Autoconhecimento

Equinócio de Primavera – Práticas de desapego na primavera para tornar a vida florida

Globo da terra em vidro que reflete todo cenário de natureza ao redor.
Anna Maria Oliveira
Escrito por Anna Maria Oliveira

“Quando entrar setembro e a boa nova andar nos campos, quero ver brotar o perdão onde a gente plantou”

Beto Guedes

Setembro, nono mês do ano, final do inverno, chegada do Equinócio de Primavera! Símbolo do altruísmo, o número nove inspira a pratica da bondade, o amor à música, ao teatro e as artes de modo geral, também evoca a cura.

Depois do recolhimento e introspecção proporcionados pelo inverno, eis que a estação das flores chega exuberante.

É hora de colher os frutos materiais e espirituais dos compromissos assumidos lá no primeiro dia do ano, finalizar ciclos e abrir as janelas da mente e do coração para arejar a vida.

Agora o que passou fica no passado, com honra e respeito!

A decisão é seguir em frente, com os pés firmes na terra e a mente conectada ao céu.

Mão masculina segurando flores.

Viver a verdade, renascer, nutrir o corpo e a alma com as cores, aromas, luz, ventos da primavera.

A natureza sabiamente nos ensina a apreciar profundamente a existência, as estações do ano, os ciclos da vida, os tempos de arar, semear e colher os frutos de tudo o que plantamos.

A primavera é considerada uma estação temperada e amena, ponte entre o inverno e o verão. Gosto de chamar de caminho do meio, sem extremos e excessos, a força do dia e da noite são iguais.

Isso me faz sentir o quanto podemos aproveitar a chegada da estação para sentir as forças femininas e masculinas que pulsam em nós.

Fortalecer a nossa capacidade de dar e receber amor, deixar florescer a nossa qualidade amorosa.

Sempre é tempo de nos conectarmos com a Mãe Natureza, reverenciando sua sabedoria, beleza e acolhimento.

Você também pode gostar de:

Que tal algumas práticas de desapego na primavera para tornar a vida mais leve e florida?

Doze flores rosas.

1. Veja no seu guarda-roupa o que não serve mais, roupas, sapatos, acessórios. Agradeça a contribuição deles e solte, doe, faça um bazar.

2. E aqueles livros? Que você leu, estudou? Faça o conhecimento circular.

3. Vamos para a cozinha? Você precisa de tudo o que está no seu armário? Sabe aqueles saquinhos com restinhos de temperos, fermento, farinhas… que ficam escondidos no fundo da despensa? Então… veja a validade…

4. Suas plantas… se você tem em casa… olhe para elas! Talvez estejam precisando de vitaminas, adubo, vasos novos!

5. E os cômodos do seu ser interior? O que está guardando? Dê nome aos sentimentos, emoções, seja grata. Liberte-se do que consome sua energia e foco. Reconheça seus talentos, habilidades, intuição, criatividade. Respire mais e melhor.

6. Prepare banhos especiais com flores para relaxar e presentear a si mesma.

7. Vista-se com o seu melhor autocuidado e permita-se…. Florescer e perfumar a sua vida e a vida das pessoas que estão ao seu redor.

A vida é uma dádiva, um sopro, SEJA VOCÊ!

FELIZ PRIMAVERA!!! Boas práticas e reflexões!!!!

Sobre o autor

Anna Maria Oliveira

Anna Maria Oliveira

Atuo como palestrante, consultora, professora formadora na abordagem meditação e yoga lúdico na educação, desenvolvida por mim. Graduada em cursos complementares, como arte contemporânea, xilogravura, educadora brincante, reiki tibetano, técnicas corporais ayurveda, instrutora de yoga na educação com crianças.

Vasta experiência em educação pública e no terceiro setor.

Realizo atendimento individualizado para profissionais da educação, utilizando a abordagem consultoria integrada experiencial.

Fundadora da Academia Confluência, escola de desenvolvimento humano para autogestão.

CONTATOS
E-mail: annaeduc@outlook.com
Site: academiaconfluencia.com.br
Facebook: academiaconfluencia
Instagram: @academiaconfluencia
Linkedin: Anna Maria de Oliveira