Autoconhecimento Convivendo

Uma viagem interna através do outono

Criança feliz correndo em folhas de outono
Joyce Muzy
Escrito por Joyce Muzy

“Repara que o outono é mais estação da alma do que da natureza” – Carlos Drummond de Andrade.

Assim como na natureza, a nossa vida é marcada por ciclos e cada um deles tem características peculiares. A entrada de uma nova estação do ano pode ser uma oportunidade de alinhamento com os ciclos naturais e, com isso, pode nos proporcionar ferramentas que favoreçam o autoconhecimento.

Em março, teremos o solstício de outono. Dia e noite terão a mesma duração, na transição entre o fim do verão e o início do outono. A partir daí, os dias ficarão menos luminosos até a chegada do inverno. Podemos nos conectar a esse período, buscando observar as mudanças que ocorrem tanto externamente quanto internamente. As palavras-chaves para esta estação são: celebrar o equilíbrio, agradecer a abundância e deixar o velho morrer.

A seguir, irei compartilhar dicas e exercícios que poderão lhe auxiliar na conexão com a energia dessa estação, favorecendo o seu autoconhecimento.

Outono é tempo do que é velho morrer para nascer o novo

Varal com folhas de outono em diversas cores
Foto de Designecologist no Pexels

Durante o outono, as folhas caem para alimentar o solo. É também tempo de colher tudo aquilo que cresceu. Dessa forma, essa é uma oportunidade para refletir acerca de como está a sua vida e definir o que deve ser encerrado, o que precisa ser retomado e como semear novos projetos.

Para isso, vamos dividir por áreas: espiritualidade, relacionamentos, físico, trabalho, família etc. Aqui você pode acrescentar as áreas que sejam adequadas para você. Para cada uma delas, crie três colunas: deixar ir (encerrar), retomar e semear (novos projetos/atitudes). Feito isso, descreva quais as atitudes são necessárias para concretizar o que foi definido anteriormente.

Outono é tempo de desapegar

Mão segurando folha de outono em foco
Foto de Sarbjeet Sandhu no Pexels

É tempo de avaliar as escolhas que você tem feito até aqui, pois a sua colheita é o resultado dessas escolhas. É tempo de deixar ir tudo aquilo que não te serve mais, velhos padrões, emoções que te aprisionam, medos que te paralisam. Você pode também colocar a mão na massa e aproveitar a vibe do outono para fazer aquele faxinão de desapego nas suas roupas, livros, coisas da casa etc.

Outono é tempo de desacelerar e de recolhimento

Xícara com leite vista de cima em manta xadrez com folhas de outono em volta
Foto de Ana M. no Pexels

Está na hora de desacelerar, diminuir o ritmo intenso que nos proporciona o verão. Assim como há o equilíbrio entre o dia e a noite, você pode estar mais em contato com a natureza, com o foco na busca pelo seu equilíbrio interno.

Contemple as cores e os aromas, observe a transição pela qual a natureza está passando nesse período e procure focar a sua atenção no seu mundo interno. Como andam os seus pensamentos e as emoções? Quais os investimentos necessários para que você se sinta mais em equilíbrio? Busque refletir como vem lidando com mudanças em sua vida em todos os aspectos, sejam eles físicos, materiais, emocionais. Esse é um bom momento para iniciar uma prática de meditação, exercícios de respiração ou relaxamento.

Outono é tempo de gratidão pelo que se foi e pelo que ainda está por vir

Pés vistos de cima em folhas de outono com flor na ponta
Foto de Anuradha Gupta no Pexels

Após ter passado pelo processo de reflexão propostos anteriormente, é hora de agradecer. Agradecer pelo que se foi e por tudo aquilo que ainda está por vir. Mantendo uma postura de não julgamento, avalie as pessoas que passaram pela sua vida e seja grato a cada uma delas, independentemente de ter sido uma experiência boa. Seja grato também pelas pessoas que estão na sua vida e por aquelas que ainda estão por vir. Celebre e agradeça toda a abundância – não só material, mas em em outros níveis também, como o espiritual, afetivo, entre outros. Esteja aberto a esse período de mudanças e transformação e seja grato por isso.

Você também pode gostar

Essas são algumas propostas de exercícios para esse período que poderão lhe auxiliar no seu processo de autoconhecimento. Ainda que estejam alinhados ao período do outono, você poderá realizá-los a qualquer tempo e caso necessite. Lembre-se que essa não é uma jornada que você deve trilhar sozinho, busque a ajuda de um profissional.

Até a próxima!

Sobre o autor

Joyce Muzy

Joyce Muzy

Joyce Rojais Fernandes de Melo Muzy é psicóloga, CRP 06/73289, especializada em saúde mental e atenção psicossocial e em políticas públicas e socioeducação.

Possui aprimoramento em arteterapia, psicodiagnóstico infantil, ansiedade, técnicas de respiração, meditação e relaxamento, psicoterapia transpessoal e em terapia cognitivo-comportamental, além de diversos outros treinamentos na área.

É facilitadora licenciada do Programa Educação Emocional Positiva.

Psicóloga credenciada no Conselho de Psicologia para atendimento online. Realiza atendimento presencial em Águas de Santa Bárbara, SP.

Coautora dos livros: “Cuide-Se – 8 Passos para a Saúde Emocional Feminina”, “Diário da Alma Feminina”, “Mulher de Corpo e Alma”, “Conectando Pais e Filhos”.

Contatos:
Email: [email protected]
Site: joycemuzy.wixsite.com/psicologia
Facebook: joycemuzypsicologia
Instagram: @joycemuzypsico
Youtube: Joyce Muzy