Autoconhecimento Terapias

Terapia cognitiva comportamental, o que é?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

O verdadeiro problema não está nas situações, mas sim no que pensamos e sentimos a partir destas situações. Este é o mote principal da TCC ou Terapia Cognitiva Comportamental. Um tipo de tratamento feito por psicólogos que visa tratar o paciente a partir de como ele vê as situações em que se sente ansioso, medroso ou inseguro.

É uma espécie de terapia, na qual os psicólogos estudam ações do paciente em que ele sente dificuldades de interação ou de lidar com o problema e vão fundo no que ele sente ou pensa a partir desta situação específica. Ao contrário de outros tipos de terapias, a terapia cognitiva comportamental estuda o agora e casos reais e corriqueiros, nada de regressões ou descobrir onde tudo foi desencadeado. Afinal, saber como tudo começou provavelmente não será eficaz para quebrar o padrão necessário.

É uma terapia muito indicada para qualquer pessoa que sofra algum transtorno leve de pensamento ou personalidade: crises de pânico, ansiedade, depressão, insegurança e medo, por exemplo.

Imagine a seguinte situação: você deve fazer uma apresentação para uma série de executivos e diretores da sua empresa sobre o relatório de trabalho e ações do seu departamento da empresa. No entanto, você é uma pessoa insegura e ansiosa por natureza, o que já o faz pensar que não irá dar conta, irá gaguejar na hora errada, ficará corado e provavelmente esquecerá tudo que deve dizer, é capaz até de já se visualizar sendo demitido após esta catástrofe. Isso é a forma como você pensa que será a situação. Em seguida estes pensamentos lhe farão sentir medo, ansiedade, insegurança e tristeza. E aí está o real problema: a situação em si não tem nada de alarmante, deveria ser apenas uma rotina de trabalho, mas a forma como você encara a situação (através de pensamentos que desencadeiam sentimentos) cria o problema.

Através da terapia cognitiva comportamental, você consegue quebrar estes padrões de pensamentos negativos, o que quebra também os sentimentos ruins perante esta situação. A terapia o ensina a pensar de forma diferente perante o desafio (cognitivo) e mostra como agir de forma mais satisfatória, nada ameaçadora e sem criar um problema (comportamental).

Ainda seguindo o exemplo acima, após a terapia, o correto seria pensar que mesmo um pouco ansioso e tímido você tem todas as competências necessárias para fazer a apresentação, e mesmo que gagueje um pouco não há problemas, afinal o ser humano erra mesmo. Desta forma, sentiria segurança, confiança e no máximo um pouco de ansiedade natural. A apresentação, que antes era vista como um problema, passa a ser apenas mais uma competência de seu trabalho.

A terapia cognitiva comportamental mostra aos pacientes que os problemas muitas vezes não existem, eles surgem a partir de pensamentos e sentimentos indevidos. Através dela, você é capaz de compreender e corrigir seu padrão de pensamento e treina formas eficazes e corretas de comportamento.


Artigo escrito por Roberta Lopes da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]