Nutrição Receitas

Chá para dor de estômago e gastrite

Imagem de Couleur por Pixabay
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Muitas pessoas convivem com desconfortos estomacais. Algumas têm gastrite, outras simplesmente se alimentam mal e, por isso, prejudicam a digestão e o funcionamento do organismo. Existem algumas receitas de chás que podem ser extremamente eficazes na hora de combater os sintomas e promover o alívio de desconfortos. Você conhece algum chá para dor de estômago e gastrite? Hoje, vamos ensinar você a fazer o chá de espinheira-santa, que é um dos mais indicados para os problemas estomacais.

A espinheira-santa é uma planta que possui inúmeras propriedades medicinais e contém nutrientes importantes, como a Epigalocatequina, que regula o ácido clorídrico do estômago, e os ácidos silícico e tônico, que agem como antissépticos e cicatrizam lesões. Além disso, esses ácidos combatem lesões ulcerosas do órgão. Ademais, essa planta produz os taninos, que auxiliam no controle das fermentações gástricas.

O fato é que a espinheira-santa é um poderoso remédio natural quando o assunto é qualquer problema relacionado ao estômago. Essa planta medicinal age no combate à gastrite e às úlceras, alivia queimações e azia, além de ter efeito diurético e aliviar também os gases. Veja a seguir a receita desse chá para dor de estômago e gastrite:

Imagem de chá para dor de estômago e fígado feito com espinheira santa e hortelã. O chá está sendo servido em uma linda xícara de porcelana bege.
Imagem de congerdesign por Pixabay

Chá de espinheira-santa

Esse chá age como um neutralizador da acidez do estômago e regenerador do tecido estomacal. Você pode tomá-lo em meio a uma crise de gastrite, quando estiver com azia, dor ou incômodo no órgão.

Ingredientes:

– 01 colher de sopa de folhas de espinheira-santa (preferencialmente secas);
– 250 ml de água.

Modo de preparo:

Coloque somente a água em uma chaleira e deixe-a ferver. Assim que a água atingir a fervura, desligue o fogo, adicione as folhas de espinheira-santa, tampe novamente a chaleira e deixe-a em infusão por aproximadamente 10 minutos. Depois, coe as folhas, sirva o chá em uma caneca e tome-o morno.

Dicas: Você pode tomar esse chá em jejum, cerca de 30 minutos antes de fazer as suas refeições ou depois delas, pois, além de aliviar desconfortos e regular a acidez do estômago, ele auxilia na digestão. O indicado é consumi-lo, no máximo, três vezes ao dia.

Imagem de um chá para dor de estômago e fígado. Ele está sendo servido em uma xícara de vidro. Ele é feito de espinheira santa e outras ervas.
Imagem de scym por Pixabay

Quando não consumir espinheira-santa

Que essa planta é um poderoso ingrediente de chá para dor de estômago e gastrite você já sabe, é preciso, no entanto, atentar-se às contraindicações:

Esse chá é contraindicado em períodos de gestação, de tentativa de gravidez e durante tratamentos de infertilidade da mulher, pois ele pode ser abortivo. Além disso, não é indicado para mães que amamentam, pois as propriedades dele podem reduzir a produção de leite materno.

Você também pode gostar

Alerta: O excesso de consumo do chá de espinheira-santa pode causar reações adversas, como náuseas, boca seca, dores de cabeça, cistite, entre outros problemas que podem ser evitados!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]