Energia em Equilíbrio Vídeos Yoga

Yoga na Web: entrevista com o professor Carlo Guaragna

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
O Yoga começou a se tornar conhecido no Brasil de uns anos pra cá. Relaxamento, posturas, meditação e autoconhecimento fazem parte dessa prática. É possível afirmar que a tecnologia ajudou a difundir ainda mais o Yoga no país.

Existem muitos professores que mostram um pouco de sua prática pessoal, aulas e conhecimento por meio da internet. Um desses profissionais é Carlo Guaragna, de Porto Alegre. Ele tem um canal no Youtube que fala de Yoga, posturas e muito mais.

Conversamos com Carlo e ele nos contou um pouco de sua vida e o que o Yoga representa pra ele. Confira a entrevista!

Eu sem Fronteiras – Me fale um pouco de você, onde nasceu, mora, o que gosta de fazer:

Carlo Guaragna: Nasci em Porto Alegre (RS) e moro aqui desde então. Gosto de fazer muitas coisas. Uma das que mais me fascina e envolve é o meu próprio “trabalho”, que fica entre aspas justamente por eu não interpretar o que faço como a etimologia da palavra propõe. Além de trabalhar, gosto muito de estar com os amigos e saber que tenho pessoas com quem posso contar. Aprecio praticar Yoga, surfar, jogar beach tennis, ficar em casa, ler, comer comida boa e viajar.

Eu sem Fronteiras – Como iniciou o interesse pelo Yoga?

Carlo Guaragna: O interesse pelo Yoga foi muito tímido em mim desde os 16 anos, quando visitei a primeira escola para praticar e, infelizmente, não iniciei as práticas, talvez por não ter nenhum amigo engajado na proposta e nenhum incentivo maior. Com a força de um interesse quase que desinteressado, me matriculei para praticar aos 20 anos e nunca mais parei, hoje com 27 me arrependo de não ter iniciado com 16. Ao contrário de muita gente, não procurei o Yoga para alguma coisa, busquei simplesmente porque eu tinha curiosidade.

Eu sem Fronteiras – Onde fez a sua formação?

Carlo Guaragna: Fiz minha formação na Casa Bela Vista, uma escola aqui em Porto Alegre onde aprendi tudo o que sei e continuo aprendendo diariamente. Dou aulas desde 2013, mas me formei efetivamente como instrutor em 2014.

Eu sem Fronteiras – Como surgiu a ideia dos vídeos no Youtube?

Carlo Guaragna: Os vídeos surgiram com a ideia de transmitir ao maior número de pessoas possível um conhecimento prático de como melhorar a qualidade de vida, bem estar, em suas próprias casas. É uma forma de disseminar o que fez com que a minha vida mudasse para melhor, não só com meus alunos presenciais, mas com uma rede muito maior.

Eu sem Fronteiras – O que mais aprendeu com o Yoga?

Carlo Guaragna: Pergunta difícil! Até porque tudo que eu sou, aprendi através da prática. Posso dizer que o que eu mais aprendi é que podemos ser melhores do que pensamos, em todos os sentidos.

Eu sem Fronteiras – Qual o maior desafio encontrado no Yoga?

Carlo Guaragna: O maior desafio encontrado no Yoga é fazer com que as pessoas entendam o seu verdadeiro valor.

Eu sem Fronteiras – Hoje muitas pessoas se interessam pelo Yoga, mas algumas vezes ele acaba sendo visto como uma mera ginástica. E a gente sabe que tem toda uma filosofia por trás. Como você tenta passar essa questão para os seus alunos?

Carlo Guaragna: Este é o maior desafio, retirar uma imagem caricata do Yoga, de ginástica ou alongamento, e enquadrá-lo como filosofia de vida na cabeça do aluno, como algo que demanda disciplina, envolvimento, força de vontade, onde os resultados são notáveis ao longo da caminhada, mas a meta só é alcançada após muitos anos de prática. Desde a primeira aula eu comento com os alunos, questionando: “Quem sabe pra que praticamos?” Nunca ninguém sabe (risos). Mas já esclareço desde então que a prática é mental, tem como objetivo a meditação.

Eu sem Fronteiras – Qual a maior recompensa em trabalhar e viver com o Yoga?

Carlo Guaragna: Essa é por si só a maior recompensa: trabalhar e viver permeado por esta filosofia.

Eu sem Fronteiras – Fique à vontade para escrever algo:

Carlo Guaragna: O Yoga é uma filosofia de vida, é um sistema de concepção da vida, de interpretação da existência. Uma filosofia que melhora a sua forma de se alimentar, de se relacionar, de enxergar os fatos, de se enxergar. É um ponto de vista, um prisma do qual a vida se apresenta de uma forma simples e descomplicada. É muito mais do que prática, do que sádhana, é filosofia de vida, para a vida.

Veja um de seus vídeos:


  • Entrevista realizada por Angelica Weise da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]