Convivendo

Cidades que estão investindo em ciclovia no Brasil

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

As ciclovias estão dando uma nova cara para várias cidades brasileiras. Mas nem tudo são flores, e o que já é considerado algo muito normal em países como a Holanda, no Brasil as coisas vão devagar. A Holanda é exemplo de infraestrutura cicloviária, aqui no Brasil há cidades que estão investindo em ciclovias, mas ainda é pouco se comparado a outros países.

O professor Fernando Luiz Abrucio, graduado em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo, diz que investir em ciclovia é pensar no futuro. E não é por menos. A cada dia é possível ver que as cidades não abarcam mais tantos carros, é hora de pensar em transportes alternativos, e as ciclovias são um caminho. Mas para isso, é necessário estrutura como também uma cultura do coletivo que ainda não está entrando na moda dos brasileiros.

Aumento de ciclistas representa aumento de ciclovias

Existem muitas iniciativas locais em cidades menores que também estão alavancando o aumento de ciclovias no país. Na cidade de Santa Cruz do Sul (RS), distante a 130 km de Porto Alegre, há também uma ciclovia que liga o centro aos bairros e que consequentemente aumentou o número de bicicletas nas ruas.

Já é possível perceber o número de pessoas que andam de bicicleta e que aumentou consideravelmente nos últimos anos. Para isso, a cidade precisa estar estruturada para receber estes ciclistas. Claro que hoje a situação no país, ainda deixa a desejar, mas vamos mostrar algumas cidades onde houve esse aumento. Há também projetos como o que ocorre em Pernambuco, onde funcionários que atuam no Ministério Público Federal de Pernambuco, que após 15 dias usando a bike como meio de transporte para ir ao trabalho, ganham 1 dia de folga no mês. Isso mesmo! Não é uma bela iniciativa? Conheças algumas das cidades que estão investindo em ciclovias no país.

São Paulo: foi uma das primeiras cidades a implantar ciclovias no país. Até o fim de 2016, o governo pretende entregar 400 km de ciclovias. Em 2015 eram 262 km de ciclovias.

Sorocaba (SP): com 110 km de vias para bicicletas, a cidade também foi uma das primeiras a implantar ciclovias no país.

Rio de Janeiro: na cidade maravilhosa também há ciclovias. Até o final de 2016, espera-se 450 km no estado.

Porto Alegre: os números ainda são pequenos, mas não deixam de mostrar que a cidade também está aberta para novos meios de transporte, e um deles é a ciclovia. São apenas 28 km em 2015, mas espera-se que este número aumente segundo o planejamento que é de oferecer também mais 400 km.

Aracaju (SE): com 361 quilômetros de extensão, já foram investidos mais de R$ 11 milhões na ampliação e estruturação de vias exclusivas para ciclistas. Já foi considerada referência nacional em sistema cicloviário.

E aí o que acharam destas cidades? Esperamos que estes quilômetros se multipliquem.


Texto escrito por Angélica Fabiane Weise da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]