Ho'oponopono Meditação

Ho’oponopono mágico: saiba como ele pode mudar a sua vida

Silhueta de mulher jovem sentada de pernas cruzadas com os dedos em Yogic Jnana mudra.
fizkes / 123RF
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

O Ho’oponopono é uma técnica da sabedoria milenar havaiana para transformação e libertação da mente de recordações negativas, mágoas e crenças limitantes, de modo que se alcance a cura e a paz interior. Foi desenvolvido pela kahuna lapa’au (curadora) Morrnah Nalamaku Simeona (1913-1992). A expressão em si significa “corrigir um erro” ou “tornar correto”.

A técnica, também chamada de meditação, tornou-se conhecida a partir da experiência do professor e terapeuta Dr. Ihaleakala Hew Len, que conseguiu excelentes resultados numa ala de criminosos com doenças mentais, num hospital psiquiátrico do Havaí – sem interagir com qualquer um deles, apenas aplicando-as com uso das fichas médicas –, confirmando o poder dela como realmente transformadora, para tornar a vida mais saudável e mais equilibrada.

Nesse sentido, além de se voltar às marcas do passado, que podem refletir negativamente no presente, a técnica pode atuar para criar oportunidades futuras. É o chamado Ho’oponopono Mágico, que você conhece a seguir. Continue a leitura e descubra como promover mudanças e evoluir!

Como funciona o Ho’oponopono?

A técnica, que alguns chamam de oração ou mantra, é fácil de ser aprendida e relativamente simples. Ela pode ser praticada com repetição em voz alta ou apenas com a mentalização de algumas palavras, sendo as mais conhecidas “Sinto muito”, “Me perdoe”, “Te amo” e “Sou grato”. Com isso, é possível purificar as memórias ruins de qualquer tempo.

Assim, quando pensamos em “Sinto muito”, há um arrependimento, reconhecemos que algo indesejado está em nosso corpo ou nossa mente. Já “Me perdoe” é uma forma de pedirmos perdão por termos permitido que uma memória indesejada perdurasse, mesmo inconscientemente. E caso se refira a alguém, ela abrange também perdoá-lo. Ao mentalizar “Te amo”, promovemos a mudança da energia bloqueada e negativa em luz e gentileza a nós mesmos. No caso de “Sou grato”, a frase é uma expressão de gratidão por termos recebido a oportunidade do aprendizado e também uma declaração de fé na solução do que desejamos ou do que virá, finalizando um ciclo e abrindo-nos para outro.

Além disso, desde a infância recebemos a influência de nossos familiares e de nossos círculos sociais sobre alguns conceitos acerca da vida, das relações, dos bens materiais, das pessoas, da religião, que ficam armazenados no nosso inconsciente como crenças. Algumas, entretanto, acabam por nos limitar e nos desconectar da saúde física, financeira, relacional, da paz interior e da alegria de viver.

Pedras lisas sobrepostas representando equilíbrio
Pixabay / Pexels

O Ho’oponopono cura os obstáculos mentais que são conhecidos como crenças limitantes, por meio da conexão com a força criadora da qual todos os seres humanos tiveram origem. Ele permite acessarmos a ligação divina pela vibração nas poderosas ondas de energia que a Física Quântica tão bem explica e igualmente nos torna cocriadores e protagonistas da realidade que influenciamos pelos nossos pensamentos e sentimentos.

Igualmente, com o Ho’oponopono é possível entender que a nossa atitude e a nossa decisão sobre como lidar com algo que aconteceu importam mais do que especificamente o fato em si. Com a prática da técnica, ocorre uma “correção” (renovação) das memórias celulares que guardavam dores, temeridades e preocupações. Logo as lembranças e sensações desconfortáveis dão lugar ao autoperdão, à autoestima e à gratidão.

Desse modo, passamos a ter proatividade, responsabilidade e independência sobre os nossos atos, deixamos a posição vitimista, aumentamos o poder pessoal, tornamo-nos mais potentes diante da vida, principalmente por não acatarmos as lembranças negativas e por obtermos equilíbrio emocional e abertura a novas percepções. Atingimos um outro nível de maturidade e de evolução, desconstruirmos a postura passiva e nos entendemos como parte de toda a realidade que nos acontece e da influência que exercemos sobre ela.

