Autoconhecimento

Fatos psicológicos para se entender melhor

Portrait of senior woman relaxing at park. Close up face of happy senior woman looking at camera. Portrait of a smiling mature woman with grey hair.
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

A base para se ter uma vida feliz e saudável é o autoconhecimento. Se conhecer bem quem você é, tudo ficará mais claro e as escolhas na vida serão feitas com mais sabedoria. A pergunta que fica é: como melhorar e colocar em prática o autoconhecimento?

Terapia, filosofia, esoterismo, astrologia e religiões entram nesse campo e tentam ajudar da melhor forma possível. Nas últimas décadas, uma nova vertente também entrou para tentar ajudar. Os estudos científicos que utilizam como base a psicologia e a neurociência também começam a dar conselhos sobre autoconhecimento. Veja abaixo algumas constatações que os psicólogos encontraram através de suas pesquisas e que podem fazer você refletir sobre o autoconhecimento.

Os melhores conselhos vêm das pessoas que têm mais problemas

Se por um lado isso pode parecer óbvio, por outro não é, pois, se alguém que tem mais problemas tem mais experiência de vida, pode então aconselhar sobre situações por quais ela já passou. Mas se a pessoa tem mais problemas, talvez signifique que ela ainda não conseguiu resolver todos eles. Aproveite essa constatação para refletir sobre os problemas que tem e para quem você costuma pedir conselhos.

Pessoas com a escrita desleixada podem ser mais inteligentes

Você se considera uma pessoa inteligente? Observe a sua caligrafia. Talvez aí tenha informações que indiquem isso ou não. De acordo com algumas pesquisas, algumas pessoas têm o pensamento tão rápido que a velocidade da mão não consegue acompanhar a rapidez da mente. Por isso, elas escrevem com garranchos. Repare na forma como você escreve e tente descobrir algo sobre a sua personalidade a partir daí.

A expressão corporal pode afetar as emoções

Em estudos sobre linguagem corporal, identificou-se que, ao adotarmos certas posturas e fazer alguns movimentos com o corpo, o estado emocional é afetado diretamente. Isso explicaria como práticas como o yoga e atividades físicas fazem tão bem para o humor. Por outro lado, essa informação também é útil para o autoconhecimento das próprias emoções. Experimente observar como o seu corpo se comporta e como você se move, e interprete como isso reflete os seus sentimentos.

A forma como você trata desconhecidos diz muito sobre quem você é

Esse é um exercício de autoconhecimento baseado na observação. Comece a observar como lida com pessoas desconhecidas. Se puder, filme e assista a como você se comporta. Dessa forma, poderá descobrir hábitos que nem imaginava que tinha, além de aprender como se mostrar de forma verdadeira também para pessoas que você não tenha intimidade.

Fazer coisas que te assustam te deixa mais feliz

Alguns estudos dizem isso. Na prática, pode servir para você encarar os seus medos de frente. E, dessa forma, compreenderá melhor o que te afeta e como você pode superar tudo isso. Conheça os seus medos e entenderá como ser uma pessoa mais forte e, consequentemente, mais feliz.


Texto escrito por Ricardo Sturk da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]