Convivendo

Gols da vida

Carol Fonda
Escrito por Carol Fonda
Os minutos vão passando, a atenção vai ficando maior, já se passaram 32 minutos, ainda não saiu nenhum gol, mas a esperança e a fé estão ali fortes, Brasileiro não desiste nunca, não é mesmo? E vamos gritando “Vai pra frente”, “Chuta a bola”, “Vai”, “Vai, chuta para o Gol”, “Uuuuuuh”,“Foi quase”, “Pelo menos ele tentou”, “Vai lá, Vamos”, “Eu confio em Vocês”… e tantas outras frases de motivação.

Paramos noventa minutos para assistir o jogo da Copa do Mundo, reunimos amigos, família, gato, cachorro, ficamos ali na torcida para a bola entrar na rede, vibramos juntos, ficamos motivados, nos sentimos dentro de campo, cada passo de bola é uma esperança, a emoção vai subindo, tomando conta de todo o nosso corpo, mente, coração, não pensamos em mais nada, o foco é o gol, o foco é a vitória.

A pipoca está pronta, as bebidas estão nos copos esperando o brinde, o olhar está fixado na telinha, e então aquele jogador favorito pega a bola, dribla um, dribla outro, passa pelo adversário, sai correndo atravessando o campo, dribla outro adversário perto da rede, chuta certeiramente para dentro e é GOOOOOOOOOOOLLLLLLLL!!!! TODOS levantam e gritam juntos, comemoram juntos e vibram juntos!!!!

Observando o comportamento dos torcedores, eu me questionei: Quantas vezes nos incentivamos dentro do jogo e do campo da vida? Vibramos e torcemos pela nossa nação, para que o nosso país ganhe, mas e pela nossa vida?! Quem torce? Quantas vezes torcemos pelos gols das nossas vidas?

Vibramos pela nossa vida com a mesma energia que vibramos por um gol na Copa do Mundo? E quando estamos bem próximos do nosso objetivo, estamos 100% focados na situação? E quando fazemos o gol na vida, saímos gritando, e comemorando, e contando para todos o nosso grande gol e sucesso?

Gol e sucesso são relativos a cada pessoa, sucesso pode ser conseguir uma grande promoção no trabalho, encontrar uma vaga perfeita no estacionamento, pode ser comprar o carro importado do ano, o alimento do dia. Gol pode ser aprender algo novo ou a conclusão do Doutorado, não importa o que seja, importa concretizar, realizar, fazer acontecer qualquer coisa que queira, isto é sucesso, isto é GOL da vida, isto é felicidade e devemos brindar e comemorar.

Quando você se permitiu tirar um tempo de 90 minutos por você mesmo? 
Quantas vezes paramos tudo para sentar no sofá e assistir a nossa própria vida?

Quantas vezes reuniu pessoas para contar suas vitórias e ouvir as vitórias dos outros?

Pare tudo, pare por 90 minutos ou por 10 minutos, permita-se ter um tempo para você e pense na sua vida. Faça 2 listas: uma com todos os seus sonhos, faça um compromisso para realizar esses sonhos, para fazer acontecer, na outra lista escreva todos os gols que já fez na vida e vibre por esses gols, comemore!!!!

Chame a família, os amigos, as pessoas que ama e as que não ama também, aprenda a amar tudo e todos, somos todos iguais, TODOS IGUAIS, este conceito de unidade faz milagres na vida.

E, então, junto com todos, celebre o sucesso, celebre a felicidade, grite de alegria, grite gol para suas conquistas e as conquistas do outro, não importa o tamanho delas!!!! Quando a bola da vida não entrar na rede, não perca a fé, permaneça em conexão com o seu propósito, observe suas atitudes, o que poderia ter feito melhor, quais passos pode dar agora para tentar de novo e conseguir o sucesso. E siga em frente, tente e persista até conseguir o gol.

Viva intensamente sua vida, vibre com a mesma intensidade que vibra por um jogo da Copa do Mundo, vibre e celebre sempre.

A vida é curta, piscamos e o tempo ficou para trás, a oportunidade foi perdida e nunca encontrada, pois o momento certo é agora.
O cérebro cria receptores a cada atitude, e quando celebramos são criadas referências positivas, são criadas crenças que somos capazes, elevando nossa autoestima e, assim, podemos realizar qualquer coisa.

Seja feliz, supere os desafios, viva intensamente, tenha experiências, cante. Celebre quando o dinheiro cair na conta, brinde por estar jantando com sua família, comemore pelo cargo novo, pela viagem que conseguiu fazer, pelo sonho realizado, pelo ar que respira, celebre, comemore qualquer mínimo sucesso, comemore como se fosse o gol da seleção para o hexa, pois sua vida merece tantos aplausos quanto qualquer seleção da Copa do Mundo.

Meus muitos aplausos para sua vida e desejo muitas comemorações!

Gratidão!


Você também pode gostar de outros artigos da autora. Acesse: O poder da Palavra Gratidão

Sobre o autor

Carol Fonda

Carol Fonda

Carol Fonda está sempre em construção, pois é uma caixinha de criatividade, sempre tem uma ideia nova, um projeto novo, gosta de sair do óbvio.

Adora fazer planos e montar estratégias, ama os números com a mesma intensidade que ama as palavras, enxerga o mundo e as situações de forma sistêmica, ama estar com a família, viajar e assistir filmes, se liga em arquitetura, fotografia e música clássica.

Instrutora certificada de yoga para crianças, aluna de raja yoga pela Brahma Kumaris, aluna de hatha yoga pelo SVCC e aluna de Um Curso em Milagres com Marcos Adriano Infantozzi.

Sejam todos bem-vindos e gratidão por estarem aqui!

Contato:
Facebook: /CarolFonda
Instagram: @carolinefonda | @holy_yoga_para_criancas
E-mail: [email protected]