Autoconhecimento Convivendo

Como saber se estou no caminho certo?

Dois caminhos no meio de um campo gramado
Nonimatge / Getty Images Pro / Canva
Escrito por Merikol Duarte

Por diversas vezes, em vários momentos da minha vida, me permiti viver novas experiências em outros lugares, cidades, Estados. Arrisquei, me joguei de corpo e alma, me entreguei ao novo. Vivi fortes emoções, decepções, desafios, brigas, términos, reencontros, tive novas oportunidades de empregos, conheci pessoas novas, ganhei novas amizades, perdi outras tantas, troquei de emprego, de namorado, fiquei sozinha, casei, virei mãe, separei e, após uma crise de estresse, dediquei-me a me encontrar. Para isso, saí em busca de me conhecer melhor. Participei de diversos retiros, fiz vários cursos, imersões, frequentei templos budistas, igrejas, centros espíritas, Santo Daime, cerimônias xamânicas, constelação familiar… para me aprofundar em mim. Empreendi novos projetos, raspei o cabelo pra me libertar de velhas crenças, despi-me de mim para trazer de volta a minha essência, reencontrar comigo, saber que Eu Sou, desapeguei de muitas coisas. Casei novamente, tive outra filha, mudei de cidade, de planos, fiquei à mercê do Universo, perdi a força, voltei a acreditar, a renovar a fé e a lembrar que tudo passa, que cada fase dura o tempo que tem que durar pra amadurecermos.

E nesse processo do autoconhecimento ao longo destes anos, mergulhei fundo, dei de cara com muitas sombras minhas que nem sabia que existiam. Doeu fundo perceber certas personalidades. Foram momentos de descoberta, de despertar da consciência, de sair do véu de ilusão e perceber muitos aspectos importantes sobre a vida, as várias vidas, reencarnações… Não foi fácil lidar com as sombras (nem sempre é), no entanto, ao reconhecê-las, pude identificar o que em mim precisava morrer pra germinar, o que precisa mudar para me tornar uma pessoa melhor não apenas para mim, mas para o mundo. A jornada foi e ainda é longa. São tantas reviravoltas, vai e vem, quebras de paradigmas, de crenças, de certezas, de desconstrução e reconstrução do “Eu”, de afastamento de pessoas que não estão na mesma vibração e encontro com novas pessoas que estão em ressonância comigo…

Às vezes me pergunto se estou no caminho certo. Ainda não sei, mas às vezes percebo que preciso mudar a rota. De uns anos pra cá, com o conhecimento que fui adquirindo ao longo da jornada, já consigo ouvir a minha intuição e, por causa dela, já mudei algumas vezes, pois percebi que não estava fluindo ou não estava em consonância com o meu coração, no entanto hoje consigo perceber quando o caminho está fechado e preciso buscar uma nova rota, mas nem sempre a resposta vem rapidamente. É preciso aprender a ter paciência. É um exercício desafiador e a vida sempre traz lições para me lapidar, queimar fundo a alma para chacoalhar as estruturas e me fazer continuar firme no propósito.

Você também pode gostar:

Foi preciso dar o primeiro passo rumo à mudança que quero ver no mundo. E essa mudança que almejo começa em mim, jamais no outro. Talvez com a minha mudança, as minhas, de alguma forma, em algum momento da minha vida, algumas atitudes e ações possam inspirar alguém, por isso sigo em frente enfrentando os monstros do caminho, agradecendo cada desafio que surge, cada lição, cada aprendizado. Entre erros e acertos, ganhos e perdas, feridas e curas, vou sobrevivendo e vivendo nesta terra repleta de desafios, que neste momento está numa transição planetária rumo a um mundo de regeneração. Estar aqui, neste momento da humanidade, é um grande desafio que vale a pena viver.

Confie. Solte. Agradeça. Aceite e siga em frente. Tudo vai melhorar. Tenha fé!

Sobre o autor

Merikol Duarte

Sou uma pessoa inquieta que adora novos desafios.

Atuei durante mais de 20 anos no corporativo, em que passei por algumas empresas importantes, em cargos de gerência, coordenação... Fiz publicidade e propaganda, formação em yoga, PNL, CNV, reiki... e, a partir de diversos cursos, vivências, retiros, imersões de que participei ao longo dos anos, decidi me colocar a serviço do Universo, e resolvi linkar esta experiência com algo que fizesse o meu coração vibrar e passei a oferecer práticas voltadas ao autoconhecimento e desenvolvimento humano.

Facilito vivências integrativas, workshops, aulas, palestras, retiros, em que utilizo alguns recursos da PNL (programação neurolinguística), CNV (comunicação não violenta), yoga, meditação, reiki, degustação às cegas para grupos em empresas, eventos, escolas, instituições e espaços.

Contatos:

Email: merikol@gmail.com
Facebook: @MerikolDuarte88
Blog: inspirarser.wordpress.com
Site: merikolduarte.com.br
Instagram: @merikolduarte
Youtube: Canal MeriKol DuArte
Linkedin: MeriKol DuArte