Energia em Equilíbrio

Ladrões de energia, segundo o Dalai Lama

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Para nos mantermos em pé, a energia do nosso corpo precisa estar em equilíbrio com o nosso interior e a nossa mente. Essa força tem um poder sobre nós de controlar nosso estado emocional, motivando ou abalando-o.

Dalai Lama, um grande líder religioso, explica que existem alguns fatores que podem sugar essa energia do nosso corpo, não a renovando e mexendo com a estrutura do ser humano. Por isso, sempre que pudermos, é de extrema importância evitar esses “ladrões de energia” e nos afastar das negatividades o tempo todo.

Devemos tomar alguns cuidados e até mesmo arriscar com mudanças de hábitos para aumentar a qualidade de vida, estar de bom humor e esbanjar sorrisos. A energia que você expele é a mesma que atrai para si. Plante o máximo de alegria possível para que possa colher bons frutos disso. Vamos ver os principais ladrões de energia que devemos e podemos fazer de tudo para evitar.

  • Perdoar: ontem, hoje e sempre!

Praticar o perdão é a melhor maneira de se libertar de um rancor que aconteceu no passado. Perdoar faz sentir leve, aliviado, sem lembranças ruins de mágoas ou tristezas. Procure solucionar os problemas no momento em que acontecem para não alimentar o sentimento de vingança e encher o coração com raiva de alguém.

Errar faz parte do ser humano e o nosso dever é procurar entender todos os motivos causadores de algum desentendimento e também compreender para não haver feridas mal curadas e energias negativas nos envolvendo. Ao longo da nossa existência, vamos percebendo que esse tipo de decisão sempre consiste numa força maior que nos empurra sempre para cima, para sermos pessoas melhores e de coração limpo e aberto.

  • Cuide- se!

Precisamos entender os limites do nosso corpo e não os ultrapassar. Cuidar da saúde é o básico para a boa existência de todas as pessoas. É por meio disso que conseguimos observar se estamos tratando a nossa estrutura de maneira correta. Quando ocorre algum imprevisto e nos sentimos abalados, mesmo que emocionalmente, isso afeta também a parte biológica e pode nos deixar enfermos. Separar um tempo para descanso é ideal para recuperar as energias boas e positivas.

  • Cumpra com a palavra e as promessas

Procure manter sempre o que foi dito para que não perca a confiança nas pessoas. Quando prometemos algo, temos que ter a máxima certeza que conseguiremos cumprir com as palavras que foram jogadas. Leve-se a sério para que os outros possam ter a mesma visão de você.

A força das palavras e seus valores nunca podem ser perdidos ou jogados para escanteio. Se aparece a dúvida: “Será que vou conseguir?”, a melhor opção é negar desde o início para não haver decepção no coração de quem esperou muito e não teve nada. Evite machucar o ser humano, pois é dessa maneira que evitamos que machuquem a nós mesmos.

  • Boas companhias e amor

Nada melhor do que estamos cercados de boas companhias, de pessoas que nos amem de verdade. Pessoas que fazem questão da nossa existência e da nossa felicidade sem exigir nada em troca. Encha o seu ciclo de seres humanos com corações bons e que semeiem apenas o bem.

Livre-se de reclamações, problemas, histórias tristes e tudo aquilo que possa te fazer mal. Pessoas com energias negativas não devem estar nas proximidades, pois essa energia é tão grande quanto a força do bem e, se não a soubermos administrar, nos rouba tudo o que há de melhor. Compartilhe apenas amor e pense na escolha das suas companhias de convivência maior.

  • Viva o presente

Hoje, muitas pessoas se afogam em planos futuros e incertos. Deixam tudo o que vivem no presente para trás. É importante valorizarmos o que temos em mãos. Sonhos e objetivos fazem parte da vida, porém tudo no seu tempo. Estar ciente das coisas e ser grato por isso também nos torna pessoas melhores.

Quando os sonhos ultrapassam o nosso alcance, tomamos a conclusão de que nada que temos é importante e somente o que não conseguimos tem valor especial. Esqueça essa maneira de viver. Viva e aproveite intensamente o presente, seu real estado e as reais condições.

Aceitar o que temos no momento nos dá mais chances para novas oportunidades e outras metas. Não resista aos sentimentos. Permita-se! E se permitir não quer dizer ganhar todos os dias, mas tentar, persistir e conseguir em outro momento.

Cada um tem o seu tempo e devemos respeitar o momento de todos. Dalai Lama acredita que, com essas mudanças no nosso interior, consigamos superar qualquer estado emocional que esteja abalado. Porém, não podemos esquecer-nos de agir no momento certo, saber a hora de começar e a hora de parar. Respeitar o ser humano acima de todas as coisas. Não cultivar a discórdia e sim nos adequar às pessoas. Aceitar, compreender, amar e ser feliz da melhor maneira e com todas as forças que podemos ter.


  • Texto escrito por Natália Nocelli da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]com.br