Saúde Integral

Comece a correr: guia para iniciantes

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras



Se você quer perder aqueles quilinhos a mais que andou ganhando durante a Páscoa e ter mais qualidade de vida, por que não começa a correr? A corrida é um esporte poderoso, capaz de fortalecer os músculos, de ajudar no aumento do condicionamento do corpo, no processo de emagrecimento, de ajudar no controle do colesterol ruim, no combate a insônia e ainda ajuda a prevenir o aparecimento da osteoporose. Além disso, produz endorfina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar.

Mas, é muito importante que ao começar a praticar a corrida, haja uma intercalação da atividade com a caminhada, ajudando assim a evitar lesões. Além disso, há alguns cuidados que devem ser tomados para se aproveitar todos os benefícios desse tipo de exercício.

Indivíduos portadores de doenças crônicas, com diabetes, sedentários e com hipertensão devem procurar um médico para realizar testes ergométricos antes de iniciar a prática dessa atividade para ver como o organismo irá reagir. Dependendo do resultado do exame, alguns indivíduos podem precisar de acompanhamento profissional.

Também é importante fazer um trabalho de fortalecimento dos músculos, em especial na região entre a lombar e o abdômen e também nas pernas. Caso não haja um preparo adequado, podem aparecer problemas crônicos nos joelhos, na coluna e nos tornozelos.

Fit young people running up a hill. Trail running training. Young and fit athletes running cross country.

Escolha um calçado adequado

Nem sempre, o tênis mais adequado para a corrida é aquele que é o mais caro da loja. Na hora de escolher o seu, opte por modelos que absorvam impacto, com sola macia. Esses sim, são grandes aliados das articulações.

Comece na esteira

Para quem está começando a praticar corrida, uma boa dica é começar pela esteira. A esteira ajuda a ditar o ritmo desejado e na absorção de impacto. Corrida na rua é mais difícil, isso porque há fatores ambientais, como o vento, a temperatura, o tipo de solo, que podem influenciar na prática.

Intercale corrida com caminhada

Deve-se intercalar caminhada com corrida. Essa dica é importante porque a grande maioria das pessoas que resolve aderir ao esporte não possuem nenhum preparo físico, por isso, devem fazer uma gradativa transição da caminhada para a corrida. Esse cuidado irá fazer com que o praticamente adquira condicionamento cardiorrespiratório e muscular. Dessa maneira, o início do treinamento deve deixar de lado a intensidade, e priorizar a duração.

Nunca deixe de fazer alongamento

É muito importante ao praticar corrida, realizar ao menos três sessões de alongamento durante a semana. Isso porque, este hábito evita o aparecimento de lesões, já que ajuda na melhora da flexibilidade e na mobilidade das articulações. Quem é adepto deste esporte, deve conseguir pôr os pés com as pernas totalmente estendidas sobre uma mesa ou superfície plana, sendo que o pé de apoio deve permanecer virado para a superfície, e não deve sentir dor. Essa é realmente a característica principal de mínima flexibilidade necessária para os praticamente, se verem livres do aparecimento de lesões.

Pratique ao menos três vezes na semana

Para que o praticante consiga se superar e avançar na categoria, é importante manter um ritmo de treinamento contínuo. Se logo no início, o indivíduo correr ao menos quinze minutos por dia, já será possível se notar uma evolução. O ideal é treinar pelo menos três vezes na semana. O sistema cardiopulmonar e a musculatura são capazes de se adaptar de maneira rápida à atividade, se a frequência for contínua.


  • Escrito por Flávia Faria da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]