Espiritualidade

Umbanda: o que é de verdade?

Érica Galli
Escrito por Érica Galli

Tanta gente diz tanta coisa sobre a umbanda, uns dizem que é boa e outros que é ruim… Mas, o que é afinal? É uma religião brasileira, que traz em si muito do culto de nações praticado na África e trazido ao Brasil pelos africanos. Não é igual ao Candomblé, como muita gente se confunde, são religiões bem diferentes, embora as duas cultuem os sagrados Orixás, usem branco e guias de diversas cores (colares).

A umbanda cultua Deus, assim como em todas as religiões cristãs, cultua também os orixás e os elementos da natureza (o mar, a mata, etc). A verdadeira Umbanda JAMAIS faz sacrifícios animais para nenhum fim, se disser que faz, pode ser qualquer outra coisa, mas não é umbanda! Seria no mínimo contraditório, cultuar a natureza, a vida e oferecer a morte! A Umbanda respeita todos os seres, desde o mais pequenino até o mais forte e feroz! Somos todos filhos do pai Olorum!

Hand of the statue of Iemanja shot againt cloudy sky A umbanda se assemelha bastante ao catolicismo, orações, cantos, imagens, fazem parte de seu ritual. Porém, diferente do primeiro, os umbandistas acreditam na vida após a morte, na comunicação com os espíritos, na reencarnação, entre outras coisas. As oferendas (doces, frutas, café, vinho, etc) ao contrário do que muita gente pensa, não são para as entidades que baixam no terreiro, e sim para a pessoa que está sendo tratada.

Uma vez que estamos no mundo físico, precisamos de coisas físicas para o tratamento espiritual, por isso, as entidades subtraem dos elementos das oferendas, os fluidos necessários para fazer o nosso “remédio” no astral. A entidade de luz, não tem o vício da bebida ou do cigarro, se isso ocorrer, ou a entidade não é de luz, ou é o médium quem é viciado e desta forma a entidade de luz se afasta também. Nos trabalhos de umbanda, muita cura física, mental e espiritual é realizada, os pretos velhos com sua simplicidade não deixam transparecer, mas são exímios magos brancos, desmancham feitiços como ninguém! Os caboclos são conhecedores da magia das ervas e trabalham muito na cura das doenças, etc.

Umbanda não tem meio termo, ou você é ou não é. Quem conhece a umbanda de verdade, ama! Quem não conhece, deveria conhecer para pelo menos deixar o preconceito de lado. É muito triste ver as pessoas julgando mal aquilo que sequer conhecem. Nenhuma religião em si é má, todas possuem um único propósito: nos aproximar de Deus! Mas, são algumas pessoas que deturpam as crenças para favorecimento próprio. Todas são boas e cada uma está de acordo com o nível vibratório e de entendimento de seus fiéis. Muita luz a todos!

Sobre o autor

Érica Galli

Érica Galli

Natural de Amparo-SP, mora em Pedreira SP.

Graduada em Enfermagem (Trabalhou por quatro anos em um Posto de Saúde da Família na cidade de Pedreira).

Terapeuta Holística há cerca de seis anos, trabalha com diversas modalidades presenciais ou via Skype, entre elas:

- Psicoterapia Holística, Terapia de Vidas Passadas, Homeopatia, Florais de Bach e St. Germain, Ayurveda, Reiki Usui e Xamânico, Fitoterapia, Cromoterapia.

Estudiosa dos assuntos relativos a Espiritualidade, Metafísica, Poder da mente, entre outros há mais de dez anos.

Mantém o projeto “Terapia Solidária”, o qual visa levar atendimento terapêutico de qualidade a pessoas que precisam ou tem vontade de conhecer os métodos, porém não possuem condições financeiras para o custeio das sessões. O projeto dá nome a página do Facebook, que contem matérias sobre diversos assuntos relacionados a saúde e espiritualidade.

Telefone: (19) 9.9184-7564 via Whatsapp (para agendar atendimento e para tirar dúvidas relativos ao mesmo)
E-mail: [email protected]
Facebook: Terapia Solidária