Autoconhecimento Comportamento Psicologia

Ansiedade é coisa séria!

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Trânsito. Estresse. Rotina. Raiva. Tarefas. Cobrança. Metas. Medo. Angústia. Tecnologia. Depressão. Desafios. Arrependimento. Tristeza. Desespero. Substantivos, adjetivos ou qualquer outra classificação gramatical, muitas palavras fazem parte do contexto da ansiedade, como todas as descritas acima. Sim, como é possível perceber, a ansiedade traz muitas coisas ruins.

E o pior, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, a OMS, a ansiedade atinge mais de dez milhões de pessoas no mundo. Dez milhões! E ao contrário do que muitos pensam, ansiedade é uma doença muito séria, que precisa ser diagnosticada, tratada e controlada.

É importante que a ansiedade seja vista como uma patologia séria.

Caso não seja levada a sério e não sejam estabelecidos tratamentos, a ansiedade pode evoluir para coisas piores, como crises de pânico, depressão profunda e estresse incontrolável. A combinação de tudo isso pode gerar consequências graves, como a distúrbios alimentares (obesidade, bulimia, anorexia, entre outros), automutilação ou até mesmo o suicídio.

Por isso é tão importante que a ansiedade deixe de ser considerada apenas uma característica do ser humano e passe a ser vista como uma patologia séria. E, para que isso aconteça, é necessário conhecer seus sintomas.

Aceleração do batimento cardíaco, respiração ofegante, dores de cabeça, tensão muscular, diarreia, dores no estômago, tremores, insônia e dificuldade em se concentrar são alguns dos sintomas mais frequentes.

E o que causa esse quadro tão complexo da ansiedade? As causas podem ser diversas. Alguém pode se sentir ansioso por conta de alguma responsabilidade que possui – como pagar contas todos os meses, ter filhos, pagar uma dívida etc. –, por provas que estão próximas, as escolares, o vestibular, entrevistas de empregos ou mesmo situações complexas, como doenças terminais, dificuldade de se relacionar com os outros, medo de perder o autocontrole, estresse, entre outros.

No caso deste problema, nada pode ser tratado de forma generalizada.

Mas, assim como as causas e os sintomas, os tipos de tratamento para ansiedade também são diversos. Afinal, cada caso é um caso, cada pessoa é uma pessoa e, no caso deste problema, nada pode ser tratado de forma generalizada.

Para a ansiedade ser combatida é preciso, de fato, tratar cada caso como único para que a pessoa receba o tratamento adequado e consiga melhorar. Entretanto, há alguns comportamentos e ações que todos nós podemos praticar em nosso dia a dia que ajudam a melhorar comportamentos ansiosos.

Feche os olhos e respire algumas vezes bem fundo, de forma calma e tranquila. Repita para você mesmo que é preciso ter calma para resolver qualquer situação e que, se você conseguir se acalmar e pensar de forma racional, com certeza a chance de você encontrar uma solução para determinado problema é muito maior do que se você entrar em uma crise de ansiedade.

Lembre-se de que a ajuda de um profissional é sempre muito importante. A ansiedade deve ser tratada como um mal muito sério e que pode afetar nossas vidas de forma inimaginável e, por vezes, irrevogável.


Escrito por Giovanna Frugis da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]