Budismo Espiritualidade

Termo budista: Os três tipos de tesouro

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
O termo budista “Os três tipos de tesouro” foi escrito pelo buda Nitiren Daishonin, no século 13, e se refere à visão e às atitudes que devemos ter em nossas próprias vidas.

Numa breve explicação, os três tipo de tesouro são:

1 – TESOURO DO COFRE – representa a riqueza material. O dinheiro é uma condição necessária, mas não suficiente para a felicidade;

2 – TESOURO DO CORPO – representa a saúde e também a capacidade. É muito importante cuidarmos da saúde e estarmos atentos para aprimorar cada dia mais as nossas habilidades. Mas somente este tesouro também não traz felicidade;

3 – TESOURO DO CORAÇÃO – representa os sentimentos mais puros e nobres que desenvolvemos em nossas vidas, como amor, amizade, integridade, justiça, honestidade, entre outros. Podemos dizer que são considerados tesouros do coração tudo aquilo que fazemos pela felicidade dos outros ou mesmo para nos tornarmos um ser humano melhor.

“Manifestar” o tesouro do cofre e o do corpo são muito importantes na vida diária, de acordo com este princípio, porém são causos efêmeros, condições passageiras na vida das pessoas. É de suma importância acumular e manifestar o tesouro do coração em todos os momentos da vida.

Mas como manifestar o tesouro do coração? 

No budismo Nitiren, é possível manifestar a todo momento esse tesouro, por meio da recitação do mantra Nam Myoho Renge Kyo. Podem ser outras meditações e/ou orações à própria escolha.

Na sociedade atual, cujos valores são incertos e até invertidos, os tesouros do cofre e do corpo são sempre evidenciados, seja pela mídia ou pelas pessoas de convívio. No entanto, o tesouro do coração deve ser manifestado e “utilizado” para que a diferença aconteça, de fato, em toda a sociedade.


Escrito por Bruno de Melo da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]