Comportamento

Conquistando a Unicidade

Silhueta de pessoa em montanha com céu estrelado ao fundo
Tania Rainha
Escrito por Tania Rainha

A maioria das pessoas no mundo está sob o feitiço de um mundo dualista: bem versus mal, certo ou errado, claro versus escuro, masculino versus feminino etc. Embora esse modo de pensar crie histórias incríveis e respostas poderosas, vendo o mundo por essa óptica, as experiências causam muito sofrimento à maior parte da humanidade devido ao reforço consistente da mídia, religiões e sistemas políticos.

As pessoas que enxergam além disso estão frequentemente em um caminho espiritual e reconhecem a unidade — a ideia de que todos somos inerentemente uma ou parte da mesma origem, e estamos simplesmente experimentando uma ilusão de separação. Observe também que a ciência moderna está começando a compartilhar essa ideia em um nível quântico energético.

Homem caminhando em deserto de areia com céu azul estrelado
Foto de Simon Clayton no Pexels

Essa verdade de que todos somos inerentemente um é maravilhosa. Cria muita paz, aceitação e harmonia no mundo e naqueles que podem ver o universo através deste modelo. É um nível muito alto de desenvolvimento espiritual e compreensão da natureza do universo.

Tudo no universo está conectado. Nós somos todos Um. Mas nossos hábitos diários podem nos separar da unidade.

Imagine que você é o universo inteiro; você vive em total alegria e bem-aventurança. Imagine que não há passado ou futuro, apenas agora. Imagine que não há espaço ou tempo, apenas uma eternidade ilimitada. Imagine paz sem fim, harmonia e amor incondicional. Imagine nenhum medo e igualdade em todas as coisas. Esta é a Unidade.

Infelizmente, nunca podemos imaginá-lo completamente. Para entender ou experimentar qualquer coisa, precisamos compará-la com outra coisa, o que imediatamente nos leva à dualidade. Unicidade por definição é incomparável.

Mulher com rosto em movimento e imagem sobreposta a outra
Foto de Engin Akyurt no Pexels

Assim, enquanto a unidade é poderosa e verdadeira, a dualidade também é um nível de existência real e incrivelmente útil e um quadro de percepção.

Superar a dualidade somente é muito difícil de entender devido aos nossos condicionamentos. A dualidade não é um problema, é um nível em que devemos existir para sermos humanos. Todo movimento acontece na dualidade, isso não é filosofia, é física.

Então, é sempre possível conhecer a Unidade? Sim, mas apenas por experiência direta, quando vamos além da mente, intelecto e ego. Unidade é a união de todos os opostos. Está sempre conosco como base e essência latente de tudo. Não é nada em si, mas possui o potencial para tudo. Temos que ir além dos sentidos, além da dualidade para encontrar a Unidade.

Também podemos ter uma experiência direta da Unidade através da meditação, que fornece um caminho pelo qual nossa consciência se instala em níveis mais silenciosos de pensamento, até que finalmente transcendemos completamente o pensamento. Toda dualidade está no reino dos pensamentos. Quando deslizamos para os espaços entre nossos pensamentos, nos tornamos Unidade. A unidade não está apenas experimentando algo; é um estado de ser.

Pessoas de costas em floresta olhando para o sol ao fundo refletindo
Foto de Daan Stevens no Pexels

Quem somos, é pura consciência ou Unidade, se expressando de diferentes formas em diferentes momentos de nossa evolução. A Consciência Pura, eterna e atemporal, é a Unidade; nós somos a separação ou a dualidade.

E aqui reside o nosso desafio: somos um, mas pensamos que somos separados; nós esquecemos nossa Unidade.

Como resultado do esquecimento, criamos um mundo ilusório de dualidade, que leva ao sofrimento. Todos os desacordos, conflitos e guerras são devidos à crença equivocada de que somos separados. Quando percebemos que somos um, quem ou o que há para lutar? Em um nível cósmico, duas pessoas brigando são tão ridículas como se suas mãos decidissem que não se gostam e começassem a brigar.

