Comportamento Convivendo

Vinculação afetiva e desenvolvimento da criança

Menina pequena com cabelo preso e usando uma mochila nas costas, de mãos dadas com uma mulher. Elas estão andando, e de costas para a câmera.

Como mamíferos sociais, os seres humanos, desde o início da vida precisam de afeto para um desenvolvimento correto, é por isso que desde a primeira infância o procuramos instintivamente, mas quando uma criança não o tem, ela também o procura desesperadamente, porque não é um capricho, é uma necessidade tão importante ou até mais do que a própria alimentação.

Aqui estão duas questões importantes: por que o desenvolvimento e em que consiste essa afetividade de que estamos falando?

Criança pequena andando de mãos dadas com um homem e uma mulher. A criança está no centro, e todos estão de costas para a câmera.
Pexels/freestocks.org

Em muitos casos, associamos o termo desenvolvimento ao crescimento físico. Nesse caso, estamos nos referindo ao desenvolvimento emocional e psicológico, que afeta diretamente o desenvolvimento cognitivo da criança. A afetividade é fundamental para a formação de uma personalidade, caráter e capacidade de pensar livremente.

Desse modo, a criança consegue ter um caráter seguro, baseado na autoconfiança, na observação e na análise.

O que conseguimos com isso?

Crianças com capacidade de tomar decisões diante de todos os desafios que surgem.

Por que falamos de afetividade?

Embora a assimilemos como algo normal, embora acreditemos que somos afetivos com as crianças, esse nem sempre é o caso. Primeiro, porque não entendemos o que esse conceito abrange. Depois o confundimos com uma carícia, com um minuto de atenção dispersa ou com um abraço matinal. São demonstrações de afeto, espontâneo ou forçado no momento.

Você também pode gostar

A afetividade não é composta de momentos isolados, é um hábito na maneira de se comportar e de agir dos pais, que inclui carinho e amor, sim. Mas também atenção, reforço positivo, proximidade, interesse e aceitação.

Afetividade é vínculo. Isso nos leva a criar a esfera em que para a criança e seus pais é normal comunicar e validar as emoções da criança; onde existe lugar para expressar preocupações, atenda às suas necessidades básicas afetivas e emocionais.

Mas quais são as consequências da falta de vínculo emocional?

A criança cresce com a necessidade de ser validada nas ações que realiza, seja na escolha de um jogo, decidindo quais cores usar em seus desenhos, aumentando sua importância à medida que cresce. Ela precisa conformar suas decisões, por menores que sejam. Isso nos leva à necessidade de agradar a um ou a ambos os pais. Porque ela precisa se sentir importante, destacar-se, chamar a atenção.

Porque os pais são sua figura de referência e, ao mesmo tempo, as pessoas de quem ela espera e precisa desse vínculo afetivo.

Isso tem um impacto negativo em seu caráter, personalidade e também no modo como ela se comporta, uma vez que a validação e a necessidade de cumprir uma expectativa (em muitos casos, imposta por ela mesma), a torna insegura e isso leva à limitação.

Que tipo de limitação?

A ansiedade e o estresse emocional gerados pela falta de vínculo emocional limitam sua visão do mundo e a maneira de se relacionar com ele; desenvolvendo um sentimento de incapacidade que transporta a todas as áreas de seu crescimento e desenvolvimento, bloqueando sua criatividade, capacidade de questionar, interesse em coisas novas ou a criação de seus sonhos. Porque tudo isso implica que o medo se tornou um de seus melhores amigos.

Bebê sentado na frente de uma mulher. A mulher está inclinada para frente em direção ao bebê, que encosta uma de suas mãos na bochecha da mulher.
Pexels/Daria Shevtsova

Como adultos, como pais, é nossa responsabilidade conhecer essa afetividade e cultivá-la diariamente. Compreender a relevância de corrigir hábitos de estresse social e falta de tempo; substituindo-os por um tempo de qualidade com as crianças. Porque desta vez essa conexão é necessária para que no presente o melhor amigo de seu filho seja a educação afetiva e, no futuro, a autoconfiança.

Yolanda Castillo

Escuela Integral para el desarrollo humano.

Sobre o autor

Escuela Integral para el desarrollo humano

Escuela Integral para el desarrollo humano

A EIDH é uma escola online, internacional, bilíngue, com um sistema educativo e metodologia própria, que está a um clique de distância de você.

Nasce com o objetivo de implementar um novo sistema educativo em formação profissional e desenvolvimento pessoal.

Como escola nos caracterizam cinco fundamentos: profissionalismo, rigor, experiência, transparência e compromisso. Eles nos permitem atingir os objetivos educativos e nos posicionar em destaque no mercado.

Após uma longa carreira de 18 anos trabalhando em consulta e proporcionando formação e cursos em diferentes áreas da medicina holística e crescimento pessoal, em outubro de 2019 abre suas portas para dar início a uma nova etapa.

