Autoconhecimento Psicologia

Como é maravilhoso não ser nada

Paulo Tavarez
Escrito por Paulo Tavarez

Não existe nada mais libertador do que perceber que você não é nada. A leveza desse tipo de experiência é intraduzível. Você sofre por que pensa que está encarnado, vivendo a vida de um personagem qualquer, algo que nasce e morre, feito de partículas de energia, mas esse não é você, pois nada daquilo que aparece e desaparece é real. A sua verdadeira natureza é Divina e sendo divina não teve início nem fim, é imutável e perfeita, não está sujeita às transformações. Quando acontece essa compreensão, você irá perceber que não é absolutamente nada e não sendo nada você é tudo, e sendo tudo, não existe mais você, existe apenas a vida, e nesse momento você perceberá que não é o objeto, mas o sujeito.

“Ah, mas essa teoria não é nada consoladora, quer dizer que eu perderei a minha individualidade?”

Não, meu amigo, indivíduo é aquilo que não possui uma divisão, não é o seu caso, você está absolutamente dividido, separado, identificado com o corpo e com a mente, vivendo uma ilusão e totalmente encarcerado. Você se acha único e luta pela realização desse personagem. Não percebe que este entendimento de si mesmo é que te aprisiona? Você será um indivíduo quando livrar-se de si mesmo, quando alcançar o nada, ali não haverá mais divisão, ali você compreenderá que estava vivendo um sonho. Não tenha medo do nada, pois é justamente nessa instância que você irá livrar-se dos medos, das ilusões e da ignorância, pois esse nada é a fonte. A fonte é você.

Legs of traveler sitting on a high mountain top in travel. Freedom concept

Interrompa essas buscas. Você deixou o seu lar e procurou mundo afora pelo pássaro azul da felicidade sem perceber que ele estava, o tempo todo, dentro do seu próprio lar. Não há o que buscar, apenas seja o que você já é. Não sonhe em alcançar a perfeição, isso é uma armadilha, você já é perfeito. Como pode um Deus ser imperfeito? Como nos ensina Nisargadatta Maharaj, não é o que você faz, mas o que para de fazer que importa.

O seu trabalho é desaprender, dissolver crenças, abandonar valores, libertar-se dos modelos e negar as tradições. Você só veio aqui, nesse mundo, para desapegar-se dele, enquanto você for seduzido pelo mundo, estará preso a ele. Não há o que aprender, uma vez que o seu verdadeiro eu já é a fonte de todo o conhecimento. Não há o que conquistar, uma vez que você já é dono de todo o Universo. Você é o próprio Universo, mas vive como um cão olhando para lua, totalmente inconsciente daquilo que vê.

O barulho é próprio dos homens, o silêncio é próprio de Deus.

Deixe o barulho de lado e busque o silêncio, não existe outro caminho, enquanto você estiver atendendo às imposições da mente barulhenta que te enche de necessidades e desejos, estará dormindo. Está na hora da acordar, amigo, e perceber que você nunca foi nada, mas sempre foi a fonte de tudo.

Sobre o autor

Paulo Tavarez

Paulo Tavarez

Instrutor de yoga, pedagogo, escritor, palestrante, terapeuta holístico e compositor. Toda a minha vida tem sido dedicada à construção de um mundo melhor.

Celular: (11) 94074-1972
E-mail: [email protected]
Facebook: /paulo.hanuman
Instagram: @paulo.tavarez
Site: paulotavarez.com