bem. Uma vez que o consumo de carne foi cortado, como no caso dos vegetarianos, é uma fonte a menos de perigos para se preocupar! Vale deixar claro que, de qualquer forma, as carnes são fontes de proteína e outros nutrientes importantes ao organismo.

Vantagem #2: Riscos menores de contrair doenças cardiovasculares

Contra fatos, não há argumentos. Há diversos estudos científicos que comprovam que o consumo exacerbado de carne (principalmente a carne vermelha) aumenta – e muito – o risco de contrair doenças cardiovasculares. Uma pessoa com dieta que seja mais focada no consumo de vegetais, leguminosas, frutas e verduras estará bem menos exposta às doenças do coração.

Vantagem #3: Câncer? Por aqui, não!

As carnes possuem substâncias prejudiciais ao organismo, que aumentam muito as chances de contrair diversos tipos de câncer – hormônios, pesticidas e outras substâncias cancerígenas que, quem não come carne, estará livre de consumi-las.

Entretanto, vale lembrar que a lista de agrotóxicos utilizados em frutas é realmente grande, para que elas tenham vida mais longa, sejam maiores e mais bonitas. Por isso, é importante que mesmo os vegetarianos deem preferência aos alimentos frescos e orgânicos.

Vantagem #4: Fibras e mais fibras!

A dieta vegetariana é uma das que mais promove o consumo de fibras, presente em muitas folhas, sementes e grãos. Por isso, ao aderir ao vegetarianismo, você pode dar praticamente adeus às prisões de ventre e demais problemas de intestino.

E não é só isso! Carnes são o grupo de alimentos com digestão mais lenta, ao contrário de frutas, legumes e verduras, que são leves e nutritivos ao organismo e são digeridos facilmente. Cólica por prisão de ventre? Os vegetarianos não têm!

Vantagem #5: Economia

É praticamente injusto comparar o preço de um quilograma de carne com um quilograma de qualquer verdura, não é verdade? Com R$ 20,00, um vegetariano consegue comprar diversos tipos de legumes e verduras. Com os mesmos R$ 20,00, um carnívoro não tem tantas opções de carnes disponíveis.

É claro que os preços dos alimentos variam de acordo com a região em questão, bem como com a situação econômica do país. Também é importante dizer que essa comparação é válida quando utilizado legumes e verduras como exemplo. Muitas frutas, no entanto, possuem preços altos que, a depender da situação, possuem o preço de quilograma equiparado com algumas carnes mais populares.

Vantagem #6: Cabelo, unha e pele nos trinques!

Aumentar o consumo de verduras, legumes e frutas é sinônimo de aumentar o consumo de vitaminas e sais minerais que, por sua vez, tratam, hidratam e fortificam a pele, o cabelo e as unhas.

Vantagem #7: Tchau, tchau, colesterol ruim!

É presente em nosso organismo dois tipos de colesterol: o bom, chamado de HDL, e o ruim. O colesterol ruim, nomeado com LDL, é proveniente dos alimentos de origem animal. Logo, não consumir carne, com certeza, irá diminuir o índice do colesterol ruim, certo? Sim, mas não para por aí. Via de regra, vegetarianos consomem frutas, verduras, legumes… E o que mais? Oleaginosas, que ajudam a aumentar o índice do colesterol bom, e soja, que possui isoflavona, fitonutriente que ajuda a diminuir ainda mais os níveis de LDL.

Ser vegetariano poupa muitos animais de uma vida sofrida e de uma morte humilhante.
Vantagem #8: Mortes desnecessárias

Existem opiniões diversas sobre comer ou não animais, porém, independentemente da sua opinião a respeito desse assunto, uma coisa é fato: existem milhares de abatedouros extremamente cruéis com os bichos.

Eles passam a vida enjaulados, mal conseguem se mexer, e até mesmo a morte, que poderia ser rápida e indolor, é torturante em muitos casos.


Escrito por Giovanna Frugis da equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]