Convivendo

É tempo de…

Young couple having fun piggy backing with the laughing young woman holding out her arms pretending to be an airplane as they relax on summer vacation
Amanda Rodrigues
Escrito por Amanda Rodrigues
É tempo de transformação, mudança e renascimento. É tempo de ser grato por tudo o que já passou e ter consciência de que o passado foi essencial pelo que somos hoje, mas passou. É tempo de desapegar, deixar ir, deixar ser. Ser o que? Você!

É tempo de olhar para dentro, para o interior. É tempo de renovação e evolução. É tempo de irmos em busca sempre da nossa melhor versão. É tempo de amor. É tempo de união. É tempo de compaixão. É tempo de caridade. É tempo de respeito. É tempo de humildade. É tempo de paz e harmonia. É tempo de pensar e refletir. É tempo de observar a trajetória, analisar os fatos, aprender com os erros. É tempo de morrer. É tempo de ressurgir. Das cinzas, do nada, do zero. Mais fortes do que nunca. Como a fênix.

É tempo de despertar, de novo? Sim. É tempo de ter consciência dos atos e também de suas consequências. É tempo de entender de uma vez por todas que a gente colhe o que a gente planta, e que às vezes precisamos passar por situações não muito agradáveis, mas que servem para nossa evolução.

felicidade

É tempo de evoluir. A vida é evolução. É tempo de encontrar um propósito maior. É tempo de sair do automático. É tempo de voltar a sua essência. Como reencontrá-la? Visitando as cavernas escuras e profundas dentro de você.

É tempo de abraçar as sombras e transmutá-las em luz. É tempo de ser feliz. É tempo de ser alegre, de encontrar uma razão maior para viver. É tempo de se permitir. É tempo de deixar o fluxo da abundância fluir. É tempo de conexão. É tempo de se conectar com o que está a sua volta. Com a natureza, com o céu, com os astros, com uma força maior. É tempo de ter fé. Acreditar.

É tempo de correr atrás dos sonhos. É tempo de viver o propósito. É tempo de ser amor. É tempo de ser luz. É tempo de ter empatia, enxergar ao próximo como parte de si mesmo. É tempo de ter amor-próprio. É tempo de saber valorizar. É tempo de encerrar ciclos e recomeçar novos outros. É tempo de ser leve.

“É tempo de encontrar um propósito maior. É tempo de sair do automático. É tempo de voltar a sua essência. Como reencontrá-la? Visitando as cavernas escuras e profundas dentro de você”

É tempo de ter menos raiva, menos intolerância. É tempo de mais sororidade. É tempo de esperança. É tempo de valorizar o essencial, que é invisível aos olhos. É tempo de ser grato. É tempo de GRATIDÃO. É tempo de amar e ser amado, “pois é dando que se recebe”. É tempo de perdoar e pedir perdão. É tempo de ser fundo ao invés de raso. É tempo de ser maduro e responsável. É tempo de batalhar pelo que se quer. É tempo de ser livre. É tempo de se libertar das amarras. É tempo de parar de se autossabotar. Quantas segundas-feiras mais você precisa para começar? É tempo de ter tempo. Mas, afinal, o que é o tempo? É tempo de ser fiel a si mesmo. É tempo de ter atitude. É tempo de agir. É tempo de Coração. Oração. Ação.

É tempo de chorar, levantar, sacudir a poeira e sorrir. É tempo de nadar o fluxo das águas e tentar ir contra a correnteza. É tempo de viver. É tempo de… fora de ordem mesmo, repetida mesmo. Porque é isso, a vida é movimento, é cíclica, e ela nos surpreende diversas vezes. E diversas vezes nos pegamos sorrindo e outras tristes. Altos e baixos. Com a certeza de que tudo passa. É tempo de… sem mais nem menos VIVER!

Sobre o autor

Amanda Rodrigues

Amanda Rodrigues

Sou estudante de Publicidade e Astrologia, leonina, apaixonada pela vida e pelo autoconhecimento. Acredito que a Astrologia é uma ferramenta incrível para o autoconhecimento. Uma bússola que nos guia ao encontro de nós mesmos. Não tenho uma religião específica, gosto um pouquinho de cada. Acredito que a fé e o amor movem montanhas e nos levam a qualquer lugar!

No início do ano passado tive uma grande crise interna que gerou meu despertar. Comecei a me questionar se estava no caminho certo, não tinha mais certeza se desejava continuar na publicidade, fiquei um pouco frustrada por alimentar e impulsionar valores que não me representam, à outras pessoas. Desde então, comecei a ter experiências maravilhosas com o autoconhecimento, principalmente através da astrologia como ferramenta. E me apaixonei. Decidi desde então que iria usar a minha comunicação para o bem, para ajudar as pessoas e levar até elas a consciência do autoconhecimento junto com a astrologia. Não sou nem de longe expert em autoconhecimento ou astrologia, mas acredito muito que o que nos torna aptos a falar sobre algum assunto são nossas vivências e experimentações.

Email: [email protected]
Facebook: /amandarccosta