Autoconhecimento Coaching Convivendo

Vida plena e simples: um guia óbvio que todos conhecemos, mas não aplicamos

Amanda Magliaro
Escrito por Amanda Magliaro
Tem se sentindo triste ultimamente? Descontente com a sua vida? Sentindo que ninguém te entende, ou melhor, se sentindo triste por ninguém ser capaz de adivinhar seus pensamentos? Bom, a realidade é uma só: até então não sabemos como transformar os outros em um dos mutantes dos X-Men, mas podemos mudar alguns comportamentos óbvios para melhorar essa situação! Lembrando que o óbvio, muitas vezes, por ser tão evidente, precisa ser constantemente relembrado, e eis o motivo desse texto.

Está com saudades? Diga!

Saudade deve ser um sentimento que brasileiro sente mais do que qualquer um, já que inventou até uma palavra para poder expressar a dor que é sentir a falta de alguém. Pois então, se está com saudades, diminua o som do seu orgulho e deixe falar a voz do coração. Quem sabe, assim, o reencontro não será ainda mais rápido do que o previsto.

amigos

Quer sair com alguém? Convide!

A não ser que você entre num modo Ana Carolina só querendo saber em qual rua a sua vida vai encostar na da pessoa que você gosta, você precisa tomar medidas drásticas para chamar alguém para sair! Seja um parente ou alguém que você goste, o esforço não é grande, o convite pode ser feito pessoalmente, você pode ligar ou até enviar uma mensagem. E como diria minha mãe, arrisque! O “não” você já tem.

Quer que as pessoas te entendam? Expresse seus sentimentos!

Da mesma série: “ninguém é um X-Men”, ninguém é capaz de ler seus pensamentos, por isso, você precisa explicar o que sente. É claro que falar é fácil, mas é preciso colocar na balança o que está pesando mais: o medo de falar ou a dor que essa situação está te proporcionando. Ninguém resiste à sinceridade e à pureza de alguém que está abrindo o coração, porque quem opta por essa atitude não quer machucar ninguém, só quer aliviar o peso que existe em suas costas, e, sinceramente, não há nada de errado nisso.

Não entendeu algo? Pergunte!

Seu professor, com certeza, sempre te disse isso: não leve dúvidas para casa! Pois bem, não leve dúvidas para casa, e o melhor é sempre perguntar na hora. Não tem nada pior do que não entender algo, ficar na dúvida, e depois ter que abordar o assunto — que você já não entendeu muito bem — de alguma forma, só para tentar esclarecer o que não ficou claro. Por isso, deixe a vergonha de lado e pergunte! A verdadeira vergonha está no não saber.

mulher

Não gostou de alguma coisa? Diga!

Gosto de acreditar que a essência humana é boa, por isso, dificilmente alguém faz algo por mal. Mas, às vezes, machucamos os outros sem perceber, afinal, ninguém é perfeito. Dessa forma, se você não gostar de algo, diga! Não precisa ser necessariamente na hora porque tudo tem hora e lugar, porém, não deixe suas mágoas para depois. Um relacionamento harmonioso só acontece quando é construído à base da sinceridade.

Quer alguma coisa? Peça!

Infelizmente, o mundo não é como a sua mãe que sempre parece saber o que você quer. Se queremos algo, precisamos pedir por isso, e essa é uma tarefa um pouco difícil, já que exige humildade. Não tem nada de errado em querer algo, em pedir, porém, é sempre bom lembrar que devemos ser justos, e nunca nos esquecer de um dia ajudar quem nos ajudou, ou espalhar a mesma semente da mudança por aí.

Ama alguém? Diga!

Dizem que tudo em excesso faz mal, confesso que isso até tem a sua verdade. Mas amor, aquele tipo de amor em que só desejamos o bem, esse nunca é demais! Espalhe amor, diga “eu te amo”. É incrível como essas palavras são bem recebidas por aqueles que entendem seu valor.

O guia é evidente, e é todo baseado na arte da comunicação. A verdade é que você já sabe de tudo isso, mas às vezes é preciso que alguém nos abra os olhos para o óbvio. É quase como se olhar no espelho: você sabe quem você é, mas só quando repara bem, consegue ver o quão linda e encantadora é. Por isso, se olhe no espelho, aplique o óbvio e seja plena.

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Amanda Magliaro

Amanda Magliaro

Redatora e tradutora, me apaixonei pela vida desde que aprendi a enxergar tudo o que ela tem para oferecer. Existem aquelas pessoas que nunca conseguiram encontrar seu caminho, até o próprio caminho decidir ir ao seu encontro, eu fui uma delas.

Num mundo cheio de possibilidades, escolhi acolher todas quando comecei a escrever. A busca por ser alguém melhor e mais feliz, e a chance de poder auxiliar uma pessoa que seja através da magia das palavras é o que significa para mim ter meu sonho se realizando todos os dias.