Energia em Equilíbrio Reiki

Reiki Celta: a conexão com a natureza

Tereza Gurgel
Escrito por Tereza Gurgel
Reiki é a energia cósmica, canalizada através do terapeuta, a fim de propiciar o equilíbrio energético do indivíduo: “rei” significa universal e “ki” significa força vital que habita todas as coisas e seres.

O Reiki Celta (em inglês: Celtic Reiki) é uma modalidade de Reiki que combina esta poderosa energia de cura e equilíbrio com a antiga sabedoria dos povos Celtas.

A palavra “celta” vem do termo “keltoi“, usado pelos gregos antigos, ao se referirem às tribos que habitavam ao norte da Grécia.

Os “celtas” na verdade eram diversas tribos, ligadas mais pelas tradições religiosas, linguísticas e culturais, do que por um poder político central. Sua origem ainda hoje é incerta; espalharam-se por toda a Europa, chegando até a Turquia atual. Considerados “bárbaros” pelos romanos, aos poucos foram sendo banidos ou assimilados. Alguns remanescentes estabeleceram-se nas Ilhas Britânicas, recuando depois até a Irlanda, fugindo à perseguição dos romanos.

shutterstock_217878694-2As pessoas mais sábias em cada tribo eram os “druidas”, que atuavam como conselheiros, profetas, astrólogos, sacerdotes-magos e professores dos filhos dos nobres.

Durante a imposição do cristianismo, sua cultura original foi adaptada para sobreviver à nova religião, mas os antigos ensinamentos não foram de todo esquecidos. No século XIX começa uma tentativa de recuperar antigas tradições, incluindo-se também o interesse na cultura celta.

Os celtas denominavam esta energia cósmica, que permeia tudo que há no universo, de NEART (em gaélico) ou NERTH (em galês), com o sentido de “poder”, “força” ou simplesmente “energia”. Assim como o tradicional Reiki descoberto por Mikao Usui, o Celtic Reiki utiliza símbolos próprios, chamados OGHAM, que representam energias específicas de árvores, arbustos e do mar.

Celtic Reiki é um sistema ainda em constante evolução e mudança, como a própria Natureza. Segundo seu descobridor, Martyn Pentecost, existem várias energias que ainda são desconhecidas, pois o ser humano ainda não está evoluído o bastante para entendê-las.

De acordo com Martyn Pentecost, ao canalizar o Reiki para ajudar animais, plantas, árvores, rios, oceanos e a própria Terra, ele achou que cada coisa possuía uma vibração distinta. Em uma noite de inverno em Gales (Inglaterra), Martyn descobriu uma árvore dividida ao meio, após ter sido atingida por um raio. Ele sentiu a urgência de direcionar a energia Reiki para a parte que estava caída no solo, pedindo ajuda aos seus guias espirituais. Recebeu a intuição de enviar o Reiki também à parte boa da árvore.

Martyn descreve ter sentido uma vibração diferente vinda da árvore: a própria essência do vegetal, seu conhecimento, energia, sabedoria, gratidão e amor.

Para lembrar da energia da árvore, Martyailimn associou uma letra do antigo alfabeto dos Celtas a ela. Como esta árvore era um abeto, ele usou a letra ogham AILIM, correspondente a letra “A”.

Abeto é o nome popular das diversas espécies do gênero Abies. São árvores coníferas da família Pinaceae, nativas de florestas temperadas da Europa. Ásia e América do Norte e podem viver por mais de 600 anos.

Assim, atribuindo um símbolo a cada nova energia e árvore correspondente, o Reiki Celta foi sendo sistematizado – mas o trabalho ainda está longe de terminar, pois depende da evolução e preparo dos seres humanos para serem desvendadas novas e mais poderosas energias da Natureza.

Sobre o autor

Tereza Gurgel

Tereza Gurgel

Formada em Psicologia (F.F.C.L. São Marcos - SP). Filiada à ABRATH (Associação Brasileira dos Terapeutas Holísticos) sob o número CRTH-BR 0271. Atua na área Holística com Reiki, Terapia de Regressão e Florais de Bach. Mestrado em Reiki Essencial Metafísico e Bioenergético Usui Reiki Ryoho, Shiki, Tibetano e Celtic Reiki. Ministra cursos de Reiki e atende em São Paulo (SP).

E-mail: [email protected]
Telefone: 11 987728173
Site: mtgurgel.wixsite.com/mundoholistico
Skype: tk.gurgel