Espiritualidade

Você sofre de ansiedade?

Nadya Prem
Escrito por Nadya Prem
A ansiedade se manifesta no corpo e na mente. É uma preocupação com o futuro que, quando exagerada, pode se transformar em um transtorno psicológico.

Gera na mente desconforto, aflição, nervosismo, excesso de pensamentos e sintomas físicos como taquicardia, tremores, suores, tensão muscular, enjoo, falta de ar e tontura.

Em algumas ocasiões é natural que a ansiedade nos tome, afinal é uma reação emocional em momentos de insegurança, que trazemos de nossos ancestrais e que de certa forma nos serve como defesa. O cérebro emocional ou límbico, presente em todos os mamíferos, responde aos estímulos externos com o objetivo de sobrevivência.

A ansiedade coloca o corpo em alerta para reagir a uma situação de estresse. Quando um animal se defronta com o perigo o seu corpo se prepara para atacar ou fugir. Para tanto são liberados hormônios como adrenalina e cortisol que alteram o metabolismo e preparam para a reação ao perigo iminente.

Lembre-se de momentos de ansiedade como o início de um relacionamento amoroso, uma entrevista de emprego, um evento importante. Preso no trânsito, diante de um problema de saúde ou outra adversidade.

shutterstock_180177260-2Porém, quando a ansiedade extrapola e passa a dominar o dia a dia, sem um real perigo que justifique, é hora de se cuidar!

O transtorno de ansiedade prejudica a qualidade de vida, tornando a rotina diária em um grande tormento.

Nem sempre percebemos o quanto estamos sendo dominados pela ansiedade. Ela pode aparecer disfarçada como uma característica normal da personalidade, atingindo aos poucos a saúde integral.

A preocupação com acontecimentos que virão e a obsessão por querer controlar a vida, alimentam a ansiedade.

Além de causar desequilíbrios para o corpo e para a mente, a ansiedade também  prejudica as relações interpessoais familiares, profissionais e amorosas.

Não é possível controlar as pessoas, os relacionamentos e o futuro o tempo todo. Podemos apenas nos responsabilizar por fazer a parte que nos cabe.

Por que sentimos ansiedade?

O medo é a causa da ansiedade. Falta de confiança em si e no futuro. Deixamos de viver o momento presente, desperdiçando nossa energia em algo que ainda não aconteceu.

Como curar?

O caminho para a cura do transtorno de ansiedade deve ser pautado na compreensão que só podemos mudar o futuro se estivermos focados no presente. O único momento real que temos é o aqui e agora.

O nosso corpo está sob o domínio da mente e se ela lhe envia sinais de ansiedade ele acreditará no que lhe foi transmitido.

Principais transtornos de ansiedade

Síndrome do Pânico, Fobias, Estresse Pós-Traumático, Ansiedade Generalizada, TOC

Práticas para ajudar a curar a ansiedade

A terapia transpessoal trabalha com psicoterapia oriental, yogaterapia, expansão da consciência e diversas técnicas que proporcionam recursos para alterar o padrão mental e emocional. Entre tantas ferramentas, vou lhe passar a prática abaixo:

Meditação da respiração
  • Foque sua atenção em seu fluxo respiratório;
  • Perceba sua respiração sem interferir no fluxo;
  • Tome consciência se ela está superficial ou profunda;
  • Observe, apenas observe;
  • Toda vez que se pegar distraído, perceba a distração e volte a focar o fluxo respiratório;
  • Ao terminar, inspire profundamente e solte o ar vagarosamente;
  • Faça a prática diariamente por no mínimo 10 minutos.

Seja Amor!

Sobre o autor

Nadya Prem

Nadya Prem

Formada em Administração de Empresas e Gestão de Recursos Humanos, Técnica em Naturopatia, Acupunturista. Estudiosa e pesquisadora dos estados alterados de consciência, mediunidade e psicopatologias. Unindo ciência e espiritualidade, desenvolvi junto aos meus guias a ORIENTTI (Orientação Terapêutica Transpessoal Integrativa). Há mais de 30 anos de atuação na esfera transpessoal, médium ostensiva de incorporação e cura, desde a adolescência, buscadora do entendimento e desenvolvimento transpessoal. Atendimento presencial em São Paulo e Itupeva e a distância por skype ou e‐mail. Para mais informações sobre orientação e terapia, agendamento e valores, envie um e‐mail.

E-mail: [email protected]
Blog: www.psicologiaespiritualista.blogspot.com.br
Facebook: /nadya.r.s.prado