Além de limpar os pensamentos ruins e as crenças limitantes, a técnica expande a consciência para perceber novos caminhos e compreender que a nossa essência é de plenitude e de busca da felicidade. Como diz Beth Russo, coach de transformação pessoal, formada em Hipnose Ericksoniana, dedicada aos estudos de Mecânica Quântica e que ensina o Ho’oponopono Mágico, todos somos “deusinhos” e “deusinhas”, temos parte do Criador dentro de nós, em nossa natureza.

Como fazer o Ho’oponopono Mágico?

O Ho’oponopono pode ser usado para eliminar a ansiedade, o medo e para atrair um resultado ou um objetivo desejado, inclusive prosperidade financeira. Quando aplicamos essa técnica de repetição de um “mantra” ou das palavras que ensejam os nossos desejos, permitimos que as crenças limitantes venham à tona e sejam modificadas. Dessa forma, abençoamos a oportunidade de transformá-las ou dispensá-las das nossas memórias celulares. Quando praticamos com um objetivo em mente, canalizamos energia para que ele seja alcançado.

Beth Russo, por exemplo, criou o mantra “Vida, me surpreenda”, e com essa frase, milhares de pessoas praticantes do Ho’oponopono, como por mágica, declararam ter alcançado até mais do que o objetivo desejado.

Silhueta de uma mulher em posição de yôga ao ar livre
Eternal Happiness / Pexels

Para fazer o Ho’oponopono Mágico, cada um deve repetir (falando ou mentalizando) uma frase que tenha relação com o que deseja. Pode adotar o mantra acima ou ainda: “Dinheiro abençoado, sinto muito, me perdoe, eu te amo, sou grato”. Além disso, quando a frase é repetida 108 vezes, esse número sagrado acelera e potencializa a ação da técnica. Veja o vídeo de Beth Russo. É comum usar a japamala (cordão usado para meditação) com essa quantidade de contas para guiar a contagem.

Além disso, esse Ho’oponopono Mágico também pode ser direcionado a outras situações, para as quais esperamos abundância, prosperidade, compreensão e cura. Você pode criar a sua frase relacionada com o amor, a saúde, a família, o trabalho, os relacionamentos e outros. O importante é focar seu objetivo e incluir as quatro frases principais. A repetição das frases “Sinto muito”, “Me perdoe”, “Eu te amo” e “Sou grato” possibilita que entremos numa vibração de arrependimento e perdão pela relação ruim com algo, ao mesmo tempo em que abençoamos, agradecemos e nos abrimos para outras experiências, conectando-nos à abundância da existência. As 108 repetições permitem chegar à frequência de criação da realidade esperada.

Como usar a japamala para contar 108 vezes no Ho’oponopono?

Atualmente há aplicativos com japamala para nortear a contagem da repetição no Ho’oponopono Mágico. Porém ela pode ser adquirida em lojas de produtos religiosos ou indianos, por exemplo. Esse cordão com 108 contas deve ser segurado com a mão direita, reto entre o polegar e os demais dedos, exceto o indicador (ele representa o ego e deve ficar de fora no uso da técnica).

Assim, para cada repetição concluída, uma conta é deslocada na direção do praticante, para baixo com o dedo polegar. Não se usa a conta maior (meru) na repetição. Ela apenas norteia a direção a ser seguida, bem como o início e o fim da contagem. Cada conta representa uma repetição. Ao concluir, se desejar reiniciar, recomece do fim, virando a japamala. Não passe por cima da meru. Ela não deve ser contada, é apenas uma referência.

Você também pode gostar

Após terminar o Ho’oponopono Mágico, se você fez uso da japamala, guarde-a num local seguro e reservado para ela. De tempos em tempos, energize esse objeto sagrado, segurando-o na mão esquerda e circulando por ele um incenso aceso de sua preferência (sândalo é uma boa opção) com a mão direita, mentalizando purificação, poder e proteção.

Finalizando, percebemos que o Ho’oponopono possibilita a faxina de memórias celulares ruins gravadas no inconsciente e que influenciam nossos comportamentos. Ele permite que se supere os bloqueios que essas recordações impõem. Assim, é possível se libertar dos sintomas de sofrimento, dor e estagnação.

O Ho’oponopono Mágico pode ser praticado por qualquer pessoa, pois é bastante simples, exigindo apenas dedicação e a repetição de palavras associadas a um objetivo por 108 vezes. Por meio dessa técnica havaiana de transmutação, podemos criar uma frequência profunda de arrependimento, perdão, amor e gratidão para nos conectarmos com a abundância da vida, resgatando a nossa essência e a nossa ligação divina. Experimente! Incorpore a prática e vivencie resultados mágicos.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]