Comportamento Convivendo

O que é anorexia?

Imagem de um prato de porcelana na cor branca. Sobre ele um grão de ervilha, um hashi e uma fita métrica.
Iurii Maksymiv / 123RF
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Quando pensamos sobre beleza, imediatamente nossas mentes nos trazem uma série de referências. Modelos, celebridades, atrizes, atores, produtos de beleza e até procedimentos estéticos que desejamos fazer. Em todo o mundo, há uma série de regras e de imposições para as mulheres e para os homens, dizendo qual aparência eles devem ter e como devem se vestir.

Quantas vezes você já sentiu que não era uma pessoa bonita o suficiente para a sociedade? Quantas vezes você quis mudar o seu peso ou algum aspecto do seu corpo ainda que a sua saúde estivesse indo muito bem? Quantas vezes você teve dificuldade para encontrar uma roupa do seu tamanho, para sentar em uma cadeira, para passar por algum espaço público ou para se adequar a uma vaga de emprego que exigia pessoas “bonitas” para a vaga?

São muitas as situações nas nossas vidas nas quais somos bombardeados com os padrões de beleza e com a necessidade de se encaixar em todos eles. A narrativa do amor-próprio muitas vezes se perde em mesas de cirurgia plástica, nas quais as pessoas podem modificar qualquer parte de seus corpos para obedecer ao que a sociedade espera delas. Para as mulheres, essas imposições são ainda mais incisivas, mas isso não significa que os homens não sofrem esse tipo de opressão estética.

Como consequência da importância de ter uma aparência considerada bonita e normal, muitas pessoas se submetem a dietas e a procedimentos estéticos potencialmente perigosos para a saúde de cada uma delas. Considerando que um dos principais padrões de beleza é a magreza, é compreensível que tantas pessoas recorram a dietas de emagrecimento para reduzir as medidas, abrindo mão do próprio bem-estar.

Em casos extremos, o desenvolvimento de transtornos alimentares torna-se uma realidade. Uma das doenças mais conhecidas nesse aspecto é a anorexia. A seguir, aprenda mais sobre como ela se desenvolve, quais são os sintomas que ela causa, qual é a melhor forma de tratamento e como essa doença é representada a partir da arte. Aprofunde-se no tema e lute pela conscientização sobre ele!

O que é a anorexia?

Anorexia nervosa, cujo nome popular é anorexia, é um distúrbio alimentar causado pela excessiva preocupação com o próprio peso, a partir do qual uma pessoa acredita que sempre precisa emagrecer, ainda que já esteja muito abaixo de seu peso ideal.

Quando uma pessoa que sofre de anorexia se olha no espelho, ela enxerga um corpo que não condiz com a realidade, e, enganada por si, coloca-se em uma situação de risco para reduzir as medidas que enxerga, mas que não existem.

A anorexia é mais comum em mulheres jovens e é um dos transtornos psiquiátricos com maior índice de mortalidade no mundo, mas também pode atingir homens. Essa diferença ocorre porque as mulheres são as que mais sofrem com a sociedade patriarcal, que preza pela estética acima de tudo e define que uma mulher que merece respeito é uma mulher que atende aos padrões de beleza.

Imagem de uma jovem mulher que sofre de anorexia. Ela veste uma regata cinza. Esta sentada à frente de uma mesa e suas mãos estão amarradas com uma fita métrica.
Katarzyna Białasiewicz / 123RF

Por mais retrógrado que seja esse tipo de pensamento, ele ainda é persistente. Mulheres de todas as idades sofrem com a necessidade de atingir o corpo que aparece nas capas de revista, que sempre é manipulado para parecer mais magro do que realmente é. E então, para alcançar esse padrão impossível, uma pessoa que sofre de anorexia pratica exercícios físicos em excesso, realiza jejuns perigosos e provoca vômitos e diarreia.

Infelizmente, a anorexia resulta, na maioria dos casos, em caquexia, um nível de desnutrição extremo. O corpo da pessoa que sofre da doença deixa de receber os nutrientes que precisa, o sistema imunológico é prejudicado e, no caso das mulheres, o ciclo menstrual pode até ser interrompido. O índice de mortalidade nessa fase é de 15% a 20%.

Causas da anorexia

Além das causas já apontadas para a anorexia, como a pressão estética imposta pela sociedade, observa-se que essa doença também pode ser causada por uma predisposição genética e por alterações neuroquímicas no cérebro, como alterações nas concentrações de serotonina e noradrenalina.

É importante ressaltar também que a pressão exercida por familiares e amigos para que uma pessoa esteja sempre magra é determinante para o desenvolvimento da anorexia. Se você realmente se preocupa com a saúde de alguém que você ama, recomende que ela faça exames anuais, e não que ela emagreça.

