Nutrição Receitas

Como preparar a goma de tapioca

Casabe (bammy beiju bob biju) - flatbread of cassava (tapioca) on gray background. Selective focus
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Você é fã de tapioca? Que tal preparar a sua própria farinha de tapioca, sem conservantes?  Existem diversas receitas diferentes e aqui trazemos uma alternativa.

É possível fazer a tapioca apenas com o polvilho doce, mas nesta receita você vai utilizar o doce com o azedo. O maior segredo está no ponto certo da goma, que não pode estar molhada demais e nem muito seca… Vamos arriscar?

Como fazer

Utilize uma vasilha grande e funda para misturar 500g de polvilho azedo, 500g de polvilho doce e uma colher de sopa de sal. Aos poucos, acrescente 500ml de água. Trabalhe o polvilho com as mãos até que a textura de talco seja substituída por uma farinha um pouco mais pesada.

Quer uma dica? Para saber se você atingiu o ponto certo, coloque um pouco em sua mão e feche, se formar um bolinho firme está no ponto! Depois disso, passe a farinha na peneira para deixá-la mais solta. Agora a goma já está pronta para ir à frigideira. Simples, não é?

Dicas extras
  • Fazer a tapioca em frigideiras menores é melhor, pois terá menos chances de ela quebrar.
  • A goma da tapioca dura até quatro dias na geladeira. Uma boa dica é congelar porções individuais para que não estrague.
  • Para preparar a sua tapioca, deixe a frigideira quente, espalhe uma camada da farinha, deixando lisinha e uniforme. Deixe por cerca de 20 segundos em fogo médio ou até que ela desgrude e dê liga, depois vire e deixe por mais 10 segundos, vire de novo, acrescente o recheio de sua preferência e dobre ao meio. Depois de fechada dê uma última viradinha para tostar e pronto, é só se deliciar!

Texto escrito por Natália Nocelli da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]