Convivendo

Um amor que soma e não some

Honeymoon couple romantic in love at beach sunset. Newlywed happy young couple holding hands enjoying ocean sunset during travel holidays vacation getaway.
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

São tantos os “tipos” de amor. Por toda a vida passaremos por diferentes experiências, de paixões de verão até amores duradouros. Dele sempre iremos tirar algum aprendizado, refletir e nos conhecer melhor.

O amor é uma grande experiência, traz felicidade e ao mesmo tempo sofrimento, e essa balança que nos faz ver quando algo nos faz bem ou não, quando devemos ou não prosseguir.

O amor

Sentimento nobre o qual temos contato desde o nosso nascimento, o amor permeia a existência humana e é encarado de diferentes maneiras.

O que é certo é que este sentimento é capaz de gerar muitas outras consequências. O amor pode ser confundido, mal interpretado e também muito bem sentido e usufruído.

São diversas as relações em que o amor vira obsessão e cobrança e outras em que ele é harmoniosos e duradouro. Aproveitar o amor depende de entendê-lo bem. A partir do momento em que o sentimento lhe faz crescer e lhe proporciona bem-estar, mais do que momentos de preocupação e tristeza, ele vale a pena.

Não adianta entregar os pontos, como já dito, amor machuca sim mas o outro lado tende a ser muito mais bonito e gostoso de viver.

Satisfação

Um sentimento verdadeiro envolve a preocupação com o outro, desejar o bem-estar e demonstrar isso nas atitudes da convivência. Um amor sincero é um amor presente.

Independentemente da distância em que se encontram os amantes, a presença pode ser percebida por muitos outros jeitos. Pode-se sentir o carinho de longe.

Participar da vida de quem ama é querer saber como ele está, é oferecer ajuda, é proteger e acolher. As conquistas serão sempre compartilhadas, as derrotas também. Os desejos serão motivos para lutar juntos, o carinho e apreço vêm como consequência.

De nada adianta se entregar a uma relação em que só você se doa.

É necessário, portanto que o sentimento seja reciproco. Para que tudo siga bem, os dois lados devem estar juntos por inteiro, dispostos a enfrentar os desafios juntos.

A certeza

Tenha a certeza de viver um amor verdadeiro quando ele lhe proporcionar crescimento. Conviver com outra pessoa, seja ela namorado, amigo ou familiar, exige lidar com comportamentos e pensamentos diferentes dos seus, faz com que tenha que mudar algumas coisas em você mesmo e ajudar os outros a mudar também.

Assim como o carinho e cuidado, o aprendizado deve ser mútuo. Procure alguém que lhe ensine coisas novas, saiba, com cuidado, apontar seus erros e lhe ajudar a resolvê-los. Não aquele que simplesmente crítica e some, o verdadeiro amor aponta o erro e auxilia em seu conserto, quer estar junto para melhorar junto e fazer da relação uma adição de qualidades e boas sensações.

Não deixe que a insistência tome conta de você quando perceber que o sentimento não vale mais a pena, levar para frente algo que só te subtrai e consome suas energias não faz bem para nenhum dos lados. Por quanto mais tempo isso se prolongar, mais difícil se torna finalizar e partir para outra. Seja sempre corajoso, autoconfiante e busque aquilo que te faz realmente bem e te faz sempre, melhor do que ontem.


Texto escrito por Júlia Zayas da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]