Convivendo

A realidade não é a mesma para todos

Mulher sentada próxima de um lago.
Andre Furtado / Pexels
Escrito por Vital Frosi

Amados! Levando em conta que o grau de consciência não é o mesmo entre todos os Espíritos encarnados no atual momento da Terra, é natural que cada um tenha a sua própria versão da realidade. Cada um vê e entende por meio da sua ótica de compreensão, e também de acordo com aquilo que experienciou nesta longa jornada da vida.

Levando em conta apenas um dia, já podemos observar que não há duas pessoas neste Planeta que sintam, vejam e vivam exatamente as mesmas coisas; as mesmas emoções; que tenham a mesma compreensão de tudo e a todo instante, e também que sintam as mesmas dores, as mesmas alegrias e que tenham os mesmos pensamentos durante as 24 horas.

E então vamos considerar isso durante um mês inteiro. Durante um ano! E durante uma existência que corresponde a várias décadas! Vamos além: quantos já têm centenas de encarnações aqui na Terra! Inclusive, muitos têm mais de mil!

Cada ser humano encarnado possui a sua própria consciência, que é construída encarnação após encarnação; ano após ano; dia após dia; minuto após minuto! Então como poderia haver duas consciências iguais? O grau de entendimento não poderia ser o mesmo, pois isso é impossível.

Sendo a Terra uma escola de almas, as lições seguem uma linha-mestra que serve ao coletivo, mas a forma como cada um aprende tais lições, são sempre de acordo com as escolhas e as decisões de cada um. E, dessa forma, formam-se as individualidades. Somos indivíduos. A própria palavra define bem o termo e a situação de cada ser humano.

A liberdade de ação e o livre-arbítrio nas escolhas determinam os caminhos e os resultados. Mas o objetivo segue sempre um Plano coletivo de todos os Espíritos que estão neste Planeta, que é a experiência numa consciência limitada, no ponto mais distante possível da Fonte, e que, após cumprir todos os propósitos, fazem a sua ascensão e seu retorno às suas versões mais elevadas de alma.

Mulher branca e loira de olhos fechados no meio de folhas.
lensinkmitchel / Reshot

Estamos agora num momento de avaliações do coletivo da Terra. É um Final de Ciclo em que nos é proporcionado a oportunidade de uma ascensão em massa. A estimativa é que um terço da humanidade esteja pronta para fazer a sua ascensão para um Mundo de Regeneração, ou seja, deixar para trás o Mundo de Expiações e Provas, e também as condições de vida limitadas, nas quais a dor e os sofrimento estiveram presentes em todas as existências.

Então, após incontáveis idas e vindas neste Planeta de Terceira Dimensão, estamos aqui na última encarnação na dualidade. Aproximadamente 7.5 bilhões de almas têm agora a grande oportunidade de subir um degrau na escada que nos leva de volta para casa. Embora dois terços não estejam prontos, ainda assim é grande o número de aprovados.

Não haverá uma banca examinadora para fazer a triagem da humanidade. O que determina a aprovação ou não da ascensão é o grau de consciência individual. Não haverá engano nem a possibilidade de erro. Quem está pronto, sobe! Quem não está, vai precisar de mais tempo. Só que a Terra não pode esperar, pois ela também está fazendo a sua ascensão, ou seja, a Transição para uma categoria de mundo mais elevado, deixando de pertencer à Terceira Dimensão para subir à categoria de Mundos de Quinta Dimensão.

Haverá então a necessidade do exílio desses dois terços da humanidade. Eles precisarão ir para Mundos ainda de 3D, onde poderão continuar o aprendizado até que possam atingir a consciência mais elevada, condizente com aqueles que fazem a sua ascensão agora. Exatamente como aconteceu aos Exilados de Capela, há muito tempo!

Então aqui estamos nós, vivenciando este momento único do Planeta Terra! Que grande acontecimento é esse! Que grande oportunidade está sendo oferecida a todos, mesmo para aqueles que escolheram não fazer a sua ascensão! É uma festa comparada ao final de Curso, quando os aprovados recebem o seu diploma na sua formatura. Há muita alegria de um lado, mas há também tristeza da parte que não conseguiu a aprovação.

Você também pode gostar

A expectativa antes dos resultados finais é normal. Alguns se perguntam: serei eu um dos aprovados? Outros ainda se questionam: será que vai dar tempo? E há os que desdenham de tudo, pois não acreditam naqueles que estão prontos. Analisam de acordo com aquilo que aprenderam, e essa limitação não permite avaliar aquilo que não sabem.

