Mantras Vídeos

Ganesha Maha Mantra: Om Gam Ganapataye Namaha

Entre as muitas divindades da mitologia hindu, algumas se destacam, como é o caso de Ganesha. Descrito como uma figura com corpo de ser humano e cabeça de elefante, além de uma barriga proeminente, quatro braços, uma única presa e um rato a seus pés, Ganesha é adorado como o deus da boa fortuna e da sabedoria, sendo adorado, principalmente, por mercadores, homens de negócios ou pessoas ambiciosas.

Além disso, Ganesha é também conhecido como Vinakaya, que, em sânscrito, significa “destruidor de obstáculos”, então ele é considerado o deus máximo da consciência lógica, capaz de encontrar solução para todos os problemas que se interponham no caminho.

Quanto às suas características, a cabeça de elefante dessa divindade representa sua grande sabedoria e seu intelecto, a barriga simboliza sua paciência e sua capacidade de digerir o mal e o bem que a vida oferece, sua única presa é uma referência aos sacrifícios que devemos fazer para conquistar os nossos sonhos e objetivos, e o rato é uma referência a investigar as miudezas dos problemas e das situações que são consideradas difíceis.

O mantra de Ganesha

Há dois mantras bastante populares para invocar a proteção e a ajuda de Ganesha. O primeiro deles, provavelmente o mais famoso da mitologia hindu, é o Omkara, que é a repetição prolongada do som “Om”, conhecido como o som primordial.

Há uma “versão estendida” desse mantra, um pouco menos popular, mas, ainda assim, bastante conhecida: “Om Gam Ganapataye Namaha”. Numa tradução simples do sânscrito para o português, seria algo como: “Eu Te saúdo, Senhor das Tropas”.

Para entender as particularidades do significado desse mantra, é possível estudá-lo palavra a palavra:

OM é a invocação primordial, estabelecendo contato entre o praticante e Ganesha.

GAM é um verbo que, em sânscrito, significa “ir, mover-se, afastar-se, vir, aproximar-se, unir-se”; nesse mantra, é uma sílaba sagrada que representa o próprio Senhor Ganesha.

Estátua da Ganesha Maha.
Rob King / Unsplash

GANAPATI é um dos nomes que Ganesha recebe. A palavra pode ser dividida em duas: GANA significa TROPA e PATI significa SENHOR.

NAMAS é adoração; no mantra aparece como NAMAH.

Há ainda uma versão ainda mais longa para o mantra: Om Gam Ganapataye Namaha, Sharanam Ganesha. “Shanaram”, em sânscrito”, significa “refúgio” ou “proteção”, então entoar esse mantra em sua versão maior é muito positivo em momentos de extremo perigo, ameaça ou necessidade.

Para que serve o mantra de Ganesha?

O Ganesha Maha Mantra, como é conhecido, é considerado muito poderoso, porque tem um poder imediato de proteção quando é entoado em situações de perigo iminente, como risco de assalto, ou até em situações de briga e conflitos.

Como é conhecido como Senhor das Tropas e Abridor de Caminhos, Ganesha traz alívio para situações problemáticas, preocupantes e perigosas, então, ao invocá-lo com esse mantra, você pede sua proteção imediata para tudo o que está perturbando o seu coração, impedindo o seu avanço ou representando perigo.

Outros benefícios do mantra: conexão com o deus Ganesha, atração de energias positivas ao ambiente, evolução espiritual, eliminação de energia negativa após desentendimentos, combate à falta de motivação, entre outros.

Qual a melhor forma de entoar o mantra de Ganesha?

Estátua de Lord Ganesha.
Sonika Agarwal / Unsplash

Não há momento certo para entoar o mantra de Ganesha. Ele pode ser entoado diante de uma situação de perigo, quando você deseja a proteção imediata dessa divindade (tomando cuidado, é claro, para não se expor a ainda mais perigos, como numa situação de assalto, por exemplo), mas também ao longo do dia, pedindo a proteção preventiva dele a qualquer mal que possa surgir no seu caminho. Outro bom momento para entoar o mantra é, obviamente, durante a meditação, quando estamos concentrados em nosso contato conosco mesmo e com as divindades, sendo um com o todo.

Como agradecer a Lord Ganesha?

Ganesha é um deus associado à música, à festa e à alegria, então uma boa maneira de agradecer a essa divindade é cantando e entoando seu mantra com alegria nos momentos em que desejar agradecê-lo.

Muitos adeptos do hinduísmo costumam ofertar incensos para prestar suas homenagens e seus agradecimentos a Ganesha. Outro ritual de agradecimento conhecido é acender fogo num caldeirão e queimar folhas de louro enquanto recita o mantra, mas sempre de maneira alegre, agradecendo pelos livramentos e visualizando seus caminhos sendo abertos e aqueles desejos que você tanto sonha em conquistar finalmente sendo alcançados.

Você também pode gostar

Segundo os adeptos do hinduísmo, Ganesha é um deus que mantém seus ouvidos sempre abertos, então uma boa opção é ter uma estátua dele em algum ambiente da sua casa, para estar sempre em contato direto com ele, entoando seus mantras ou conversando mesmo com esse deus.

É importante, sempre que possível, lavar a estátua com água fresca e oferecer sua energia como agradecimento após terminar de lavá-la. Se puder, sobretudo se sentir que está em um período em que os seus caminhos precisam ser abertos ou que perigos precisam ser enfrentados, medite diante ou, ao menos, na presença da estátua.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]