Autoconhecimento

Empoderamento feminino é sobre amor-próprio!

Mulher sorrindo e se abraçando
AaronAmat / Getty Images / Canva
Escrito por Carla Marçal

Hoje quero compartilhar com você, mulher, informações sobre empoderamento feminino, pois sabemos que isso tudo está atrelado ao amor-próprio e ao seu autocuidado. Como você tem cuidado de si?

Mulher, você consegue reconhecer quando seus limites foram ultrapassados?

O sofrimento da maioria das mulheres depende dos limites que elas deixaram de impor, o coração que deixou de ser escutado ou a vontade do outro que acabou se tornando prioridade, em vez de priorizar as vontades do próprio coração.

Quando falo em limites, estou falando em todos os sentidos: no seu trabalho, com sua família e sua casa, nos relacionamentos entre amigos, parceiros e quais mais você estender na sua lista particular.

  1. Jamais se anule! Expresse seus sentimentos e opiniões, seja no trabalho ou em qualquer relação. Não fique neutra apenas por temer o que vão pensar das suas críticas e sugestões.
  2. Imponha seus limites! Quando você impõe seus limites, suas relações se tornam mais sinceras, mais confiantes, então as pessoas começam a te conhecer melhor e a te respeitar mais.
  3. Aprenda a dizer “não”! Se você está aceitando fazer algo que não quer apenas por ser alguém querido ou por não querer magoar alguém, entenda que você nunca agradará todas as pessoas. Priorize seus sentimentos e fale “não”. Aprenda a praticar isso.
Mulher sorrindo com roupa social, levantando os braços para cima
Latino Life / Canva

Lembre-se: Você se desrespeita quando permite que as pessoas invadam seu espaço.

Entenda qual é seu espaço e comece hoje mesmo a praticar!

Muitas vezes, as pessoas desejam um relacionamento perfeito, mesmo sabendo que isso não existe. Quando aparece alguém legal, com o passar do tempo vão surgindo os desafios que, até então, no início, não existiam. Por que isso acontece?

Em primeiro lugar, é importante saber que muitas vezes as pessoas acabam projetando no outro a busca pelo par ideal. Com o tempo, essa projeção vai enfraquecendo na relação, pois a partir de um determinado ponto, um vai conhecendo o outro melhor e os véus vão caindo. Aquela “perfeição”, que nunca existiu, dá lugar à realidade.

Existem pessoas que vão cultivando sentimentos densos pelo outro, com o tempo. Alguns sentimentos, pela metafísica, querem dizer que o parceiro já não está mais feliz na relação e quer sair dela, por isso inconscientemente acaba alimentando isso cada vez mais. Um dos principais sentimentos desse tipo é o próprio ciúme.

Você também pode gostar:

Por isso sempre digo: antes de embarcar num relacionamento, saiba cultivar o seu primeiro amor, que é você mesma(o)!

Conheça sua luz e suas sombras, vá até às profundezas do seu ser e entenda tudo sobre você, o que gosta e o que não gosta; o que é realidade e o que não é. Afinal atraímos semelhantes, então quando você muda, foca em você, se ama, se dá valor e entende o que é bom para você, ao buscar no outro uma companhia, atrairá qualidades que você nutre.

Saiba mais como trabalhar isso tudo em você, envie uma mensagem para conversarmos melhor sobre isso! Meu WhatsApp está no link ao lado.

Sobre o autor

Carla Marçal

Psicóloga por formação, com uma carreira profissional de sucesso já em nível diretivo em grandes corporações; conquistei tudo que rotulamos que devemos ter para ser feliz.

Paralelamente à minha carreira, sempre me dediquei a estudos para conhecer/entender o comportamento humano: me formei psicodramatista e estudei coaching, PNL, antroposofia e outras técnicas com o objetivo de ajudar pessoas e organizações a passarem com sucesso por processos de mudanças, humanização e desenvolvimento pessoal e profissional. Mas sempre faltava algo, nunca conseguia me sentir plenamente realizada. Em 2017, após a cura de um câncer de tireoide, decidi passar por um período sabático, me aprofundei em livros, cursos e materiais de diversos mentores, bem como me dediquei a descobrir meu verdadeiro propósito de vida.

Foi nessa jornada de autoconhecimento que encontrei o Thetahealig®, em que de cliente passei a terapeuta e instrutora oficial da técnica. Me formei operadora de mesa quântica estelar, de mesa quântica estelar-pets e professora de MQE.

Hoje atuo com verdadeira paixão pelo que faço e vivo de acordo com o meu verdadeiro propósito de propagar muita luz, boas vibrações, alegria e energias positivas para que as pessoas e o planeta tenham uma vida plena e feliz.

Minha realização é ajudar pessoas e animais a terem saúde mental, emocional e física.

Email: Camarcal67@lwmail.com.br
Site: linktr.ee/carlamarcal_
Facebook: carlamarcalpsicoterapeuta
Instagram: @carlamarcal_
Twitter: @carlamarcal
Youtube: Carla Marçal
Youtube: Carla Marçal