Saúde Integral

5 benefícios de não comer carne vermelha

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Em busca da saúde perfeita, várias dietas aparecem na internet prometendo benefícios para o organismo. A dúvida é qual delas realmente funciona. A melhor ideia sempre é se consultar com um nutricionista ou um especialista da área da saúde, para que possa fazer exames e identificar qual o tipo de alimentação pode ser boa para o seu organismo. Mas, o que você pode fazer é pesquisar sobre quais alimentos podem fazer bem ou não para você. Um desses alimentos que é muito debatido se vale a pena ou não manter na dieta é a carne vermelha.

Seja por questões de dieta, ou por questões ideológicas, o vegetarianismo tem uma boa quantidade de adeptos. Eles defendem que eliminar a carne vermelha do cardápio pode trazer diversos benefícios. Veja cinco deles que são muito comentados pela internet:

1 – Detox e emagrecimento

De acordo com informações sobre a “Dieta Flex”, diminuir o consumo de carne e aumentar o consumo de vegetais faz com que o organismo acumule menos toxinas, o que, consequentemente, ajuda no emagrecimento.

2 – Inchaço e celulite

Dependendo da sua alimentação, você pode não ter enzimas suficientes para quebrar moléculas de proteínas, principalmente da carne vermelha e do leite. Com isso, o trabalho do rim fica dificultado e pode causar inchaço e também celulite.

3 – Fertilidade

Para as mulheres que planejam ter filhos, eliminar a carne vermelha pode ser uma boa ideia. Alguns alimentos como a carne, refeições industrializadas e carboidratos refinados podem afetar negativamente a fertilidade.

4 – Menos gordura

Gordura demais pode fazer muito mal para o organismo. Uma das formas mais fáceis de eliminar o excesso dela é comendo menos carne vermelha. Diminuir a frequência de consumo para apenas dois dias por semana já pode dar uma boa diferença na saúde.

5 – Diminui o risco de algumas doenças

Mudar os hábitos alimentares cortando a carne vermelha e aumentando os vegetais pode ajudar na prevenção de doenças cardiovasculares, diabetes e até mesmo alguns tipos de câncer.

Essas informações alimentares foram tiradas da internet com base em dietas que visam a diminuição do consumo de carne vermelha, porém, antes de mudar radicalmente seus hábitos alimentares, sempre recomendamos que se consulte com um nutricionista e com um especialista da área de saúde.


Texto escrito por Ricardo Sturk da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]