Aqui estão algumas sugestões para levá-lo à direção certa:

– Fazer parte de uma comunidade harmoniosa ajuda a promover os princípios da Unidade. A comunidade nos apoia em nossa própria jornada e nos permite a oportunidade de servir aos outros. A comunidade nos ajuda a abrir ideias novas e diferentes; começar a dissolver nossas barreiras e crenças limitantes. A comunidade pode nos conectar com um senso de unidade.

– A meditação pode nos dar exposição direta à Unidade, profundamente. Quando transcendemos o pensamento, entramos em um campo de pura consciência — o estado fundamental não local da existência. Ao fazer esta jornada de um lado para o outro da consciência local para a não local, começamos a testemunhar o estado de Unidade, juntamente com nossos estados de consciência de vigília, sonho e sono profundo. Isso abre a porta para estados mais elevados de consciência e a plena reintegração da Unidade em nossas vidas.

– Comece a ter mais consciência de tudo em sua vida. Esteja consciente de seus pensamentos, emoções e como você reage a situações e pessoas em sua vida. Tente estar consciente de suas escolhas. Estar consciente de como suas ações afetam sua vida e as pessoas ao seu redor pode ajudar a criar um sentimento de pertencimento — um sentimento de fazer parte de algo maior do que apenas suas próprias ideias.

– Veja sua própria unidade quando você estiver na frente de um espelho, faça uma pausa por um momento e olhe diretamente nos seus olhos. Diga em silêncio ou em voz alta EU SOU UM. Esta é a sua alma refletindo de volta para si mesma e lembrando-se de sua Unidade. Pratique isso pelo menos uma vez por dia ou sempre que você olhar seu reflexo no espelho.

Mãos unidas vistas de cima
Foto de Pixabay no Pexels

– Veja a Unidade em Tudo, o Bhagavad Gita declara: “Se você pode ver Deus (a Unidade) em todos, nunca pode fazer mal a ninguém.” Aonde quer que você vá, o que quer que experimente através dos sentidos, lembre-se de que tudo faz parte da mesma Unidade. Comece a reconhecer o mundo como um reflexo de si mesmo.

– A bênção indiana Namastê é acompanhada pela união das palmas das mãos em frente ao centro do coração, quando se encontra ou se despede de alguém. Significa: “Eu reconheço a Divindade em você, que também é a Divindade em mim” ou, em outras palavras, “Nós somos a mesma Unidade”. Se não é confortável para você falar em voz alta, pense em silêncio sempre que encontrar alguém.

– A unidade é o potencial para todos os sons, mas é silenciosa. Em todo momento da existência, toda a criação está constantemente emergindo do silêncio da Unidade. O primeiro som ou vibração emergindo do silêncio é OM. Essa vibração se expande em todos os sons e vibrações do Universo. Quando cantamos OM, ela atrai nossa consciência de volta a manifestação da criação e à Unidade.

Você também pode gostar

– O amor é a maior e mais poderosa força unificadora da criação. Quando estamos apaixonados, tornamo-nos um com o objeto do nosso amor. Essas citações inspiradoras que contam a história da relação entre amor e Unidade.

Viva sua vida a partir do amor, reconheça que você é consciência pura. Reconheça quem você é e viva sua vida em paz. Não há mais nada a fazer. Não há curva de aprendizado, não há desafios a dominar, não há problemas a serem resolvidos. Apenas seja.

Sobre o autor

Tania Rainha

Tania Rainha

Terapeuta e Instrutora Master&Science em ThetaHealing® certificada pelo THInK - EUA. Graduado em Educação Física e pós graduada em Fisiologia Humana . Além disto, é graduada em Reiki, Karuna Reiki, Cura Estelar e Cura Cristalina e Terapia Floral.

E-mail : [email protected]
WhatsApp : (19) 9 9655-1100

Site : conexaotheta.com
Fanpage: Theta Conexão
YouTube: Conexão ThetaHealing
Instagram: @thetahealingconexao