Energia em Equilíbrio

Como ter uma agenda pode te ajudar a melhorar a sua saúde mental

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras



Há algum tempo organizávamos as nossas vidas através de cadernos com um calendário e chamávamos isso de agenda. Com o advento da internet, smartphones e todo tipo de tecnologia, as agendas de papel foram ficando esquecidas pela maioria das pessoas e com isso muitas coisas também foram ficando esquecidas, desimportantes e principalmente, desorganizadas. Como tudo que é essencial, por mais que se perca, um dia volta, tem acontecido isso com as agendas também, mas agora elas são mais personalizadas e ainda mais artesanais: são os chamados Bullet Journal.

O Bullet Journal é uma criação do designer americano Ryder Caroll e tem como principal objetivo organizar (ou seria reorganizar?) a vida das pessoas. Parte do princípio simples de que quando visualizamos as nossas tarefas tendemos a senti-las mais reais e necessárias, desta forma, cumprimos mais o que nos propusemos.

7457aa783808e2f3bf67824b6835fba6

Fonte: Pinterest

A diferença básica entre o método proposto por Carroll e uma agenda convencional é que neste caso você cria seu caderno de anotações, planos e projetos do zero, o adequando da forma que melhor encontrar para atender suas necessidades. O início parte do óbvio: calendários divididos em anos, meses, semanas ou dias, de acordo com o que você melhor se adequar. E lá deve-se anotar todas as tarefas pretendidas, os sonhos e até mesmo aquelas coisas que você precisa fazer, mas não está muito interessado. Ao longo dos dias, visualizando tudo e tendo um caderno palpável, as pessoas tendem a se sentirem mais responsáveis pelo que devem fazer ou então percebem que alguns objetivos são irreais e os descartam.

bullet-journal-capa

Fonte: Pinterest

Neste site é possível acompanhar o passo a passo para a criação de seu bullet journal pessoal, mas é importante saber de que todo o material que você precisa se resume em um caderno e uma caneta. Obviamente que se você gosta de papelaria, cores, desenhos ou caligrafia você pode usar isto ao seu favor e fazer um caderno bonito que te motive ainda mais a consultá-lo e preenchê-lo sempre que preciso.

Se precisar de inspiração, uma rápida busca nas redes sociais o fará encontrar centenas de tipos de bullet journal. É só colocar em prática e ter consciência de que é necessário manter a dedicação e organização, o que fica muito mais fácil e prazeroso quando você traz as ideias e obrigações do campo das ideias para o campo real. Experimente!


Escrito pro Roberta Lopes da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]