Espiritualidade Umbanda

Umbanda: mix de culturas

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
A Umbanda é caracterizada como uma religião essencialmente brasileira, já que foi criada graças à junção entre elementos presentes em demais religiões, como é o caso do espiritismo e catolicismo. E isso não é tudo: esse mix de culturas também conta com elementos da cultura tanto indígena quanto africana. O significado da palavra umbanda, por sua vez, é um derivado de “u’mbana”, que nada mais é do que “curandeiro” em quimbundo, idioma falado na Angola.

Nessas reuniões, os participantes desenvolveram a religião por meio de danças e cânticos que significavam o louvor aos deuses que acreditam. Por outro lado, a incorporação de espíritos também faz parte da religião.

O culto dos umbandistas, por sua vez, é realizado em locais chamados de templos, centros apropriados para esses encontros, ou nos famosos terreiros. Os praticantes, no caso, tocam instrumentos musicais, como o atabaque e, ainda, entoam uma série de cânticos como homenagem para seus deuses.

No que diz respeito às características presentes nessa religiosidade, devemos destacar que o culto dos umbandistas é muito similar com o que é presente no candomblé, já que os cantos, trajes e outras características são bem similares um ao outro. Porém, muitas são as diferenças encontradas entre as duas práticas, principalmente no que diz respeito às crenças particulares de cada um dos grupos. Os praticantes de umbanda, por sua vez, voltam a sua adoração para o panteão Exu, que é um famoso deus da mitologia ioruba e também à Santíssima Trindade Católica.

A umbanda é uma religião que junta conceitos religiosos e filósoficos.

Algumas crenças

Muitas são as crenças acerca dessa religião ainda não tão disseminada em território brasileiro. Conheça um pouco mais sobre as práticas e crenças mais famosas entre os praticantes de umbanda.

  • Em primeiro plano, eles acreditam na existência de um único Deus, também onipresente. Seu nome é Oxalá, Olorum ou Zambi, o que depende da própria tribo de umbanda;
  • Acredita-se em guias e demais entidades espirituais, assim como em divindades, que por eles são chamadas de orixás;
  • Para o ser humano adepto às práticas de umbanda, a alma nunca morre;
  • Por outro lado, crê-se bastante na vida dos antepassados e como elas podem influenciar nos dias atuais;
  • Um fator bem complexo na religião umbanda é o que diz respeito à “lei de causa e efeito”. Todo o bem que é recebido pelos umbandistas é pago tanto com a prática do bem como do mal, o que é determinado por meio da justiça divina;
  • Além disso, fatores como o carma e a reencarnação também são da crença da religião umbanda.


Por fim, devemos destacar que os umbandistas também se baseiam em práticas básicas no que diz respeito aos valores humanos, como é o caso da caridade, fraternidade e respeito.

Imagem: http://www.tendadeumbanda.org/ckfinder/userfiles/images/Umbanda%20Suzano.jpg

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]