Transição Planetária

Descobri no breu, uma constelação

Imagem representando uma transição planetária
Nasaimages/ 123RF
Angela Regina Lazzari

Muito se fala sobre a Transição Planetária. É um campo vasto de informações, mas também de desinformações. Pessoalmente acredito nesse movimento que está acontecendo. Não há como negar que tudo está se tornando diferente. Para alguns, o diferente está sendo único e especial – uma grande oportunidade de nos voltarmos para nossa essência; para outros, uma verdadeira loucura, em que nada faz sentido, e essa oportunidade acaba por nada significar, e a grande oportunidade passa despercebida.

Há alguns dias voltei a ouvir uma música bastante profunda, que trouxe mensagens muito importantes a respeito de todo esse processo que estamos vivendo e que me mostrou quanto é grandiosa essa oportunidade de evolução pela qual todos estão passando. Trata-se da música “Fênix”, de Jorge Vercillo. Sugiro que ouçam com bastante atenção e tentem abstrair da letra os grandes significados nela contidos.

Por muitas vezes nos encontramos em uma profunda escuridão: tudo incomoda, a angústia é grande e o desassossego nos deixa perdidos a ponto de não conseguirmos enxergar, sequer, um palmo adiante do nariz. Porém, quando estamos verdadeiramente conectados com nosso Eu Superior (O Deus que habita em mim), somos capazes de acreditar, sem qualquer dúvida, que TUDO, TUDO só vem para colaborar com a nossa evolução e com a abertura de nossos caminhos, ainda que para isso seja necessário passarmos por momentos de dor. Dor essa que só nos trará a verdadeira libertação, em todos os sentidos e em todas as áreas de nossa vida.

Duas pessoas observando o céu
YutingGao/Pexels

Nesses momentos descobrimos que no breu existe uma grande constelação. O véu das nossas ignorâncias e limitações cai por terra. Percebemos o quanto que nos condenamos por um tempo muito, muito longo e que não existem razões para isso. O aço no qual nosso coração se prendeu fez-nos forjar uma realidade que não é a nossa. Nessa prisão em que nos condenamos não conseguimos enxergar e sentir o esplendor inimaginável que nosso espírito pode alcançar. Essa chance não dista de um passo! Não é impossível! É real e verdadeira e cada um de nós possui todas as ferramentas necessárias para atingir esse esplendor.

Podemos esquecer quem verdadeiramente nunca fomos (o EGO que manipula e que determina pensamentos e atitudes inconvenientes – “as leis mesquinhas dos mortais”). Agonizamos e sofremos baseados em padrões predeterminados e não visualizamos que dentro de nós existe uma Fênix.

Você também pode gostar

A Centelha Divina habita dentro de nós, sempre existiu e está lá, disponível para ser acessada a qualquer momento, e aqueles que estão dispostos a isso fatalmente receberão a comunicação do Alto – isso é um fato!

Onde foi ruína hoje pode ser o Paraíso. É tudo o que queremos. Sempre foi tudo o que buscamos, porque ninguém pretende viver eternamente no olho de um furacão!

Busquemos Renascer a todo momento! Busquemos o melhor que existe dentro de nós! Busquemos conceber o outro como parte de nossa vida, com respeito, dignidade e

Amor, pois estaremos fazendo por nós mesmos!

Tenhamos a certeza de que existe uma Luz imensa dentro da escuridão! O frio também pode nos aquecer se nos unirmos em Fé e Esperança!

Gratidão por essa maravilhosa Transição Planetária!

Gratidão pela imensa oportunidade de aprendizado e evolução!

E Gratidão pela leitura de todos vocês, meus irmãos em Cristo!

Sobre o autor

Angela Regina Lazzari

Angela Regina Lazzari

Tenho 56 anos e desde que me reconheço como ser pensamente, interesso-me imensamente por assuntos espirituais, cabalísticos e tantos outros que me fazem progredir e ser um pouco melhor a cada dia.

Dentro desse meu conhecimento, que acredito não ser ainda tão vasto, mas que está fluindo e caminhando, procuro passar para as pessoas que conheço tudo aquilo que retiro e sinto de bom em mim, quando abordo diversos temas de desenvolvimento pessoal.

Não sou jornalista, não sou coaching, sou formada em Licenciatura e Bacharelado em Letras e Secretariado Executivo e sou poeta (já publiquei um livro,apenas de gosto pessoal que não foi comercializado).

Email: [email protected]