Nutrição

Leve Bem: Delivery de Orgânicos, uma iniciativa sustentável

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Criada por um casal que decidiu começar uma nova vida junto com os orgânicos

Você já deve ter ouvido falar de pessoas que mudaram radicalmente de vida. Deixam sua área e foram empreender em outra. Este foi mais ou menos o caminho escolhido por Carolina Brenoe Vieira, 31, e Eduardo Castagnaro, 34 que decidiram deixar a vida agitada de São Paulo, para morar em um lugar mais tranquilo e empreender com alimentos orgânicos.

Através desta nova vida, reinventada, eles nos contaram o que aprenderam. Confira a entrevista:

Eu sem Fronteiras: O que é o Leve BEM – Delivery de Orgânicos?

Leve Bem – Delivery de Orgânicos: A Leve BEM é uma “feira online”. Através de um site (www. levebemdelivery.com.br) oferecemos aos nossos clientes uma disponibilidade de alimentos orgânicos in natura e alguns processados (empório). Cada um pode montar a sua cesta de acordo com suas preferências e nós garantimos que chegue tudo fresco e selecionado na casa deles. 

Eu sem Fronteiras: Como surgiu a ideia?

Leve Bem – Delivery de Orgânicos: A Leve BEM nasceu da nossa vontade de viver mais perto da natureza, fazer parte um sistema de produção que respeita o ecossistema, incentiva o comércio justo e ainda nos ajuda a ser pessoas mais saudáveis em vários aspectos. E é por acreditar que em nossas cestas entregamos não só hortaliças colhidas um dia antes, mas também um pouco desse estilo de vida, que acordamos todos os dias motivados para trabalhar e evoluir.

Eu sem Fronteiras: Vocês atuam no mercado há quanto tempo? E em quais cidades?

Leve Bem – Delivery de Orgânicos: Atuamos nesse mercado há 4 anos, em São Paulo, Alphaville, Cotia e Vargem Grande Paulista.

Eu sem Fronteiras: Qual o propósito do  Leve BEM – Delivery de Orgânicos?

levebemLeve Bem – Delivery de Orgânicos: Nosso propósito é difundir a cultura dos alimentos orgânicos, do apoio à agricultura familiar e do apelo mais saudável deste estilo de vida. Orgânicos são alimentos realmente preciosos, que exigem muita dedicação e trabalho dos produtores. Queremos que as pessoas saibam disso, que recebam os alimentos com uma boa apresentação, que valorizem a qualidade e todos os processos envolvidos nessa cadeia produtiva.

Eu sem Fronteiras: Como funciona a logística de vocês?

Leve Bem – Delivery de Orgânicos: Atualmente entregamos duas vezes por semana. Recebemos os pedidos dos clientes às segundas e terças para entregas de quinta e de quarta a domingo para entregas de terça. É essencial que as hortaliças tenham sido colhidas um dia antes de entregarmos as cestas, pois somente dessa forma conseguimos garantir a qualidade e o frescor que julgamos imprescindíveis para esse modelo de negócio.

Às segundas e quartas montamos as cestas para entregarmos no dia seguinte. Temos pessoas que nos ajudam a selecionar os alimentos e padronizar as porções. Também firmamos parcerias com diversos produtores das regiões de Cotia e Ibiúna. Nos dias de entregas os motoristas saem bem cedo de Vargem Grande Paulista, onde estamos localizados, para que todo mundo receba sua feira até o meio dia.

Eu sem Fronteiras: Vocês conhecem os fornecedores de vocês?

Leve Bem – Delivery de Orgânicos: Sim, conhecemos cada produtor e seus sítios. Valorizamos muito o trabalho de cada um deles e incentivamos o desenvolvimento da agricultura familiar. Entendemos que somos facilitadores da relação campo x cidade, ou seja, viabilizamos o acesso aos orgânicos, que ainda são produzidos em pequena escala e em locais distantes dos centros comerciais.

Eu sem Fronteiras: Como foi ‘largar’ a vida corriqueira de vocês e ir definidamente para o mato?

Leve Bem – Delivery de Orgânicos: Sair de SP e ir para o mato foi uma escolha muito bem pensada e definida por nós dois. Sabíamos que a mudança nos exigiria adaptação, pois perderíamos todos os benefícios de serviços e imediatismo que a cidade proporciona, em contrapartida teríamos mais momentos juntos, melhoria na qualidade de vida e menos estresse. Além de estarmos escolhendo trabalhar com algo que nos daria prazer e satisfação. Foi uma bela troca! 

Eu sem Fronteiras: O que aprenderam com essa nova rotina?

Leve Bem – Delivery de Orgânicos: Aprendemos que ser feliz não é ter dinheiro, bens materiais e um bom cargo em uma empresa. Aprendemos que felicidade é fazer o que gostamos e como se fosse para nós, com carinho, dedicação e cuidado. Seguindo esses princípios o retorno vem e é positivo. Estar perto da natureza, viver os dias com mais serenidade, com tempo para seus ideais e perto de quem você gosta também nos proporciona alegria e prazer. Não significa que não trabalhamos muito, pelo contrário, empreender requer disciplina, pulso e disposição para enfrentar cada desafio e dificuldade que aparecem no caminho, ou seja, muito trabalho para conduzir suas ideias e colocá-las em prática de forma saudável e sustentável para o negócio.

Eu sem Fronteiras: Conseguiram encontrar mais propósito na vida de vocês?

Leve Bem – Delivery de Orgânicos: Com certeza! A Leve BEM nos trouxe mudanças positivas de rotina, de perspectivas, de relação com a natureza e com o planeta, com o próximo e com o que realmente almejamos para a nossa passagem pela Terra: saúde, paz e felicidade!

13450959_1041413252639350_6791017941119230484_n

Eu sem Fronteiras: Como vocês veem o interesse das pessoas pelos alimentos orgânicos?

Leve Bem – Delivery de Orgânicos: O interesse por orgânicos tem crescido muito nos últimos anos. O maior acesso às informações referentes aos benefícios do consumo de alimentos orgânicos aumenta a procura, mas nem sempre a oferta acompanha a demanda. A agricultura orgânica no Brasil cresce constantemente, mas ainda está longe de atingir uma escala em que os preços se equiparem aos preços dos convencionais, produzidos com agrotóxicos e fertilizantes químicos em larga escala. Nossa missão é incentivar os pequenos produtores a se unirem e se estruturarem para produzir maiores variedades de produtos em grande quantidade. Os custos são entraves nesse processo, mas com conscientização e incentivos chegaremos lá!

Eu sem Fronteiras: Deixe uma mensagem.

Leve Bem – Delivery de Orgânicos: Consumir orgânicos vai além de manter um estilo de vida saudável, não consumir alimentos com agrotóxicos ou estar na moda. Significa conscientizar-se de que apesar de estarmos no mundo só de passagem precisamos cuidar do todo, da cadeia que nos envolve e nos fornece todos os tipos de recursos naturais, como a água, os alimentos, os animais e a natureza. Significa pensar amplo, pensar no próximo e no amanhã. Considerar que seus filhos, netos, bisnetos e todas as futuras gerações precisarão de todos esses recursos para sobreviver também. Significa pensar menos no eu e mais no coletivo, no cuidado com o nosso planeta e no uso sustentável do que ele nos oferece. Além de ser um remédio natural para a sua saúde e qualidade de vida! 


Entrevista realizada por Angelica Weise da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]