Energia em Equilíbrio

O que é Yama e Niyama no Yoga?

Active young woman streching and practicing yoga on beach at sunset.
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Muito se fala sobre a filosofia da yoga. Falam que os asanas (posturas) não são apenas o principal e que, por meio da respiração e das posturas, há uma cultura e conhecimento que se expande para a consciência da mente do ser humano. Mas você sabe o que são os Yamas e Niyamas na Yoga?

Yamas são considerados uma espécie de código de ética na Yoga e são compostos de cinco princípios básicos: Ahimsa, Satya, Asteya, Brahmacharya, Aparigraha. Assim, podemos classificar os yamas como sendo uma conduta moral e ética.

Já os Niyamas representam uma base moral na Yoga, uma espécie de conduta disciplinar. São compostos de cinco: Saucha, Santocha, Tapas, Svadhyaya e Ishivara Pranidhana.

Os 5 yamas

Ahimsa: significa a não violência. Aqui o praticante deve ter respeito pela sua vida, por seu corpo, seus pensamentos e também com as outras pessoas. Não agir com violência em pensamento e também fisicamente.

Satya: é a verdade dos pensamentos. É seguir a busca pela verdade e ocupar os nossos pensamentos com a verdade e aquilo que de fato importa.

Asteya: significa não roubar. Não roubar o que os outros têm, como também não ter inveja daquilo que os outros conquistaram. Logo, ele também ensina um dos princípios da yoga que é o desapego. A gente pode viver com menos e melhor.

Brahmacharya: é preciso ter o controle da energia, dos impulsos sexuais. Não é preciso se tornar um celibato, mas saber controlar seus impulsos. Exemplos: comer em excesso e ter vários parceiros. Falta energia para realizar outra atividade.

Aparigraha: aqui é viver com simplicidade. Com menos é possível alcançar a felicidade. Além disso, ter menos sentimento de posse, ciúme, e ir em busca da evolução espiritual.

Os 5 niyamas

Saucha: significa a pureza. Tanto em aspectos físicos como nos emocionais. Por exemplo, não cultivar a raiva é saucha, buscar ter uma alimentação mais saudável é saucha.

Santocha: significa contentamento. É aceitar com serenidade fatos e acontecimentos e não lutar contra eles. É tentar buscar a paz independentemente das situações e não agir como um louco que não tem controle de seus pensamentos.

Tapas: esforço é o significado de tapas. Agir com esforço em nossas atividades. É não desistir diante das dificuldades.

Svadhyaya: buscar o autoconhecimento. Não se contentar com meras informações. Ir a fundo no conhecimento para ampliar os horizontes do pensamento.

Ishivara Pranidhana: devoção e entregar-se ao absoluto esse é o significado deste niyama.


Texto escrito por Angélica Fabiane Weise da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]