Autoconhecimento

Terapia Transpessoal

Mulher branca deitada com os olhos fechados, com uma mão ao lado da bochecha.
NejroN / 123rf
Alline Neto
Escrito por Alline Neto

Eu nunca tinha ouvido falar em Transpessoal nem muito menos no que poderia ser terapia transpessoal, já que nunca tinha feito nenhum tipo de terapia no passado, nem estudado nada, e nem tinha noção de que eu viria a me tornar uma terapeuta transpessoal.

Comecei a estudar pela EDT (Escola de Desenvolvimento Transpessoal de Portugal) sem saber ao certo do que se tratava. Como nada é por acaso, eu vim parar no lugar certo; o que seria a princípio um estudo para minhas questões pessoais, hoje estou no caminho de me tornar uma terapeuta transpessoal, tenho orgulho de dizer esse nome porque ele engloba um processo lindo de ampliação da Consciência, de conexão com a nossa essência, o despertar para a nossa real natureza.

O Transpessoal tem a ver com a alma, com a criatividade, com o Eu Superior, com a intuição. A consulta Transpessoal supõe uma ponte entre a psicologia e a espiritualidade.

Quando falamos de espiritualidade não estou me referindo a uma crença ou a um Deus, estamos falando de dimensões interiores, que vão emergir com a psicoterapia.

Que dimensões são essas?

  • A procura de sentido da vida;
  • A visão do que podemos chegar a ser;
  • A capacidade da nossa Evolução;
  • A capacidade de amar para além dos condicionamentos;
  • A experiência interior de fé;
  • O desapego;
  • A capacidade para sentir conscientemente e saber lidar com nossas emoções;
  • A capacidade de nos distanciarmos de nós mesmos e nos observarmos
  • A capacidade de nos entregarmos às pessoas que amamos ou às causas em que acreditamos.
Mulher branca deitada com os olhos fechados.
Jake Noren / Unsplash

Acredite ou não, tudo isso que eu mencionei acima se refere à dimensão espiritual, à transcendência, ao Transpessoal.

Eu poderia falar sobre uma lista imensa de coisas que emergiram desde que iniciei essa jornada com a terapia, mas já dá para ter uma noção do que esse processo terapêutico traz.

Não há fórmula mágica nem vai ser do dia pra noite, mas aos poucos a vida vai ganhando um sentido mais amplo, além do pessoal, além do que aparentemente achamos ser verdade, além das “cortinas” das “lentes” que usamos mesmo sem consciência para viver, ou melhor, para sobreviver.

O nome Transpessoal se refere à expansão da identidade além ou por intermédio do pessoal, da persona, do ego. Para se chegar a essa expansão de identidade, vamos trabalhar em dois níveis.

1) Ego. Nós só evoluímos, amadurecemos por meio dos nossos medos, conflitos, contradições, mediante uma observação sustentada. O que isso significa? Nessa fase da terapia, vamos mergulhar no nosso interior, observar tudo o que permeia, o que me move e o que bloqueia nossas experiências, quais os condicionamentos, quais os nossos potenciais, nossas belezas…

Você também pode gostar

Não dá para aprofundar neste texto tudo o que engloba essa fase, mas eu poderia resumir da seguinte forma. “Se eu busco o melhor pra mim, pra minha vida, em todos os campos, por que eu não consigo tudo o que quero, já que conscientemente eu busco prosperidade e abundância?

Ou seja, há um trabalho a ser feito nos bastidores da mente consciente e inconsciente.

2) O segundo nível a trabalhar no processo terapêutico é a dimensão Transpessoal ou espiritual. Aliviada a dor no plano pessoal, vamos trabalhar esse nível, que é o objetivo principal da terapia. Para a terapia transpessoal, a causa de todo sofrimento do ser humano é a perda da consciência de sermos Um com o Todo, com a Unidade, com a Origem, com Deus.

Aqui vai meu relato pessoal. Eu encontrei Deus, quando eu parei de procurá-lo, quando eu comecei a recuperar essa consciência de Unidade, algo aqui dentro me tocou ou melhor me recordou de que sou um ser espiritual vivendo uma experiência humana.

Mulher asiática sentada no chão escrevendo num livro.
 Andrea Piacquadio / Pexels

Tudo muda de sentido, e tudo faz sentido, pois fazemos parte de uma Inteligência Universal, estamos todos conectados a ela, isso vai além de todas as crenças.

Neste contexto e com essa tomada de consciência, a ilusão de que estamos separados, isolados de um Deus muito distante desaparece, o vazio e a carência desaparecem, pois nunca estivemos isolados, mas precisamos recuperar isso, e minha indicação é procure a Terapia Transpessoal como um dos meios para a tomada de consciência tão necessária para os dias de hoje.

“No mundo transpessoal, a entrega e a abertura são muito mais importantes do que o controle e a ordem.”

Sobre o autor

Alline Neto

Alline Neto

Meu nome é Alline, sou formada em turismo, e atualmente estudo terapia transpessoal. O termo transpessoal é outra forma de se referir ao “espiritual", porém não se baseia em crenças religiosas, credos ou no seguimento de personalidades supostamente iluminadas. É uma viagem profunda de autoconhecimento e expansão da consciência, levando em conta o ser humano na sua totalidade, mente, corpo e espírito.

É um curso que vem abrindo caminhos internos, antes desconhecidos. Estou trabalhando primeiramente em mim com toda a dedicação, seriedade e profundidade que o curso exige para que eu possa com conhecimento e amorosidade acompanhar pessoas nesta jornada que se chama vida.

A cura está dentro de nós, e o caminho para se chegar a essa cura é o amor, amor consciente, amor que brota da essência do ser. Para despertar esse amor muitas vezes adormecido, precisamos abrir espaço de consciência para que nasça um novo eu. Encontro-me agora num ponto fascinante, traçando minha história, me redescobrindo com muita consciência e leveza, experimentando uma sensação ou missão maravilhosa de partilhar e aprender.

Contatos

Email: allineneto21@gmail.com
Facebook: Alline Neto
Instagram: @allineneto21