Convivendo

“É bonita, é bonita e é bonita”: a vida é leve, divertida e amorosa.

Sabe, no fundo, a vida é simples, divertida e amorosa. Ela é como uma criança que nos convida à mais bela das aventuras. Para quem a enxerga com os olhos da alma, ela é leve, bela, cheia de esperança e de luz.

Mesmo que passemos uma vida inteira escutando coisas do tipo: “A vida é madrasta”, “a vida é cruel”, “a vida é dura”, nós temos o poder de ressignificar tudo isso.

Há pessoas que usam a frase “a vida ensina” como um sinônimo de “a vida pune, castiga”. Pensar dessa forma é perceber a vida de maneira limitada, escassa e pessimista. Isso leva a um sentimento de impotência, de desamparo, de angústia e de ingratidão por tudo o que a vida nos oferta. A sensação que fica é a de que não vale a pena viver. Pesado isso, não é mesmo?

Se algum dia nós acreditamos que a vida era cruel e truculenta, essa mesma crença, em algum momento, voltou-se contra nós! Sim, porque se emanamos isso para o Universo, é exatamente isso que teremos de volta. Agora, imaginemos o que essas mesmas crenças causaram às gerações anteriores, sem que nossos antepassados tivessem consciência do quanto isso limitava a vida deles e o quanto poderia prejudicar seus descendentes.

Triste, não é mesmo? Mas aí é que está a nossa valorosa tarefa: precisamos superar as crenças limitantes, os antigos paradigmas e os padrões que nos aprisionam às baixas frequências. Chegou a hora de romper o ciclo! A consciência trouxe à luz a razão pela qual somos chamados a elevar a nossa frequência e a do planeta.

Dois homens felizes sorrindo para a câmera
The Odd Fray / Canva

Quanto mais contemplarmos o milagre da vida, agradecendo por tudo o que ela proporciona para nós e manifestando alegria em nosso viver, mais a nossa frequência se elevará.

Elevando nossa frequência, acessamos, sintonizamos e manifestamos as infinitas possibilidades do Universo. Assim, poderemos vibrar na alegria, no amor, na abundância, na gratidão, na harmonia, na paz interior e na insondável riqueza espiritual da nossa centelha divina.

Sabe a sensação de ser aquela boa terra, o solo fértil onde brotam e florescem lindos dons? É isso! Quanto mais amarmos nossa vida, mais teremos motivos para agradecer os milagres que surgirão em nosso caminho.

Que tal repetirmos o mantra de Access Consciousness todos os dias?

“Tudo na vida vem a mim com facilidade, alegria e glória”

A vida se manifesta em nós para que possamos conhecer a felicidade, a plenitude, a graça e a gratidão. Ela é a expressão da nossa centelha divina e do poder do Criador. O amor e a sabedoria nos convidam a tornar a vida uma experiência extraordinária para nós, para quem convive conosco e para a nossa descendência.

E então, o que você escolhe hoje? Lamentar-se pela vida que leva ou agradecer por tudo o que a vida tem ofertado a você, em forma de bênçãos e de aprendizados?

Homem e menino lambendo um sorvete de casquinha
Crystal Sing / Corelens / Canva

O que você escolhe: ser vítima do mundo ou ser protagonista de uma vida incrível? Quer continuar a viver reclamando da vida, escondendo-se em uma zona de conforto tóxica, usando máscaras que não expressam quem você é de verdade? Quer se conformar com o pessimismo e repetir que o mundo é assim mesmo, que a vida é injusta e que ninguém é feliz de verdade? Quer continuar a ver o mundo como uma tragédia e perpetuar essa visão equivocada aos seus descendentes?

Desperte agora mesmo! Saia dessa prisão! Você pode mudar isso alterando seus pensamentos, suas crenças, seus sentimentos e suas emoções. A gratidão é o primeiro passo para perceber o quanto a vida é maravilhosa! Em seguida, o alinhamento com o propósito de sua alma conduzirá seus passos rumo aos seus sonhos e à felicidade plena e verdadeira.

Você também pode gostar:

Para tornar tudo isso ainda mais fantástico, cerque-se de pessoas alegres, positivas e motivadas, que sempre buscam fazer o seu melhor em todas as áreas da vida. Afaste-se de quem drena sua energia vital, especialmente de pessoas reclamonas, grosseiras, preguiçosas, fofoqueiras, invejosas, interesseiras e soberbas.

No momento em que você decidir mudar e se tornar a sua melhor versão, atrairá novas companhias, novas oportunidades e fascinantes experiências para sua vida. Então você perceberá o quanto a vida é incrível e abençoada.

Repita comigo:

“Tudo na vida vem a mim com facilidade, alegria e glória”

Como nos disse Gonzaguinha, a vida é bonita, é bonita e é bonita!

Viva e seja feliz!

Sobre o autor

Maria Cleide Pereira (MCSCP)

Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira, ou Maria Cleide Pereira (MCSCP), é professora de língua portuguesa e especialista em gestão de pessoas. Estudiosa da psicologia analítica, é autora do livro "O universo simbólico da obra 'O Saci': um estudo junguiano sobre a obra infantil de Monteiro Lobato".

Fascinada pelas práticas integrativas e complementares, participou de cursos de massoterapia, reiki, medicina tradicional chinesa, fitoterapia, cristaloterapia, sistemas de curas vibracionais, entre outros.

Aquariana apaixonada pela humanidade, sempre acredita no melhor das pessoas. Seu propósito de vida é auxiliar o processo de expansão da consciência por meio do desenvolvimento integral dos indivíduos, aprimorando suas aptidões naturais, reconhecendo seus propósitos e fortalecendo suas competências, habilidades e atitudes.

Poetisa inspirada pela espiritualidade, imprime em seus versos e em sua prosa poética a linguagem do coração, convidando cada leitor e leitora a um profundo mergulho na própria alma.

A escritora é membro das seguintes academias literárias:

Academia Castanhalense de Letras

Academia Internacional da União Cultural

Academia de Letras da América Latina

Academia Literária Internacional de Poetas e Escritores

Contatos:
Email: mariacleidescpereira@gmail.com
Facebook: mariacleide.pereira