Nutrição

Brasil lidera consumo de agrotóxicos

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Realizar uma alimentação saudável realmente é algo complicado. Além de você ter que adotar uma dieta muito menos acessível do que seria um miojo com refrigerante, ainda não tem como saber uma questão fundamental: quanto de agrotóxicos estão presentes em sua alimentação. Saiba que a resposta para essa pergunta pode te surpreender e também é motivo de grande preocupação.

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o brasileiro ingere o equivalente a cinco litros de veneno.
“Ué, mas até aí, tecnicamente praticamente todos os países utilizam agrotóxicos na agricultura”, pode ser uma resposta automática de alguma pessoa desinformada. De acordo com o Dossiê Abrasco, que estuda o impacto dos agrotóxicos na saúde humana, o Brasil ocupa o primeiro lugar no ranking mundial de nações que consomem alimentos com agrotóxicos. Portanto, 70% de toda a alimentação brasileira está literalmente contaminada com algum tipo de veneno.

Afinal, os agrotóxicos são para combater os insetos, certo? Parcialmente. Não é por acaso que os dados são do Instituto Nacional do Câncer. Os pesticidas usados na agricultura dos alimentos, embora combatam as pragas, eles também estão associados com diversas doenças, como o câncer e outras genéticas.

farmer spraying pesticide in the rice field Protect Pests

Em função desse problema, o INCA divulgou um documento em que pede que o Brasil mude sua política de incentivo à produção de agrotóxicos. Os males causados pelos pesticidas não são referentes apenas à saúde humana, mas a todo o meio ambiental. Entre os problemas causados por eles, um dos principais é a contaminação do solo, lagos, lençóis freáticos e rios. Com a chegada da chuva, os pesticidas são levados da plantação ao solo e posteriormente às águas, poluindo-os e intoxicando à fauna e flora que vivem nesses lugares contaminados. Sem falar que o processo da seleção natural também fortalece as pragas que resistem ao uso dos inseticidas, necessitando que o uso de agrotóxicos seja cda vez mais intenso para a eliminação das pragas.

Apesar de todos os problemas, ninguém gosta de comer uma fruta com algum hóspede indesejado. Mas também não é verdade que os inseticidas sejam a única forma de combater as pragas. É necessário que o governo incentive e que os agricultores utilizem biopesticidas, que são menos nocivos à saúde humana. Outra dica que pode ajudar é a preferência pelos alimentos orgânicos. O problema dessas duas opções é que enquanto a primeira é mais difícil realizar o controle, os alimentos orgânicos são relativamente mais caros.

De uma maneira geral, o indicado é que os consumidores sempre pesquisem a procedência dos alimentos e de seus respectivos produtores, denunciando aqueles que não seguem as normas e vendem produtos inadequados. São ações trabalhosas, mas que a sua saúde vai agradecer imensamente.


Texto escrito por Diego Rennan da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]