Energia em Equilíbrio

Dalai Lama e a meditação para encontrar a felicidade

Happy young woman practicing meditation at home
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Líder do budismo tibetano, Dalai Lama é considerado um verdadeiro professor sobre a vida. Foram tantos os livros, as palestras, que faltam palavras para descrever como essa figura com porte calmo conquistou milhares de seguidores.

O que torna Dalai Lama tão único é a sua forma de ensinar e de deixar o ser humano livre para ter suas escolhas e crenças. É assim com a meditação, que ano após ano tem aumentado o número de praticantes.

Para o líder do budismo tibetano, há uma forma de meditar, mais independente e livre de religiões ou crenças. Em seu livro, “Além da religião” ele conta algumas formas de como iniciar a prática da meditação e, junto com ela, encontrar equilíbrio, lucidez e liberdade.

Meditação: um cultivo da mente

Independente da religião, buscar autoconhecimento pode ser a ferramenta para nos conhecermos melhor e conseguir enfrentar as dificuldades da vida. Se conectar à nossa vida interior em momentos de turbulência tem sido um desafio atual. Como encontrar nos dias corridos, esmagados pela pressa, um tempo para meditar?

Dalai Lama nos conta que o primeiro passo é encontrar um objetivo através da meditação. Se o seu foco for diminuir a ansiedade, através da meditação você pode conquistar momentos mais tranquilos.

Outra questão importante que o líder Dalai Lama nos coloca é conseguir lidar com a procrastinação. Sim, é um desafio. Sempre vamos acreditar que teremos outras coisas mais importantes e urgentes a lidar e, acredite, sempre vai existir. Enquanto você não lhe der esse tempo, vai viver nesta procrastinação e nunca conseguirá encontrar o momento certo.

Paciência e planejamento da prática

Dalai Lama coloca o início da prática como o cavalo selvagem e o treinador. No começo, é preciso paciência, persistência para este cavalo selvagem (a mente) conseguir se focar de acordo com os passos de seu treinador. Assim que se iniciou, conseguir definir horário é um bom começo, seguido do tempo que será realizada a meditação e, claro, um bom local para meditar. Relaxe e foque na sua respiração e postura. De início é difícil, mas com a prática, tudo vai fluindo.

Os benefícios da meditação

Após um período de prática, é visível os seus benefícios. Você começa ansioso, ou até com pressa, mas se focar, meditar vai lhe trazer benefícios como a sensação de bem estar, paz, e tranquilidade.

Conseguir se atentar para esses benefícios faz com que você tenha o foco na prática e não deixe como algo que pode ser feito depois. Meditar fará bem a você.

Meditação e felicidade

Todos desejam a felicidade, embora já saibamos que o que ocorre são momentos de felicidade. Para conseguir lidar e encontrar esse sentimento, é preciso estar lúcido. Com a meditação, sua mente estará mais lúcida, mais calma e, assim, conseguirá captar momentos que realmente importam.

Do que adianta tantas coisas materiais, quando o corpo está fraco e a mente doente? Quando não há felicidade interior, quando há desconfiança? A satisfação da vida, no trabalho, nas coisas, pode ser encontrada com a meditação.

A felicidade que brota dentro da gente é a verdadeira felicidade, isso é possível com a meditação. O que é externo brota, mas é rápido, passou um dia e não lembramos mais. Por isso, acredite, é possível encontrar a felicidade por meio da meditação!


Texto escrito por Angélica Weise da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]