Convivendo

Cem maneiras de ser a diferença na vida das pessoas – Capítulo 40

Capa da série Cem maneiras de ser a diferença na vida das pessoas - Capítulo 40
Benedito Milioni
Escrito por Benedito Milioni

Capítulo 40 – OUVIU MALEDICÊNCIAS? ESQUEÇA-AS IMEDIATAMENTE!

A arma mais cruel de que dispõe a maldade humana, represada pelos temores de sanções e pelas barreiras que ainda separam os territórios da convivência harmoniosa e da arena de todas as violências, tem sido falar mal do outro. Onde houver mais que duas pessoas e alguma coisa a ser disputada, mesmo que sem valor algum, pode-se esperar que, no caso, uma das três será vítima da língua venenosa das outras duas.

Dois homens brancos, vestindo roupas sociais, conversando, um cochichando no ouvido do outro, contando uma fofoca.

Arma tenebrosa, certeira e que nada custa, é usada sabe-se lá quantas vezes ao dia em todos os segmentos da tragicomédia dos tempos atuais. Preferida dos medrosos, covardes e daqueles que só se sentem bem quando agem nas sombras, a maledicência impõe muito sofrimento para quem dela é vítima, fato que é agravado pela virulência e pela contaminação, o que faz com que, em pouco tempo, uma pessoa seja execrada por todas as demais, e daí para pior.

Faça a diferença que protege e ampara na vida das pessoas ao “cortar” a corrente viscosa da maledicência apenas calando-se e nada comentando com qualquer outra pessoa! Imagine quantas correntes de propagação de matéria venenosa você evitará apenas calando-se e deixando morrer em sua memória mais volátil o que tenha sido dito!

Maledicência de filmes bem ao gosto do Tarantino e seus banhos de sangue nas telas foi a que levou Elizimara ao mundo do silêncio sem volta e do desespero sem fim. Ela viveu bem próxima à casa onde passei boa parte do meu crescimento, no bairro das Laranjeiras, zona sul do Rio de Janeiro. À época, eu tinha uns 14 anos, mas já me incomodava com o enxame de comentários maldosos que vinham das matronas italianas e portuguesas que se sentavam todos os dias, por volta das quatro da tarde, em frente às portas das suas casas, a tudo observando e sobre tudo despejando caldeirões de venenos em cuja receita cada uma contribuía com o extrato das duas vidas infelizes.

Foto em preto e branco de duas mulheres, uma negra e uma branca, ambas com roupas e penteados antigos. Elas estão conversando, a mulher negra está cochichando algo no ouvido da mulher branca.

Sobre a Elizimara, moça bonita que vivia sozinha numa das casas (acho que a casa 15…), dizia-se que recebia um amante todas as semanas, que a mantinha e trancava sob chaves, já que, coitada, mal saía de casa vez ou outra para comprar o pão de comer junto com a sua solidão. Um dia soube-se que o cavalheiro que a visitava todas as semanas era seu pai, que com ela chorava a perda da mulher, mãe da Elizimara, vitimada por lenta tuberculose que a mantinha internada numa clínica em Campos do Jordão (SP). Na verdade, Elizamara era filha de um amor que não se oficializou com o casamento, um atentado aos bons costumes dos anos 1960, já que seu pai era casado e não podia assumir publicamente a relação com a sua mãe, mas que delas cuidou enquanto viveu e até onde não sei, porque aos 14 anos de idade não estamos ainda muito sensíveis para os problemas da existência, mais entretidos com o futebol e o carrinho de rolimã.


Continue acompanhando a série

Anterior Capítulo 40 Próximo

Ir para o primeiro capítulo

Sobre o autor

Benedito Milioni

Benedito Milioni

Graduado em Sociologia e Administração, 46 anos de carreira executiva e técnica em Desenvolvimento de Pessoas, autor de 32 livros, autor de 5 e-books, co-autor de 15 livros e autor de 25 manuais técnicos.

Dirigiu treinamento para mais de 3.349 grupos (cerca de 81.000 treinandos), dos quais 36.760 da área de RH, cerca de 24.736 Gestores e Líderes, 18.610 na área Comercial e 3.318 em Competências de Negociações . Formou cerca de 2.450 Instrutores e Multiplicadores Internos e 610 Consultores Internos Participa, regularmente, como conferencista sobre Tecnologia de Gestão em T&D em eventos nacionais e internacionais.

Apresentou mais de 2.104 conferências e palestras para mais de 200.000 pessoas. Prestou serviços a mais de 440 empresas, no Brasil e no exterior (América Latina, América Central, África e Europa). Júri de prêmios de Excelência na Gestão de Pessoas.

Publisher da GESTÃO DE PESSOAS EM REVISTA.

Contatos:

Av. Paulista, 2.202 , 3o. Andar CEP 01310-300 - São Paulo – SP
Site: www.milioni.com.br
Email: [email protected]
Telefone: 11 3508-1990 | 4158-7435 | 99909-5858
Facebook: www.facebook.com/bmilioni Linkedin: linkedin.com/benedito-milioni

Canal no Youtube