Autoconhecimento Comportamento

Como silenciar o Ego

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

O ego de um indivíduo é definido como o núcleo da personalidade de uma pessoa. Isso significa que todas as características que fazem uma pessoa ser quem ela é estão concentradas no próprio ego.

O que ela gosta de fazer, com quem ela interage, os lugares que ela já conheceu e pretende conhecer, os maiores objetivos de vida, as vontades mais primitivas. Apesar disso, muitas pessoas costumam buscar como silenciar o ego.

Esse desejo é resultado da influência negativa que o ego pode ter sobre a tranquilidade de uma pessoa. Quando uma situação não ocorre da forma como ela esperava, quando alguém não corresponde às expectativas, quando seus desejos são negados. O ego, nessas situações, pode fazer com que a pessoa se sinta mal consigo, desejando ser alguém diferente. Por isso, é importante saber como silenciar o ego.

As pessoas que deixam o ego falar sempre mais alto acabam insatisfeitas com as próprias vidas, acreditando que tudo sempre poderia ser melhor do que é. O ego nunca deixa de desejar, de querer mais e de tentar superar tudo o que já foi alcançado. Demonstrar gratidão por tudo que já foi conquistado, em vez de reclamar por aquilo que falta, já é um sinal de que o seu ego não está tomando conta de você.

Mulher e um homem. Ela está segurando uma agulha e querendo estourar a bexiga que o homem está enchendo. Na bexiga está escrito a palavra EGO.

Aprenda a ficar no presente agora

De acordo com Ekhart Tolle, o filósofo que discute a ideia de “aqui e agora”, o controle que o ego exerce sobre uma pessoa pode levá-la a ter uma mente egoica. Ele define que as pessoas se sentem presas às próprias questões inacabadas e aos desejos inalcançados, tendo dificuldade para perceber o presente.

Você também pode gostar

Nesse contexto, a compreensão do “aqui e agora” permite que uma pessoa seja capaz de prestar atenção no que está ao seu redor: as pessoas que conhece, tudo que já conquistou, as atividades do dia a dia e a entrega aos próprios hobbies. Essa é uma resposta para a questão sobre como silenciar o ego.

É preciso aprender a lidar com a frustração, com a diferença e com as expectativas não atendidas. Nem sempre o mundo será exatamente como cada pessoa deseja, e muitas vezes existirão pessoas com performances melhores do que as nossas em determinadas atividades.

Seguir em frente apesar das dificuldades e dos fracassos é essencial para que novos objetivos sejam traçados, sem nutrir uma obsessão pelos erros e falhas do passado. Olhe ao seu redor e veja tudo de concreto que te cerca, todas as pessoas que estão seguindo trajetórias diferentes e todos os desafios que você ainda pode vencer.

Homem enchendo uma bexiga vermelha. Na bexiga está escrito a palavra ego.

Meditação para silenciar o ego

Para aprender como silenciar o ego, uma pessoa pode escolher o processo de autoconhecimento. Este, pode ser doloroso, mas trará resultados satisfatórios se for feito com calma, com compaixão e com determinação.

Você deve iniciar a meditação de como silenciar o ego de forma paciente. Olhe para os seus pensamentos sem classificá-los como positivos ou negativos. Ao fazer isso, você atribui força a eles, tornando-os maiores e dificultando que você desapegue.

O seu foco principal deve ser no presente. Deixe para trás os pensamentos e sentimentos sobre questões que não afetam mais o seu dia a dia. Exercite a sua capacidade de observar o que acontece ao seu redor e apenas interpretar as consequências que cada atitude ou gesto terá.

Ao buscar como silenciar o ego, você será capaz de ser uma pessoa em harmonia com as suas conquistas e com o seu presente. Abandone ideias fixas que ocupam seus pensamentos e te impedem de demonstrar a sua gratidão pelo o que você já tem.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]