Sintomas da anorexia

Uma vez que uma pessoa desenvolveu ou está desenvolvendo anorexia, é possível identificar algumas alterações no funcionamento do corpo e na rotina dela. Em relação à aparência, atente-se para os seguintes fatores: perda exagerada e rápida de peso sem aparente justificativa, imagem distorcida sobre o próprio corpo e pele ressecada e coberta por pelos de textura áspera.

Imagem de uma sala vazia. Ao fundo uma mulher vestida com roupa preta sentada ao chão. Ela sofre de anorexia. À sua frente, um maço de alface e uma garrafa plástica com água.
Katarzyna Białasiewicz / 123RF

No que diz respeito ao comportamento, observe se há dificuldade para participar de refeições em família, preocupação em excesso com a quantidade de calorias de cada alimento e prática de atividade física de maneira exagerada.

No organismo de uma pessoa que sofre de anorexia, também será possível identificar interrupção do ciclo menstrual sem causa aparente e desenvolvimento de outros transtornos mentais, como depressão. É importante prestar atenção para qualquer um desses sintomas para que o tratamento seja feito o mais rápido possível, com auxílio profissional.

Tratamento da anorexia

Uma vez que uma pessoa é identificada como anoréxica por um profissional da saúde, ela passará por um processo gradual e seguro de reintrodução alimentar. Como ela está há muito tempo sem ingerir alimentos adequadamente, o corpo pode sofrer uma sobrecarga se receber uma quantidade significativa de comida. Então, somente um profissional poderá indicar quanto essa pessoa deve comer.

Imagem de uma mulher usando uma blusa de manga longa preta. Ela sofre de anorexia e está com uma fita métrica enrolada em sua cabeça.
Katarzyna Białasiewicz / 123RF

Não existe um medicamento que cure a anorexia da noite para o dia. Então será preciso paciência e determinação para lidar com o tratamento. Há antidepressivos que podem ser ministrados para amenizar os sentimentos de insuficiência, de depressão e de ansiedade, mas não devem ser ingeridos sem orientação médica. É possível se curar!

Conscientize-se sobre a anorexia

1) “Primo Amore”, filme de 2004

“Primo Amore” é um longa-metragem que representa como os homens estão sempre buscando uma mulher que represente os ideais de perfeição definidos pela sociedade. No filme, o personagem principal acredita que o amor só pode existir se estiver na forma de uma mulher extremamente magra.

2) “Maus hábitos”, filme de 2005

“Maus hábitos” é um filme que tem como objetivo alertar sobre o perigo da anorexia e da bulimia, outro transtorno alimentar. O enredo é centrado em uma família que sofre com a imposição de padrões estéticos e que deseja alterar o próprio corpo de maneira significativa, a qualquer custo.

3) “O mínimo para viver”, filme de 2017

“O mínimo para viver” é um longa-metragem que retrata de uma maneira diferente como vivem as pessoas que estão passando por um tratamento para anorexia. É um filme interessante para avaliar os desafios a serem enfrentados e por que é tão importante se dedicar a melhorar.

Imagem de uma jovem mulher sentada de costas, olhando para uma parede. Ela sofre de anorexia. Usa uma calça preta e um sutiã também na cor preta.
Katarzyna Białasiewicz / 123RF

4) “Garota, interrompida”, filme de 1999

“Garota, interrompida” é uma produção cinematográfica que aborda uma série de transtornos psicológicos, e a anorexia está entre eles. A partir do filme, é possível compreender como uma mulher pode se sentir tão insegura sobre a própria aparência ao ponto de tentar mudá-la compulsivamente.

5) “Thin”, documentário de 2006

“Thin” é o nome de um documentário que tem como objetivo representar a obsessão da sociedade patriarcal e racista com um padrão de beleza branco e magro. A partir dele podemos refletir sobre o quanto reproduzimos essas ideias tóxicas e o que precisamos fazer para alterar a mentalidade da sociedade.

6) “O mito da beleza”, livro de 1991

Escrito por Naomi Wolf, “O mito da beleza” é um livro que fará muito mais do que trazer reflexões sobre a anorexia. A partir dele será possível questionar quem define o que é belo e por que as pessoas sentem a necessidade de se encaixar nos padrões, sobretudo as mulheres. É uma leitura imperdível!

Você também pode gostar

A anorexia é uma doença que precisa de tratamento. Se você está sofrendo dos sintomas apresentados ou se conhece alguém que está enfrentando esse problema, procure auxílio médico. Entenda que você não precisa se encaixar em um padrão de beleza que enaltece a magreza para ser uma pessoa digna, importante, linda e respeitada.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]