Autoconhecimento Coaching

Conselhos sábios para ser feliz

conselhos sábios
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Por mais que pensemos que a seção de “autoajuda” nas livrarias é a que mais pode nos ajudar, os livros com pensamentos clássicos de grandes filósofos também têm grande valor quando falamos de conselhos. Neste artigo falaremos sobre os conselhos dados pelos Estoicos, cujos maiores pensadores são Zenão de Cício, Cleanto de Assos e Crisipo. A principal ideia destes filósofos fala que só é possível atingir a sabedoria quando se está em equilíbrio com a natureza. Esses pensadores têm conselhos que podem nos ajudar (e muito) a sermos mais felizes!

Eventos não te deixam para baixo. Crenças sim. 

Quando você termina um relacionamento, sempre se sente magoado e triste, não é? Mas e se a pessoa que te deu “um fora” era uma psicopata? Você não iria se sentir mais aliviado? O problema não é ter terminado essa relação, mas sim o que você pensava sobre ela.

conselhos sábios

Emoções não ocorrem de forma randômica, mas sim se relacionam às suas crenças e opiniões sobre as situações que vive.

Os Estoicos dizem que não existem situações boas ou ruins, mas sim percepções. Shakespeare resumiu essa ideia na seguinte frase: “nada é bom ou ruim, mas pensar sobre o faz”.

Quando você passar a perceber as suas crenças sobre o que te rodeia, vai vê-las de forma mais objetiva, tornando-se mais resiliente e conseguirá tornar tudo que lhe acontece em algo bom.

A verdade é que olhar o lado bom das coisas (de qualquer coisa) faz diferença!

Emoções negativas são causadas por crenças irracionais, então, pode não ser tão simples mudar, mas da próxima vez que as sentir pergunte a si mesmo qual a sua opinião sobre o que lhe aconteceu e depois questione: “esse sentimento é racional?”.

Controle o que você pode. Ignore o resto!

Você conhece a oração da serenidade?

“Deus, me dê a serenidade para aceitar as coisas que eu não posso mudar, coragem para mudar as que eu posso e sabedoria para saber a diferença.”

Ela foi escrita em 1934 por Reinhold Nieburh e tem uma ideia estoica em sua base, que se importavam bastante com o controle das coisas.

A grande chance do estoicismo é se perguntar: eu posso fazer algo sobre isso?

Se a resposta é “sim”, então faça! Se você não pode, então simplesmente não pode! Se preocupar não te trará nada além de estresse. Não adianta se estressar ao se preocupar se irá chover amanhã, afinal, não será isso que mudará o clima do mundo, não é? Parece algo óbvio, mas é difícil renunciar ao controle. Mas faça esse exercício. Você será muito mais feliz e deixará de gastar energia com situações desnecessárias.

Na próxima vez que você estiver se preocupando à toa, pare e se preocupe: eu tenho o controle sobre isto?

Se você tem, pare de se preocupar! Se você não tem, se preocupar não fará essa situação mudar. E, aproveitando o tópico anterior, pergunte-se se esse sentimento é racional e entenda qual crença está te deixando ansioso, nervoso e confuso.

Aceite tudo. Mas não seja passivo!

conselhos sábios

Todos temos problemas com a palavra “aceitar”. É como se ouvíssemos a palavra “desistir”. Mas não é!

Pense dessa forma: qual o oposto de aceitar? Negar! E ninguém gosta de negar.

Negar é uma ação irracional e, como já aprendemos, crenças irracionais é de onde vêm as emoções negativas. Então, o primeiro passo é aceitar a realidade. Mas não quer dizer que você deve ser passivo.

Você aceita a chuva. Ela está aqui. A negação e pensar no que “deveria” acontecer não muda nada, mas isso não significa que você não possa pegar um guarda-chuva.

Para os estoicos, aceitar não é se resignar, mas sim aceitar os fatos e decidir o que você vai fazer sobre isso. O problema é que, como temos expectativas sobre como as coisas deveriam ser, sentimos que estamos desistindo e ficando com algo pior. O conselho é: não gaste energia com as coisas que estão fora do seu controle, aceite-as, envolva-as e então siga em frente fazendo aquilo que está ao seu alcance.

Quando algo estiver saindo do controle, não negue essa realidade, aceite-a. Afinal, já está acontecendo.

Rituais pela manhã e à noite são essenciais

Muitas pesquisas mostram que rituais podem realmente melhorar a sua vida. Já os estoicos recomendam rituais pela manhã e à noite. Ou seja, um para dar início ao dia e um para refletir sobre o que ocorreu e perceber o que pode melhorar.

Para os pensadores, você deve começar a sua rotina com um ritual que te lembre aquilo que você enfrentará naquele dia. Pare e pense: “essas são as pessoas que terei que encontrar hoje…” e então prossiga listando tudo de negativo que pode lhe acontecer. Não, isso não é ser pessimista. Agora que já terminou sua lista, tente entender porque essas pessoas podem agir da maneira que você está pensando e perdoe-as, ame-as por isso.

Perceba que os estoicos não acreditavam em perfeição. Eles sentiam que todos estávamos num processo pelo progresso. Você sempre pode se tornar algo melhor.

Então, para finalizar o seu dia, pare e pense: o que EU posso fazer melhor?


Escrito por Gabrielle Carreira da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]