Autoconhecimento Comportamento

Causas da carência humana e como viver com mais plenitude

Menina pensativa no meio de pessoas mexendo no celular
Pressmaster / Canva
Escrito por Deise Aur

Embora a humanidade tenha avançado em termos tecnológicos, é visível que os seres humanos se encontram psicologicamente carentes. Um paradoxo, não é mesmo?

De um lado, as facilidades e comodidades da tecnologia, do outro, o ser humano se sentindo cada vez mais confuso, perdido e distante de si mesmo, do próximo e da Natureza. Já se perguntou por que isso está ocorrendo?

Este conteúdo traz uma reflexão sobre essa contradição do mundo contemporâneo e como nos equilibrar diante dessa situação paradoxal.

Causas da carência de si mesmo

Cada humano tem uma Chispa Divina (Alma) que se expressa através do corpo, por vezes a pessoa não se dá conta disso e acaba ignorando-a, por estar identificado com a matéria e com os problemas do mundo.

Esse esquecimento e essa identificação geram uma divisão entre mundo espiritual e material e consequentemente o ser humano se fragmenta, polariza, enfraquece e sente um vazio existencial.

Desse estado vêm a carência e a escassez de si mesmo e por consequência surgem depressão, estresse, insegurança, ansiedade e outros desequilíbrios psíquicos que afligem a humanidade no mundo atual.

Menina sentada no chão com as mãos na cabeça
PRImageFactory / Getty Images Pro / Canva

Além dessa questão, outros fatores colaboram para esse estado de carência interna, tais como:

  • o autoabandono e a autoanulação, para viver em função de agradar os outros
  • deixar-se influenciar pelos demais em detrimento de sua Alma
  • medo da rejeição e do que pensam de você
  • seguir os padrões e condicionamentos da sociedade que vão contra sua natureza e sua Alma
  • querer corresponder às expectativas das pessoas, deixando de ser você mesmo
  • viver excessivamente do material e de aparência, para preencher o vazio existencial
  • esquecer de sua verdadeira realidade e com isso se distanciar de seu Espírito
  • negligenciar sua verdade, por vergonha de assumir quem realmente é
  • ser bonzinho, para ter a aprovação e o reconhecimento alheio
  • confiar mais nos outros do que em si mesmo
  • viver em função dos outros e não se sentir bem com a própria companhia
  • estar mal relacionado consigo
  • não se aceitar e não se amar
  • falta de autoconhecimento

Prejuízos da carência de si mesmo

A carência de si mesmo gera prejuízos de toda ordem e em várias áreas da vida, como:

  • falta de prosperidade
  • desânimo
  • tristeza
  • doenças
  • desmotivação
  • falta de propósito
  • sensação de ser vítima das circunstâncias
  • uma série de negatividades, tais como: ódio, revolta, insatisfação, inveja, ciúmes, raiva, rancor, culpa, excesso de reclamação da vida e de crítica
  • tendência a mentir para si mesmo e se iludir
  • relações tóxicas
  • mente confusa e conflito interno
  • fragilidade emocional
  • carência afetiva
  • problemas materiais e financeiros

Como se preencher de si mesmo

Para nos sentirmos preenchidos de nosso SER, que é o que existe de real e permanente em nós, é necessário percebermos e sentirmos sua expressão e força.

Mulher abraçando a si mesmo
AaronAmat / Getty Images / Canva

A prática da meditação, a observação de instante a instante, a concentração em cada momento, a atenção ao agora e vivermos inteiros no presente nos vinculam e ancoram em nosso Real Ser.

Nesse estado vêm a força, a lucidez, o equilíbrio, o autoconhecimento e a compreensão da realidade.

Os benefícios do estado de preenchimento interno

Quando percebemos nossa Real Natureza e lhe damos a devida atenção, advêm vários benefícios que contribuem para nosso aprimoramento e avanço, como:

  • paz e quietude interna
  • sentimentos e emoções mais elevados
  • equilíbrio entre o material e espiritual
  • lucidez
  • consciência ampliada
  • compreensão do que significa ser UNO com o TODO
  • desenvolvimento interno
  • estado de prosperidade, confiança e fé
  • compaixão para consigo e com os demais seres
  • liberdade interna
  • desenvolvimento de um senso interno, livre da influência dos conceitos e condicionamentos que NÃO estão alinhados com sua Real Natureza
  • sabedoria
  • respeito a toda a Vida
  • força, vitalidade e energia
  • coerência, visão e clareza diante da realidade
  • alinhamento com o seu real propósito
  • uma vida harmônica
  • estado de gratidão

Você também pode gostar

Viver com mais plenitude

Para viver preenchido de si mesmo e em estado de plenitude é importante perceber-se e compreender-se, aceitando sua realidade, porém sem deixar de se desenvolver e manifestar todo o seu potencial.

Nessa relação verdadeira consigo, se estabelecerá o reconhecimento da Vida que você é. Dessa forma, se tornando mais íntegro, expandindo seu SER, assumindo seu poder e assim irradiando sua LUZ.

Sobre o autor

Deise Aur

Meu nome é Deise Aur. Exerci a carreira de professora, primeiro de alfabetizadora, depois de professor de História, até me aposentar.

Em sala de aula procurava despertar nos seres humanos a sensibilidade para a arte, filosofia, mística e psicologia. Atualmente, faço isso através das mídias digitais.

Tenho diversas áreas de interesse, focando vários temas como Vida, Veganismo, História e Moda.

Gosto de escrever, expressando inquietudes e anseios que habitam na nossa alma e traduzo em palavras, utilizando minha sensibilidade, principalmente, com relação à espiritualidade e também aos sentimentos humanos.

Contatos:

Sites:

deiseaur.blogspot.com.br

veganpelavida.com.br

historia-dinamica.blogspot.com.br

E-mail: professora.deise.aur@gmail.com

Youtube: Canal Deise Aur