Avaliar aquilo que não se compreende coloca as pessoas em níveis de realidade diferentes. Como a palavra bem define, realidade é aquilo que é real para cada um. Se cada um está num nível de aprendizado diferente dos outros, é natural que cada um viva e sinta de uma forma diferente, e é aí que começam as divergências que tanto se observa atualmente.

Vemos então tanta discussão sobre qualquer assunto, como nunca se viu antes! Cada um querendo fazer valer a sua opinião, a sua forma de entendimento e de acordo com a sua forma de interpretar cada coisa. Cada um defendendo a sua verdade, pois acredita realmente que é a única verdade.

O grande choque que muitos ainda terão nos dias vindouros será exatamente o choque da realidade. Todos descobrirão que há outras verdades. Descobrirão que a sua verdade era apenas uma parte da verdade, justamente a parte que estava de acordo com a sua interpretação, baseada nas experiências individuais vividas ao longo de sucessivas encarnações.

Cada um vai reconhecer que a verdade absoluta nunca existiu, pois ela está de acordo com a forma de entendimento e interpretação que cada um aprendeu por meio das lições durante todos os momentos e em todas as existências. Portanto cada um vê por meio de um determinado ângulo de avaliação. E se ninguém tem a verdade absoluta, ela está fragmentada em cada consciência humana.

Discutir a tua verdade é uma grande perda de tempo. Ela é importante somente para você, pois os outros também têm a sua verdade. Cada um tem a sua realidade, e esta é a palavra ideal: REALIDADE! Não há duas realidades iguais, mas há muitas verdades em fragmentos que se somam a uma verdade maior, tão abrangente que ainda não se pode dimensionar, não antes da ascensão de cada um.

Mulher branca balançando o cabelo.
Bruno Salvadori / Pexels

A forma como cada um expõe a sua parte da verdade é o motivo que causa tantos desentendimentos atualmente. A consciência humana se alarga e começa a observar coisas que antes não observadas. Essa nova visão faz com que cada ser humano deseje impor a sua verdade aos outros. Ao não reconhecer que o outro também está vendo além dos olhos de antes, acredita-se ser o único portador da novidade.

Discussões desnecessárias acontecem cada dia mais e mais. Além de serem inúteis, ainda trazem desentendimentos, ressentimentos e separações que podem ser irreversíveis. Criar situações que exijam resgates depois pode fazer ser tarde demais. Não há mais tempo! Agora é o momento tão esperado após a longa jornada na dualidade. As lições foram ensinadas a todos. Foram aprendidas de acordo com o entendimento de cada um. O que realmente importa é como o aprendizado será utilizado agora. É a tal da receita do bolo: todos podem tê-la, mas cada bolo terá uma característica individual, pois cada um vai fazer à sua maneira.

Não exija que o outro pense como você. Não exija que o outro entenda da mesma forma como você entende as coisas. Não cobre do outro a mesma prática que você executa. Não julgue o outro de acordo com a tua ótica, pois ele também sabe. Ele também aprendeu. Da maneira dele, diferente da tua, mas aprendeu. E se não aprendeu o suficiente, terá oportunidade de completar em outra escola.

Preocupe-se apenas consigo! Agora é o momento final de um Grande Ciclo. Precisas estar pronto para aquilo que viestes aprender. Julgar os outros porque não estão na mesma realidade, de nada vai servir. E se for você que está equivocado quanto à verdade? Então pense que a tua versão da verdade pode não ser suficiente para atingir o grau necessário para a ascensão da alma neste final de Ciclo. Preocupe-se mais consigo e menos com os outros. O que vai importar mesmo é a realidade de cada um. Quanto a isso, nada mais será possível fazer em breves tempos, pois estamos na reta final para um Novo Mundo. O horizonte já está mostrando os primeiros raios de Luz que anunciam a Nova Era. Quem entrará nela? Todos aqueles que fizeram por merecê-la!

Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento!

Namastê!

Sobre o autor

Vital Frosi

Psicoterapeuta Reencarnacionista, Orientador espiritual, Formação em Psicologia Transpessoal pela Unipaz, Mestre em Reiki pela Escola André Luiz e Celer Faculdades, Massoterapeuta pela Celer Faculdades, Médium Intuitivo Semi consciente, Palestrante, atendimentos presenciais e à distância.
Missão terrena para esta existência: O esclarecimento e o despertar espiritual.

E-mail: [email protected]
Celular: (49) 9 9128-5260 (WhatsApp)
Facebook: Vital Frosi