Chakras Energia em Equilíbrio Yoga

Enfrente seus medos, acredite no seu dharma!

Alessandra Sofia
Escrito por Alessandra Sofia
Há uma semana, recebi o convite para me tornar colunista deste site. Fiquei muito feliz com o chamado e, com ele, veio uma reflexão: o quanto, desde que eu aceitei o meu dharma e me aprofundei no mundo do Yoga, as oportunidades começaram a acontecer, em um tempo perfeito e de uma maneira quase orquestral.

Dharma é uma palavra em sânscrito, que pode ser traduzida de diversas formas, a que eu mais gosto é a “sua missão de vida”. Até 4 anos atrás, eu vivia os padrões e rótulos que a sociedade me propunha, apesar de que era muito claro que eu não conseguia me enquadrar. Estava sempre oscilando entre um suspiro de liberdade e uma tentativa de “ser normal”.

dharma

Vivemos em um mundo que todos têm muito medo de errar, de serem julgados, de saírem do padrão e, assim, acabamos não escutando aquela “pulguinha” que temos atrás da orelha. Se você fechasse os seus olhos agora e pensasse, livre de qualquer receio que você possa sentir, seja financeiro, de julgamentos, ou qualquer outro, você estaria vivendo como vive hoje? Quanto da sua vida é manipulada por algum medo?

Chakras são centros energéticos do nosso corpo que são responsáveis por distribuírem a energia para nutrir nossos sistemas e órgãos. O nosso primeiro chakra, o muladhara chackra, é relacionado à segurança, é como se fosse nossa primeira necessidade básica, se sentir seguro. Muitas vezes, fazemos coisas que não queremos por conta disto. Quando este chakra está em desequilíbrio, deixamos de tentar fazer coisas novas, e a intuição fica um pouco deturpada.

Uma pessoa que, principalmente quando criança, foi muito reprimida e com isso se tornou um adulto apático, submisso, provavelmente terá dificuldade de trabalhar o seu dharma, por questões de insegurança. Lembro que jogar tudo pro alto e seguir o caminho oposto também é um desequilíbrio, procure o caminho do meio e, principalmente, escute a si mesmo! Não tenha medo de ser diferente, diferente também é bom. Como diria o querido professor Hermógenes: “Deus me livre de ser normal”.

Hari Om!

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Alessandra Sofia

Alessandra Sofia

Meu primeiro contato com o Yoga foi aos 20 anos, quando iniciei aulas no estilo Swasthya Yôga. Queria aprender umas posturas diferente e de quebra ficar mais calma, pois estudava Administração e trabalhava muito, estava sempre correndo. Fiz um tempo e parei, por questão financeira.

Aos 23 anos, logo após ter minha primeira filha, fui morar em Jundiaí, queria emagrecer o peso da gravidez e comecei a fazer personal trainer, mas não estava satisfeita.

Foi quando comecei a sentir que minha vida não caminhava para um lugar que fizesse sentido para mim. Resolvi voltar para o Yoga. Consegui uma professora que fosse em casa e me ensinasse enquanto minha pequena dormia. Ela ensinava Hatha Yoga,e me fez conhecer o outro lado do yoga.

Essa parte, abaixo da superfície, que pode mudar a sua vida e a forma como você lida com ela. Entendi que todos aqueles asanas(posturas) tem apenas um objetivo, preparar o seu corpo e a mente para a meditação. E então a meditação te propõe um sentimento de unidade, conecta você à sua espiritualidade. Pra mim, essa consciência me trouxe o sentido da vida, a felicidade.

Então, em 2015, iniciei minha Formação de Professora de Hatha Yoga pelo IEPY (Prof.Marcos Rojo) que possui dupla titulação com a Escola de Kaivalyadhama, na India, centro de excelência em pesquisa e estudos sobre yoga. Em paralelo realizei uma formação de Aerial Yoga, que trabalha anti gravidade através da suspensão do corpo.

Buscando mais auxilio nas práticas tratativas complementares ( holísticas) fiz cursos de Reiki, Meditação, Vedanta, Neurofisiologia da Meditação, Quiropraxia e me formei como Massoterapeuta em 2017.

Em 2017, fiz também um curso especifico de Yoga Asthanga Vinyasa, uma prática de yoga considera forte.

Desde o inicio de 2016 leciono Yoga regularmente, e iniciei recentemente em um projeto de Yoga no Leite, no Hospital Emílio Ribas (Centro de Infectologia).

Hoje, mas do que nunca acredito nos efeitos da prática realizada com regularidade. Não importa o que te faz estender o tapetinho, se é uma dor nas costas, o estresse, uma busca de auto conhecimento ou até por fins estéticos, a própria prática em si, aos poucos te mostra o seu potencial. E ela te surpreende…

“Pratique e tudo virá!” ( Pattabhi Jois)

E continuando este caminho das Terapias Integrativas estou iniciando a formação em Acupuntura também. Acredito que tanto a Medicina Oriental como a filosofia yogi cada dia mais está se aproximando e agregando a medicina atual. Para mim, este é o futuro para o trabalho de uma longevidade saudável!

Hari Om

Aulas particulares e em grupo
Contato: (11) 98399-4491 (WhatsApp)
Instagram: @prana_consciencia