Autoconhecimento

Fazer dieta pode ser um ato de autoconhecimento

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Fazer dieta requer autoconhecimento

De acordo com as últimas pesquisas realizadas no Brasil sobre o índice de obesidade no país, foi registrado que mais de 50% da população com mais de 18 anos está acima do peso e 20% são consideradas obesas. Ainda que esses números sejam assustadores, entrar na dieta não é uma tarefa fácil, para emagrecer é preciso estabelecer e acreditar num real motivo ou necessidade.

Antes de iniciar uma dieta é preciso estar disposto a encarar uma mudança de hábitos e consequentemente aderir uma rotina diferente para sua vida.

O primeiro passo é ter disciplina, seu cérebro precisa entender essa nova etapa e isso requer muito esforço e determinação.  É comum, durante esse processo, surgirem barreiras psicológicas e vontade de desistir, mas além de serem superadas, elas darão equilíbrio para que a partir de então algumas coisas possam ser readaptadas em seu corpo.

O fato é que existem muitas crenças e mitos sobre esse assunto que dificultam o processo. Quantas vezes você já não falou ou ouviu alguém dizendo: “Não consigo emagrecer, minha família toda é mais gordinha”. “Não tenho força de vontade”. “Não consigo me controlar com comida”. Para mudar esse cenário é preciso além de tudo, que se lembrar dos pontos positivos do emagrecimento e não os negativos, as restrições e as dificuldades.

Se alimentar de maneira saudável é fundamental, mas definir uma dieta de acordo com suas necessidades não é algo tão simples. O aconselhável é conversar com um nutricionista e explicar como funciona sua alimentação. Se por exemplo, você não come um determinado legume ele pode substituí-lo por outro ou se ainda assim, você precisa comer um doce todo dia, ele pode te indicar algo menos calórico e por aí vai. Assim a dieta será estruturada de acordo com a necessidade do seu corpo e organismo.

Estabelecer uma rotina de exercícios também é algo primordial para quem deseja emagrecer, mas isso não precisa se tornar um martírio. Opte por praticar aquilo que tem mais afinidade ou que não seja tão doloroso, assim o processo de emagrecimento se torna menos difícil.

Essas mudanças trarão novas perspectivas tanto para o corpo como para a mente.

Assim, um novo ponto de vista será adotado naturalmente. A alimentação, a prática de exercícios físicos e conjunto de atitudes que influenciarão durante o processo de emagrecimento fazem com que as pessoas enxerguem o mundo de outra forma e com isso todo o “sacrifício” é válido não apenas pela perca de peso, mas por uma nova forma de levar a vida.


Texto escrito por Natália Nocelli da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]