Etapa esta na qual hoje mais do que nunca acreditamos na educação como princípio e fundamento de tudo. Confiamos nela como a base dos estudos, como um fundamento constante e necessário em cada uma das etapas vitais de crescimento, desenvolvimento emocional e pessoal. Assim, levamos a educação para várias áreas principais, nas quais fornecemos estudos pioneiros. Para isso, temos as melhores escolas e câmpus formativos com ofertas educacionais adaptadas a cada aluno, revolucionando a educação e o ensino com cada um deles:

- Campus Medicina Natural
- Campus Terapias Integrais EIDH
- Escuela Maternar
- Escuela Despierta Mujer

Como equipe temos o objetivo de proporcionar sempre o melhor conteúdo, com base em investigação, estudo e dedicação.

Roberto Castillo

Confio na capacidade que tem o ser humano para acionar mudanças em sua forma de ser, estar e sentir.
Todos nós, sem exceção alguma, temos qualidades para consegui-lo.​
Porém, o verdadeiro desafio é encontrar o que mudar e como o fazer para obter os benefícios que o indivíduo deseja em seu crescimento pessoal, em sua saúde emocional e bem-estar físico. Este é o meu trabalho: acompanhá-lo na procura da origem dos processos emocionais e fisiológicos, que o impedem de fazer mudanças para atingir seu máximo potencial. Porque o importante não é adormecer o problema ou a situação que o limita, mas sim encontrar a origem emocional para que o indivíduo possa obter os benefícios necessários.
Tudo tem relação com:​
Encontrar a origem
Desbloquear emoções
Ganhar consciência

Eu sou Roberto, naturopata e psicoterapeuta especializado no acompanhamento de processos pessoais relacionados com a saúde e crescimento pessoal. Investigador em neurociências e formador em diferentes câmpus da EIDH.

Com o meu acompanhamento em consultas, desde o ano 2003, ajudei milhares de pessoas em Portugal, Espanha, Suíça e França a superarem obstáculos emocionais, patologias do foro psicoemocional e cognitivo, que as impediam de desfrutar de um bom estado de saúde para atingir objetivos profissionais e pessoais.

Nos últimos oito anos, formei um número enorme de alunos, facilitando o acesso a terapias e técnicas que permitiam a eles se autoajudarem, se descobrirem, trabalharem suas questões emocionais; tudo desde a origem: a emoção.

E tudo isso por meio de terapias que permitem o desenvolvimento da autoconfiança, segurança, força interior e autoconhecimento.

Em resumo, que permita o indivíduo viver de forma consciente. Porque viver o dia a dia de forma consciente possibilita a você decidir de forma responsável e segura. Descobrir-se a cada dia e deixar de “lutar” com limitações e obstáculos psicoemocionais. Gosto de desafios e de trabalhar com pessoas que desejam verdadeiramente encontrar respostas para modificar seu estado atual. Quando se trabalha com algo tão especial e profundo, como a “origem emocional”, em que o profissionalismo e a empatia são fundamentais, é possível conseguir que qualquer um mude sua própria vida.

Yolanda Castillo

Acredito na qualidade “criadora” da mulher como princípio de mudança e transformação, em todos os âmbitos. Todas somos únicas, é por isso que TODAS temos a capacidade de descobrir nossas qualidades. Porém, o verdadeiro desafio é despertar, descobrir quais são suas qualidades, o que deseja criar e cocriar com elas e quais são os passos necessários para atingir seus objetivos pessoais, em qualquer âmbito. Este é o meu trabalho, acompanhar você para que encontre sua “bússola” central e caminhe com firmeza em direção aos seus objetivos: pessoais, emocionais e profissionais.
Porque o que faz a diferença não é se camuflar, mas sim desconstruir as ideias e os preconceitos sobre si mesma para criar sua verdadeira identidade como mulher.

Eu sou Yolanda, terapeuta especializada em saúde feminina integrativa e acompanhamento psicoemocional de maternidade. Formadora, escritora e codiretora da EIDH (Escola Integral para o Desenvolvimento Humano).
Com os meus acompanhamentos e consultas, ajudei um número expressivo de clientes na Espanha, Portugal, Canadá e América Latina a descobrirem padrões de atuação antigos e encontrarem a raiz emocional dos bloqueios que os impediam de atingir seus objetivos. Como formadora, facilito ferramentas-chave de autoajuda e autoconhecimento para que você possa compreender suas raízes como mulher:​

Compreender seu processo pessoal, quebrar antigos padrões, encontrar a raiz emocional, valorizar-se para criar uma nova maneira de ser e estar. ​Gosto de trabalhar com mulheres aventureiras que queiram se arriscar e fazer a diferença. Sou uma mulher empática, e quando trabalho com mulheres comprometidas elas conseguem transformar qualquer aspecto de sua vida.

Contatos:
Email: [email protected]
Site: eidh-escolaintegral.com
Facebook: facebook.com/EIDH.escuelaintegral
Instagram: @escuela.integral_eidh/